Arquivo de tag Tessalonicenses

poradmin

Novo Ecos da Fraternidade Rosacruz em Campinas – SP – Brasil – Março de 2020

O Ecos de um Centro Rosacruz tem como objetivo informar as atividades públicas de um Centro, bem como fornecer material de estudo sobre os assuntos estudados durante o mês anterior.

Para acessá-lo (formatado e com as figuras): ECOS nº 46 – Março de 2020 (Situação que estamos vivendo/Balanço 2019/Significância Quaresmal/Nascimento dos Planetas/Astrologia: simpatia-antipatia/Tessalonicenses- Cap. 3/Evolução da Terra-Época Polar) 

Para acessar somente os textos:

A Fraternidade Rosacruz é uma escola de filosofia cristã, que tem por finalidade divulgar a filosofia dos Rosacruzes, tal como ela foi transmitida ao mundo por Max Heindel. Exercitando nosso papel de Estudantes da Filosofia Rosacruz, o Centro Rosacruz de Campinas, edita o informativo: Ecos.

Informação

De acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS e visando a prevenção do avanço da pandemia de Corona vírus (Covid 19) suspendemos as atividades presenciais em nossa sede em Campinas por tempo indeterminado. As atividades não presenciais como cursos on line (inscrições e correções das lições), Cura (solicitação e recebimento dos relatórios mensais e divulgação de materiais para leitura em nosso site) permanecem em atividade, para que possamos manter a chama acesa do aprendizado e serviço.

Uma visão Rosacruz da situação atual externa a nós e interna em nós

Antes de mais nada, lembremos sempre: “os Anjos do Destino estão acima de todo o erro e dão a cada um e a todos exatamente o que necessitam para o seu desenvolvimento”. E esse “dar” significa garantir que os efeitos das causas colocadas em prática por cada um, seja sentido por cada um: Causa boa implica em efeito bom. Causa má implica em efeito mal. Simples assim!

Lembrem-se sempre que a doença é a consequência da violação das Leis da Natureza. Podemos dizer que a doença é uma manifestação da ignorância, o único pecado, e que a cura é uma demonstração do conhecimento aplicado, que é a única salvação.

Quando a pessoa busca apenas remediar a doença e continua fazendo as mesmas coisas que fazia, violando as Leis da Natureza, a doença poderá retornar. O remediar é um processo físico. “Curar definitivamente” é radicalmente diferente porque, neste caso, se exige que o paciente coopere espiritual e fisicamente com quem cura. Com a quantidade de “remédios” que temos hoje é muito mais fácil remediar do que buscar a cura definitiva, né? No entanto, para manter o equilíbrio das Leis da Natureza, um “dia a conta chega”.

Onde está o problema em cada um de nós?

Em pessoas que “remediam”, ou seja, que “tomam remédios”, ao invés de buscar a cura definitiva (como a preconizada pela Fraternidade Rosacruz – se você quiser mais informações sobre ela, clique aqui: https://fraternidaderosacruz.com/site/category/cura/como-curam-os-rosacruzes-os-enfermos/)

Estudando a Filosofia Rosacruz (já no seu Curso Preliminar de Filosofia Rosacruz) a gente aprende que o Corpo Vital interpenetra o Corpo Denso, estendendo-se além da sua periferia cerca de quatro centímetros. Os pontos do Corpo Vital entram nos centros vazios dos átomos densos, enchendo-os com força vital, o que os faz vibrar em grau muito mais intenso do que o dos minerais da Terra, que não estão assim animados nem acelerados.

Durante o dia o Corpo Vital especializa o fluido solar incolor que nos rodeia, por meio do baço. Esta vitalidade impregna todo o Corpo e pode ser vista, pelo Clarividente, como um fluido de cor rosa pálido, sendo transmutado depois de penetrar no Corpo físico. Flui por todos os nervos e quando é irradiado pelos centros cerebrais em grandes quantidades, move os músculos para os quais os nervos se dirigem.

O excesso é irradiado e ao se estender além do Corpo Denso (cerca de 4 centímetros) o protege contra a entrada de bactérias, fungos, vírus e outras doenças. No entanto, quando estamos doentes, essa especialização do fluido solar pelo Corpo Vital não é tão eficiente. Não há excesso para ser irradiado e, assim, ficamos a mercê da entrada de bactérias, fungos, vírus e outras doenças. (Ver mais no Livro: Princípios Ocultos de Saúde e Cura – Max Heindel).

Agora vamos ver um pouco sobre as “causas” específicas das doenças desencadeadas por esse vírus (que diga-se de passagem, sempre existiu!).

  • Recusar a aceitar o destino que escolhi, as dificuldades, as minhas limitações, as dívidas de destino que tenho que pagar e foco no prazer da vida, que muito mais me agrada; evito ao máximo dar o que eu tenho de melhor e quando o faço é sempre por um interesse em receber (de preferência muito mais do que dei), no mais dou o que sobra, o que quero jogar fora e, ainda depois de “pensar muito”; insistência em não se relacionar como irmãos; ter contatos somente para com aqueles onde há algum interesse (financeiro, de posse, sexual, de prazer, emocional, de dependência, etc.); se comunicar apenas para com coisas que me dão prazer, fugindo do compromisso e da cooperação e do serviço amoroso e desinteressado para com os demais; viver a liberdade expressa como aquela em que faço o que eu quero, quando eu quero, sem se importar com os demais e sempre querendo me sair bem – Pulmões, Traqueia, Trato Respiratório

Resumindo: uma bela mistura de “fugir” da cura definitiva e viver por meio de “remédios” para continuar criando e vivendo a base da grande quantidade dos desejos, sentimentos e emoções que enumerei acima. Chegando a um nível onde há que ter uma sacudida para voltar ao equilíbrio das Leis da Natureza. Veja, que como sempre aconteceu: haverá aqueles que sofrerão e aqueles que não sofrerão. Aqueles que repensarão e se corrigirão e aqueles que insistirão no erro (“dessa eu escapei). Aqueles que estarão envolvidos totalmente e aqueles que “nem escutarão sobre – apesar de ter ouvido falar”.

De qualquer modo, nós, Cristãos esotéricos, oremos por todos os irmãos e irmãs, sejam em que situação estejam e sempre, mas sempre mesmo, terminemos a nossa oração com: “seja feita a Sua vontade, meu Deus, e não a minha”.

Tomemos todos os cuidados físicos necessários, conforme muito bem colocados pelos nossos irmãos e irmãs profissionais da saúde, que tanto se sacrificam pelos irmãos e irmãs que estão sofrendo e sofrerão e oremos por eles também. Se formos alvo desse vírus, obedeçamos fielmente às instruções dos nossos irmãos e irmãs profissionais da saúde, nos remediando, e depois com toda a nossa vontade busquemos a cura definitiva para as causas acima apontadas na nossa vida.

Com a proximidade da Era de Aquário, esse tipo de evento vai se tornando cada vez mais constante, pois sempre haverá dois caminhos para progredirmos: pelo amor ou pela dor. Sempre cabe a cada um de nós escolher – livre arbítrio – mas também devemos, cada um de nós, lidar com as consequências da escolha. Deus é infinitamente bom para garantir isso!

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ

Atividades gerais ocorridas no mês de fevereiro:

Curso Preliminar:  555

Curso Suplementar: 60

Ensinamentos da Sabedoria Ocidental: 91

Curso de Astrologia: 69

Resumo das Atividades em forma de Estudos e Reuniões ocorridas em nosso Centro:

Dia 01/Mar – 16 h: Estudo de Corinne Heline: Significado Espiritual da Estação Quaresmal – Parte 2

Dia 01/Mar – 17 hs: Estudo de Filosofia Rosacruz: Nascimento dos Planetas

Dia 08/Mar – 16 hs: Astrologia Rosacruz: Simpatia/Antipatia – Fortalezas e Interpretações

Dia 08/Mar – 17 hs: Estudo da Bíblia segundo os ensinamentos Rosacruzes – Epístola de São Paulo aos Tessalonicenses/ Cap. 3

Dia 15/Mar – 15hs: Mini Oficina – Exercitando a interpretação da Astrodiagnose na Astrologia Rosacruz

Dia 15/Mar – 17 hs: Evolução da Terra – Época Polar

Realização dos Rituais Devocionais (incluindo os Hinos de Abertura; Signo do mês solar e Encerramento).

Dias: 4, 11, 17, 24/março– Rituais do Serviço de Cura e demais dias do mês – Rituais do Serviço do Templo

Assuntos abordados durante os Estudos desse mês:

Estudo usando como base o Livro: Mistério dos Cristos de Corinne Heline: Significado Espiritual da Estação Quaresmal – Parte 2

  • No primeiro Grau ou Getsemani, o Caminho se estreita e se torna tão inclinado como telhado de um campanário, sem nada à vista salvo a cruz que o coroa.
  • Lembremos sempre: o objetivo dos Mistérios Natalinos consiste em guiar o ser humano ao longo do Caminho que conduz à consciência Crística e à dedicação da vida ao serviço do próximo. O objetivo dos Mistérios Pascoais consiste em iniciar o ser humano no estado da imortalidade consciente e lhe tornar capaz de conseguir a libertação do Corpo físico, não somente durante as horas de sono, nem entre vidas terrenas, mas em qualquer momento que deseje, para se converter, assim, em um Auxiliar Invisível consciente, quantas vezes seja necessário, tanto nesse plano com nos planos do espírito.
  • O Rito da Agonia no Horto poderia se denominar, com propriedade, o Rito da Transmutação. A agonia do Cristo produziu Seu esforço por reduzir, às condições limitadoras da Terra, Sua elevada taxa vibratória, com o objetivo de se converter no Espírito Planetário Interno da mesma Terra.
  • No Grau do Julgamento, as provas que o candidato há de superar estão de acordo com a sua posição espiritual. Quanto mais se avança no Caminho, mais sutis e penetrantes são as provas. Nenhuma poderia se comparar, em severidade, com as sofridas por Cristo Jesus, já que ninguém possui a Sua força e Seu poder espirituais.
  • O Terceiro e último Grau que conduz à liberação é o da Crucifixão. Nesse Grau o candidato se encontra frente a um dos mais sagrados Mistérios, e que há de permanecer para sempre selado para o profano. Seu significado secreto pode só ser aludido muito breve aqui; seu objetivo interno e verdadeiro só pode ser revelado àqueles que buscam e encontram a luz em seu próprio interior, essa chama do grande amor branco que excede a toda compreensão.
  • Alguns já alcançaram esse ponto avançado do Caminho e se voltaram para trás, não tendo a suficiente força para seguir adiante, com Cristo, o caminho do Gólgota. Outros, chegaram a ser “pregados” na cruz, e falharam, porque não puderam suportar o momento em que a cruz seria erguida. Estreito é o Caminho e sutis são as provas até o mesmo final.
  • E, por fim, o candidato vitorioso, que segue a Cristo até o final do caminho, chega à Glória da Grande Liberação. Então já é livre para passar, pela vontade, do plano físico aos reinos espirituais. A Coroa de Espinhos se converte em um halo de luz, já que conquistou o maior dos dons da vida: a imortalidade consciente. Passando triunfalmente aos planos internos, se une às multidões brancas que rodeiam ao Cristo e que elevam suas vozes entoando o eco das palavras pronunciadas pelo Mestre no momento de Sua Grande Liberação: “Meu Deus, Meu Deus, como me tens glorificado!”.
  • O vitorioso, pois, conhece toda a glória da alvorada de sua própria Ressurreição.

Filosofia – Capítulo X – O Período Terrestre / Nascimento dos Planetas

  1. Por que o nosso Sistema Solar precisa ter Planetas (veículos apropriados)?

Nos períodos anteriores, todas as diferentes subclasses ou raios encontraram um ambiente adequado para sua evolução no mesmo Planeta. Mas, no Período Terrestre, as condições tornaram-se tais que, para fornecer a cada classe o grau de calor e a vibração necessários para sua fase específica de evolução, elas foram segregadas em diferentes Planetas, a distâncias variadas do Sol – o centro fonte da vida. Esta é a razão de ser do nosso sistema e de todos os outros sistemas solares do universo.

  • De onde vem à matéria para os Planetas?

A matéria é o espaço cristalizado ou o Espírito. O espírito em manifestação é duplo, o que vemos como Forma é a manifestação negativa do Espírito – cristalizada e inerte. O polo positivo do Espírito se manifesta como Vida, galvanizando a Forma negativa em ação, mas a Vida e a Forma se originaram no Espírito, Espaço, Caos!

Para ter uma ideia da vida cotidiana que ilustre, podemos pegar o ovo para chocar. O ovo é preenchido com um fluido moderadamente viscoso. Esse fluido, ou umidade, é submetido ao calor, e da substância fluida e macia surge um pintinho vivo, com ossos duros e carne relativamente dura, e com penugem que possui uma pena relativamente dura, etc.

  • Quais são os sete Planetas (Corpos Densos) dos Sete Espíritos diante do Trono, que circulam em torno do Sol?

Os sete Planetas que circundam o Sol são os Corpos Densos dos Sete Gênios Planetários. Seus nomes são: Urano com um satélite, Saturno com oito luas, Júpiter com quatro luas, Marte com duas luas, a Terra e sua lua, Vênus e Mercúrio. (As descobertas astronômicas desde a redação deste livro atribuem 4 satélites a Urano, 9 a Saturno e 11 a Júpiter)

  • Quais são as três cores primárias?

O vermelho, azul e amarelo. 

  • Em quantas cores a luz branca do Sol se divide e quais são elas?

A luz branca do Sol divide-se nas sete cores do espectro: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta. Os ocultistas veem até doze cores, sendo cinco entre vermelho e violeta. Quatro dessas cores são indescritíveis, mas a quinta – a do meio das cinco – é semelhante à tonalidade de uma nova flor de pêssego soprada. É de fato a cor do corpo vital. Clarividentes treinados que o descrevem como “cinza azulado” ou “cinza avermelhado” etc. estão tentando descrever uma cor que não tem equivalente no mundo físico; e, portanto, são obrigados a usar os termos descritivos mais próximos oferecidos pela nossa linguagem.

  • Faça a correlação entre os Sete Espíritos (Gênios Planetários) diante do Trono e suas cores predominantes:

Urano             Saturno           Júpiter           Marte               Lua               Vênus           Mercúrio.

Vermelho       Amarelo          Azul              Violeta             Laranja          Verde            Índigo

Respostas.: A cor de Marte é vermelha; a de Vênus, amarela; a de Mercúrio, violeta; a da Lua, verde; a do Sol, alaranjada; a de Júpiter, azul; a de Saturno, índigo; e a de Urano, amarela.

  • Responda as perguntas abaixo:
  • O primeiro Planeta arrojado do Sol?
  • Um corpo no qual a vida está em um estágio correspondente ao Período de Saturno?
  • Um corpo no qual o campo da evolução corresponde ao Período de Júpiter?                                           
  • O último Planeta que saiu do sol?
  • Campo de evolução dos Terráqueos?
  • Um corpo, no qual o retrocesso e a desintegração estão ocorrendo, devido à adesão muito próxima à existência material por parte dos seus habitantes?   
  • Fragmentos de Luas (Ex-luas) de Mercúrio e Vênus?                                                       
  • Um Planeta que não pertence propriamente ao nosso Sistema Solar?
  • OutroPlaneta que também não pertence propriamente ao nosso Sistema Solar?

Respostas.: a) Urano; b) Saturno; c) Júpiter; d) Mercúrio; e) Terra; f) A lua da Terra; g) Asteroides; h) Netuno; i) Plutão

  • Como os habitantes das antigas luas de Mercúrio e Vênus ganharam o direito de retornarem aos seus Planetas progenitores?

Quando esses habitantes que estavam atrasados e também impedindo o progresso de seus pioneiros, recuperaram sua posição, ou seja, alcançaram o mesmo estágio de evolução dos seres que habitavam seus Planetas progenitores.

  • O que acontece com uma lua abandonada?

À medida que o tempo passa e o poder de atração exercido pelo Planeta pai diminui, sua órbita aumenta, até atingir o limite do nosso Sistema Solar.  A lua abandona, é então expulsa para o espaço interestelar e dissolvida no caos.

Extras:

  1. A luz ___ do Sol contém as ______ cores do espectro, tal como  ______ contém em si todas as coisas do ______  _______.
  1. Qual é a cor (aproximada) do Corpo Vital?

Resposta:

 “Luz Branca do Sol contém as sete cores do espectro.”

“Tal como Deus contém em Si todas as coisas do nosso Sistema Solar”

Medite um pouco e rescreva a frase abaixo com as expressões entre parênteses: 
“Branco de um Triângulo Surge de um Fundo Negro”  
(Síntese, Divina Trindade, Deus Manifestado, Verbo, Caos, Deus não Manifestado).  

Fontes de Pesquisa:

Estudo de Astrologia Rosacruz

Simpatias e Antipatias – Fortalezas e Interpretações

A fim de compreender quais Aspectos entre 2 horóscopos temos mais tendências a responder, e quais a tendência é mais fraca, é imprescindível utilizar a técnica das forças astrais, bem como se estão se aproximando ou se distanciando.

Essa técnica advém do fato dos Astros, quando estão em determinados Signos, estarem fortalecidos ou enfraquecidos.

A Tabela abaixo resume a intensidade dessas Forças. Com elas conseguimos entender: onde o relacionamento entre 2 pessoas é reforçado – Regente e Exaltado – beneficamente nos assuntos envolvidos, onde há mais atritos quando o Aspecto é adverso e onde é enfraquecido – Detrimento e Queda – e aqui, também, pouco reforçado ou pouco atrito.

Caso haja “empate” nas forças, então partamos para o critério de aproximação/distanciamento: se há aproximação, então a tendência é mais forte (para o bem ou para o mal) do que quando há distanciamento. Com isso se traça o mapa de relacionamento em cada assunto entre 2 pessoas.

Estudos da Bíblia sob a óptica dos Ensinamentos Rosacruzes

1ª Epístola de S. Paulo aos Tessalonicenses – Cap. 3

O envio de Timóteo a Tessalônica —

  1. Por isso, não podendo mais suportar, resolvemos ficar sozinhos em Atenas,
  2. e enviamos a Timóteo, nosso irmão e ministro de Deus na pregação do evangelho de Cristo, com o fim de vos fortificar e exortar na fé,
  3. para que ninguém desfaleça nestas tribulações. Pois bem sabeis que para isso é que fomos destinados.
  4. Quando estávamos convosco já dizíamos que haveríamos de passar tribulações; foi o que aconteceu, como sabeis.
  5. Por isso, não podendo mais suportar, mandei colher informações a respeito de vossa fé, temendo que o Tentador? Vos tivesse seduzido, inutilizando o nosso trabalho.

 Ação de graças pelas notícias recebidas —

  • Agora, porém, Timóteo voltou para perto de nós, da visita que vos fez, trazendo-nos boas notícias a respeito da vossa fé e caridade, afirmando que guardais s empre afetuosa lembrança nossa e que desejais ver-nos, assim como nós também a vós.
  • Meus irmãos, a vossa fé nos consolou, em meio a muita angústia e tribulação.
  • Agora estamos reanimados, porque estais firmes no Senhor.
  • Como poderíamos agradecer a Deus por vós, pela alegria que nos destes diante de nosso Deus?
  •  Noite e dia rogamos com instância poder rever-vos, a fim de completarmos o que ainda falta à vossa fé.
  •  Deus, nosso Pai, e nosso Senhor Jesus aplainem o nosso caminho até vós.
  •  A vós, porém, o Senhor faça crescer e ser ricos em amor mútuo e para com todos os homens, a exemplo do amor que nós vos temos.
  •  Queira ele confirmar os vossos corações numa santidade irrepreensível, aos olhos de Deus, nosso Pai, por ocasião da Vinda de nosso Senhor Jesus com todos os santos.

Introdução:

Acredita-se que a Primeira Epístola aos Tessalonicenses seja a mais antiga epístola escrita por Paulo que ainda exista hoje e é possível que seja o livro mais antigo do Novo Testamento. Durante a segunda viagem de Paulo, ele e seus companheiros, Silas, Timóteo e Lucas, cruzaram o Mar Egeu e seguiram para a Macedônia (ver Atos 16 :6–12) chegando a Tessalônica no início do ano 52 DC e partindo no final de maio, continuando até Atenas e Corinto. Tessalônica tinha duas importantes características era a cidade mais populosa e próspera do antigo reino grego da Macedônia: fora edificada no melhor porto natural do Mar Egeu e por ali passava a principal estrada de ligação entre Roma e a Ásia.

Paulo escreveu 1 Tessalonicenses para os membros da Igreja que moravam em Tessalônica. Com isso iniciou-se a pregação do evangelho na Europa (Os seguidores de Cristo em Tessalônica estão entre os primeiros convertidos europeus da Igreja.). Na Europa, Paulo encontrou um mundo diferente e condições diferentes. As epístolas aos Tessalonicenses são a mensagem da ressurreição para a nova era – não, como as igrejas exotérica ou ortodoxa 1 a interpretam, ressuscitando a vida após a morte (no último dia), mas para a entrada na nova era, na era do ar (aquário) ou na era dos éteres.

Depois de pregarem em Filipos (ver Atos 16:12–40), Paulo e Silas seguiram para Tessalônica, mas foram expulsos da cidade por um grupo de líderes judeus (ver Atos 17:1–9). Os seguidores tessalonicenses de Cristo continuaram a serem perseguidos mesmo depois que Paulo e seus companheiros partiram.

Os ensinamentos de Paulo nessa epístola concentram-se principalmente nas questões relacionadas à:

* Segunda Vinda de Cristo

* Nas tribulações que os seguidores de Cristo enfrentarão:

*  antes que Ele volte ( 1 Tessalonicenses 3:3 )

*  por ocasião da Segunda Vinda ( 1 Tessalonicenses 4: 13-14 )

*  no momento da Segunda Vinda ( 1 Tessalonicenses 5: 1-2 ).

Em 1 Tessalonicenses 3, Timóteo informou a Paulo que os seguidores de Cristo Tessalonicenses permaneceram fiéis apesar da perseguição e que sua boa influência estava se espalhando (1 Tessalonicenses 3: 6-8). Paulo enviou Timóteo de volta a Tessalônica para fortalecer a fé dos novos convertidos e ver se tudo ia bem com eles.

Estudo:

Em 1 Tessalonicenses 3: 1-7: Timóteo informou a Paulo:

Que os seguidores de Cristo haviam permanecido fiéis a despeito das perseguições.

Que os seguidores de Cristo (provavelmente) tinham muitas dúvidas quanto à Segunda Vinda de Cristo.

Assim, Paulo escreveu, também 1 Tessalonicenses 3, aos seguidores tessalonicenses de Cristo, para tirar suas dúvidas e dar a eles mais informações de como se prepararem para a segunda vinda de Cristo.

Em 1 Tessalonicenses 3: 9-10,  Paulo disse que pedia em oração durante o tempo que passou longe dos membros tessalonicenses. (Colocando no campo egóico daquelas pessoas, os benefícios espirituais que a oração do Pai Nosso traz a todos).

Em 1 Tessalonicenses 3: 11-13, Paulo para fortalecer a fé dos membros da Igreja de Tessalônica, pedindo a Deus Pai e a Cristo aplainarem o caminho até Deus (caminho do meio), e a entenderem melhor como desenvolverem seus Corpo-Almas (ajudando aos outros através do amor mútuo (sem separatividade) ou a caridade) e prepararem-se para a Segunda Vinda de Cristo (“o que ainda falta à vossa fé” (a habilidade de funcionar conscientemente fora do Corpo Denso)).

1 – Religiosos exotéricos trabalham um Deus externo; as religiões esotéricas dirigem a busca de encontrar o deus interior.

Época Polar

Estudando o caminho da evolução podemos ver que uma das características marcantes do Processo Evolutivo é a recapitulação de condições análogas as que já experimentamos antes. Por isso que hoje repetimos tanto que a evolução é uma espiral, sempre para cima em níveis crescentes de perfeição. Podemos observar o tempo, as diversas fases de nossa vida, pois tudo está em constante mudança.

Quando a Terra surgiu do Caos no começo do Período Terrestre a Época Polar a cor era um vermelho escuro. Estávamos no Globo D e foi nesta época, mas exatamente na 4ª Revolução do Período Terrestre que teve início o verdadeiro trabalho deste período.

Esta época foi realmente uma recapitulação do Período de Saturno e a terra ainda fazia parte do Sol. Nós como Espíritos Virginais estávamos nos polos que era o lugar menos quente e o mais apropriado para nossos corpos. Uma vez que não suportávamos viver mais próximo do centro do Sol. Onde o calor era imenso para nós, devido ao fato de não estarmos evoluído a níveis que suportássemos o calor daquele ambiente.

Nesta época o ser humano passou através do estado mineral. E o nível de consciência do ser humano nesta época era semelhante ao estado de transe profundo. Nesta parte da evolução não estávamos preocupados com o que pudesse acontecer com nosso corpo. Por isto tivemos a importante ajuda dos Senhores da Forma para ajudar na construção do primeiro corpo mineral. É claro que o corpo não era uma maravilha que hoje conhecemos como corpo físico, contudo era o que conseguimos construir com a ajuda da Hierarquia, uma vez que já tínhamos o livre arbítrio.

Éramos algo enorme e pesado, semelhante a um óvulo gelatinoso. Tínhamos um órgão que projetava na parte superior deste esquisito corpo. Que eram os nossos olhos e ouvidos e que hoje conhecemos como Glândula Pineal e toda energia era dirigida para dentro com o objetivo de construir os órgãos com a ajuda das hierarquias divinas.

Nosso contato naquela época era direto com os seres superiores até porque não tínhamos consciência do ambiente externo. Este órgão que era parecido a um flexível tentáculo que auxiliava na locomoção e na sensação é que nos orientava quando tentávamos nos deslocar. No início quando fazíamos esta tentativa e deparávamos com o calor o corpo se desintegrava. E assim, com o passar de milhares de anos este órgão foi se desenvolvendo e até que se tornou sensitivo as condições de perigo e se tornava mais fácil saber o lugar mais seguro para transitar ou se locomover.

Éramos uma criatura imensa e gelatinosa e para se propagar a espécie, dividíamos em duas espécies gelatinosa menor e com isto tínhamos a oportunidade de criarmos novos corpos para evoluir. Uma vez que se morria muito rápido e então precisa aproveitar este tempo para melhorar os corpos. A Época Polar na Bíblia está relacionada com a figura simbólica de ‘Adão – formado de barro’.

SERVIÇO DE AUXÍLIO E CURA

Todas as semanas, quando a Lua se encontra num Signo Cardeal (Áries, Câncer, Libra ou Capricórnio), reunimo-nos com o propósito de gerar a Força Curadora por meio de fervorosas preces e concentrações. Esta força pode depois ser utilizada pelos AUXILIARES INVISÍVEIS, que trabalham sob a direção dos IRMÃOS MAIORES com o propósito de curar os doentes e confortar os aflitos.

Nessas datas, as 18h30, os Estudantes podem contribuir com esse serviço de ajuda, conforto e cura, sentando-se e relaxando-se na quietude do seu lar ou onde quer que se encontre, fechando os olhos e fazendo uma imagem mental da Rosa Branca e Pura situada no centro do Emblema Rosacruz. Em seguida leia o Serviço de Cura e concentre-se intensamente sobre AMOR DIVINO E CURA, pois só assim, você poderá fazer de si um canal vivo por onde flui o Poder Divino Curador que vem diretamente do Pai. Após o serviço de cura, emita os sentimentos mais profundos do amor e gratidão ao Grande Médico para as bênçãos passadas e futuras da cura.

Datas de Cura:

Abril: 7, 13, 21, 28

 Dizendo-lhes: “Se vocês derem atenção ao Senhor, o seu Deus, e fizerem o que ele aprova, se derem ouvidos aos seus mandamentos e obedecerem a todos os seus decretos, não trarei sobre vocês nenhuma das doenças que eu trouxe sobre os egípcios, pois eu sou o Senhor que os cura”. Êxodo 15:26

poradmin

Novo Ecos da Fraternidade Rosacruz em Campinas – SP – Brasil – Fevereiro de 2020

O Ecos de um Centro Rosacruz tem como objetivo informar as atividades públicas de um Centro, bem como fornecer material de estudo sobre os assuntos estudados durante o mês anterior.

Para acessá-lo (formatado e com as figuras): ECOS nº 45 – Fevereiro de 2020 (Quaresma, Repouso entre duas Revoluções de um Período Evolutivo, Conjunções boas e adversas, 1ª Epístola aos Tessalonicenses – Cap. 2 – Gênese e Evolução do nosso Sistema Solar-Caos) 

Atividades gerais ocorridas no mês de fevereiro:

  • Nosso Centro recebeu a doação de um aparelho de ar condicionado para nossa sala de reuniões e estudo. Doação de um irmão do Centro Rosacruz de Campinas, a quem agradecemos enormemente.
  • Reinstalação das cortinas com novos varões.

Resumo das Atividades em forma de Estudos e Reuniões ocorridas em nosso Centro:

Dia 02/fevereiro – 16 h: Estudo de Corinne Heline: Significado Espiritual da Estação Quaresmal – Parte 1

Dia 02/fevereiro – 17 h: Estudo de Filosofia Rosacruz – Período de Repouso entre Revoluções – 4ª Revolução do Período Terrestre

Dia 09/ fevereiro – 16 h: Astrologia Rosacruz: Simpatia/Antipatia – Conjunções boas e adversas mútuas

Dia 09/ fevereiro – 17 h: Estudo da Bíblia segundo os ensinamentos Rosacruzes – Epístola de São Paulo aos Tessalonicenses/ Cap. 2

Dia 16/ fevereiro – 16 h: Reunião de Estudante Regular – Apenas para Estudantes Regular

Dia 16/ fevereiro – 17 h: Estudo de Filosofia Rosacruz – Gênese e Evolução do nosso Sistema Solar – Caos

Realização dos Rituais Devocionais (incluindo os Hinos de Abertura; Signo do mês solar e Encerramento).

Dias 6, 12, 19, 26/fevereiro– Rituais do Serviço de Cura e demais dias do mês – Rituais do Serviço do Templo

Assuntos abordados durante os Estudos desse mês:

Significado Espiritual da Estação Quaresmal – parte I

Os principais acontecimentos da vida de Cristo Jesus, configuram o Caminho da Iniciação

  • Advento: marca o fim de um ciclo que culmina na Noite Santa
  • Domingo de Ramos:  Simboliza as quedas que tivemos durante o ano anterior
  • Quarta-feira de Cinzas: Marca o início do período destinado ao Autoexame
  • Quaresma:
  • 40 dias – se fizermos a redução teosófica do número 40 (reduzir todos os números formados por mais de um algarismo em um número unitário) chegaremos ao número 1 que marca o início de um novo ciclo. O ciclo da ressureição. O número quarenta representa um tempo de preparação para a culminação de qualquer esforço espiritual elevado.
  • Esse período deveria ser destinado a um profundo exame do coração. A revisitarmos os acontecimentos do ano anterior e a assimilar a essência das experiências adquiridas. É um extenso período de provação, que começa com a entrada do Sol em Capricórnio no Natal e continua durante os meses seguintes. A quaresma termina no domingo da ressureição e nos diz que a morte não existe. Esse é o objetivo de cada um de nós: conseguir sair desse corpo e continuar vivendo no outro plano conscientemente e sem medo. Esse foi o ensinamento passado por Cristo.
  • Sexta-feira Santa: “rasgou-se o véu do Templo de alto abaixo”. Cristo abriu o caminho da Iniciação para todos.
  • Páscoa:  o mais importante acontecimento do ano cristão. Nela o Senhor demonstrou que o Espírito é imortal, e todos nós podemos alcançar a imortalidade, ao seu tempo.

Períodos de Repouso entre Revoluções e A Quarta Revolução do Período Terrestre.

Entre cada período existe um intervalo de repouso e assimilação

  1. Qual a diferença entre Noite Cósmica e Repouso entre Revoluções? Noite Cósmica é equivalente ao período entre encarnações na vida de um ser humano e o Repouso entre Revoluções é comparado a uma noite de sono entre dois dias.
  2. Por que é importante ter um retorno periódico da matéria à substância primordial? Esse período é que permite ao espírito evoluir. O espírito não consegue progredir quando a matéria se cristaliza. Quando a matéria fica dura demais para o espírito nela atuar, ele se retira para recuperar sua energia.
  3. O que acontece com o Cosmos na Noite Cósmica? As forças químicas na matéria convertem o Cosmos em Caos, dessa forma a matéria retorna ao estado primordial e assim os espíritos virginais podem recomeçar o seu trabalho na aurora de um novo Dia de Manifestação.
  4. Como fica com as experiências anteriores do Espírito? Por causa das experiências anteriores o Espírito reconstrói mais rapidamente até o último ponto alcançado e facilita o progresso ulterior promovendo as alterações que as experiências acumuladas lhe ditam.
  5. Como funciona o esquema evolutivo? No esquema evolutivo há sempre espirais dentro de espirais – ad infinitum. Em cada Revolução o trabalho de recapitulação e repouso é aplicado aos diferentes Globos. Na Revolução do Globo A, a onda de vida recapitulou o desenvolvimento do Período de Saturno. Depois de um repouso que, todavia, não implicou desintegração total do Globo, mas apenas numa alteração dele, ela reapareceu no Globo B, onde foi recapitulada a obra do Período Solar. Depois de outro repouso, a onda de vida passou ao Globo C e então repetiu-se o trabalho do Período Lunar. Finalmente, a onda de vida chegou ao Globo D, que é a nossa Terra, e somente aí começou realmente o trabalho do Período Terrestre.

As espirais dentro de espirais impediram que o trabalho principiasse imediatamente depois da chegada da onda de vida do Globo D, porque o germe da Mente só foi obtido na quarta Época, sendo as três primeiras Épocas recapitulações dos Períodos de Saturno, Solar e Lunar, sempre numa escala superior.

Estudo de Astrologia Rosacruz – Simpatias e Antipatias

Consolidando os conceitos para o sistema de comparação dos horóscopos natais de duas pessoas, para se ter um maior entendimento e compreensão sobre os potenciais de relacionamento entre os dois.

  • Se seu relacionamento tem poder de permanência; compreender se os dois são compatíveis ou incompatíveis e qual o nível de cada um deles.
  • Qual dos dois tem a tendência de assumir a liderança em determinadas situações (assuntos, atividades, problemas e oportunidades).
  • Que problemas, cada um em relação ao outro, tem que superar no decorrer da vida, quando o relacionamento deve ocorrer.

Conjunções boas e adversas mútuas:

  • Sincronizando dois Temas é possível identificar conjunções astrais mútuas e analisar se elas são benéficas ou adversas. Conjunções mútuas benéficas são aquelas por meio das quais as duas pessoas se sintonizam e estabelecem relações de simpatia, onde a tendência é um relacionamento harmônico e de ajuda. Já as conjunções adversas estabelecem relações de antipatia, onde tenderá a haver mais conflitos entre as pessoas, mas também pode representar uma lição a ser aprendida ou até resgates nessa convivência. Sabemos que essas configurações são a continuidade dos relacionamentos estabelecidos em encarnações anteriores.

Estudos da Bíblia sob a ótica dos Ensinamentos Rosacruzes

1ª Epístola de São Paulo aos Tessalonicenses – Cap. 2

Quem foi São Paulo:

  • Saulo de Tarso era um soldado judeu cuja tarefa era perseguir os cristãos, como exemplo da ação das forças centrífugas do mal e da destruição.
  • No caminho de Damasco, Cristo e Saulo se encontraram. O Senhor Cristo viu em Saulo um espírito de muito valor.
  • Saulo tornou-se um cristão e adotou o nome de São Paulo que, por suas obras e seu amor a Cristo, mereceu ser citado como um legítimo exemplo de humildade.
  • Em sua vida posterior, São Paulo foi Francisco de Assis, e teve uma vida inteira dedicada ao próximo, tornando-se o símbolo do puro Amor.

Síntese do Capítulo 2

São Paulo menciona sobre a volta de Cristo e sobre a necessidade de nossa união com ele, ou seja, o esforço de imitarmos e sermos um Cristo em formação:

  • Cristo retornará no Corpo Vital de Jesus, o qual está sendo preservado cuidadosamente em um sarcófago de cristal no centro da Terra. Então, Ele reinará entre uma humanidade purificada e regenerada.
  • O Raio do Cristo Cósmico veio à Terra (no Gólgota) para tornar-se seu Espírito Planetário interno, irradiando o seu poderoso amor para auxiliar o ser humano em trabalho de redenção de suas transgressões passadas das Leis de Deus.
  • Quando os seres humanos tiverem evoluído a ponto de que seus Corpos-Alma estejam suficientemente fortes para manter flutuando a Terra em sua órbita, Cristo retornará e reinará entre uma humanidade purificada e regenerada.
  • A atual condição da humanidade ainda está longe do estado espiritual necessário para a vinda do Cristo. Portando, precisamos ainda da vinda de Cristo, emanando seus Raios Crísticos, e assim recebendo suas vibrações faremos maior e mais rápido progresso desenvolvendo nossos Corpos-Alma a fim de que possamos “encontrar Cristo no ar e estar com Ele para todo o sempre”.

No princípio da sua pregação, São Paulo faz um alerta para que não se sintam enganados sobre o que está dizendo e para que o seu trabalho não fosse feito em vão. Ele zela por seus irmãos e geme por eles até que Cristo neles seja formado.

  • Perseguir alguém só porque não pensa como nós não está de acordo com os ensinamentos dados por Cristo. Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso (1 João 4:20) “Quem ama a Deus, ame também a seu irmão” (1 João 4:21).
  • Sob a influência universal do Espírito de Cristo, devemos, cada vez mais, praticar e defender os princípios essenciais e fundamentalmente Cristãos.
  • Cristo disse: “Quando me erguer da Terra, levarei todos os homens comigo” (Jo 12:32). Note-se que Ele afirma bem claramente: “TODOS os homens”. O Cristianismo pertence a TODA a humanidade e Cristo veio tirar os pecados do MUNDO.
  • Todos os povos, religiões e credos caminham para uma união espiritual de compreensão universal, amor altruísta e fraternidade, em conformidade com o preceito maior de Cristo: “Amarás a Deus com todo seu coração — e a teu próximo como a ti mesmo”.

Baseado no Texto: Cristianismo: o que é e o que deixa de ser – Publicado na revista Serviço Rosacruz – 07-08/87)

Eles não estavam preocupados em fazer amigos, ganhar dinheiro, ou ter reconhecimento dos homens.

  • Versículo I dos Coríntios, São Paulo também se mantém firme em tal pensamento, de pregar o evangelho e nada cobrar.
  • A pessoa verdadeiramente espiritualizada identifica-se pela sua vida pura e pelas suas ações de gentileza, humildade e de ser prestativo. Os menos desenvolvidos manifestam seus “frutos” com a sua natureza de cobiça, crueldade e egoísmo.
  • São Paulo alerta que o conhecimento que divulgavam não estava sujeito ao dinheiro, ao prestígio, ao reconhecimento social, ao endeusamento e glorificação de sua personalidade.
  • “Devemos aprender a lição do trabalho para um propósito comum, sem lideranças. Cada qual, igualmente induzido pelo espírito de amor que lhe vem do íntimo, deve empenhar-se pela elevação física, moral e espiritual da humanidade à altura de Cristo – Senhor e a Luz do mundo” – (Max Heindel)
  • Tome cuidado com a sua vida, talvez ela seja o único evangelho que as pessoas leiam – São Francisco de Assis

São Paulo adverte-nos contra os falsos Pregadores

  • Cristo nos recomenda acautelarmo-nos dos falsos profetas que se apresentam disfarçados em ovelhas. Pelos seus frutos os conheceremos. A ovelha é um símbolo de pureza, mas não devemos aceitar um Ensinamento por sua pretensa inocência e sim examinar e estudar a vida dos que o professam. Os frutos são o resultado do trabalho desses que se dizem profetas que só serão bons se esses frutos também o forem. Cristo também adverte que toda a árvore que não produz bons frutos deve ser lançada ao fogo, fazendo referência ao período que passamos no Purgatório submetidos ao fogo de nossa consciência.

Extraído do texto: Interpretação Esotérica do Evangelho de São Mateus – https://www.rosicrucianfellowship.org

Estudos de Filosofia Rosacruz: Os Mundos

O Material

Deus atrai sua esfera imediata da Substância Raiz Cósmica, tornando-a mais densa que o espaço exterior (entre os Sistemas Solares). A seguir, organiza essa esfera compenetrando-a com sua Consciência, diversificando cada parte dessa divisão em que a Substância Raiz Cósmica é posta em vibração a diversos Graus e assim fica diferenciada em várias divisões.

Da mesma forma que dividimos os ambientes de uma casa para cada função de vida de seus moradores, assim os diferentes Mundos são projetados e adaptados para cada propósito do esquema evolutivo.

Os 7 Mundos

Existem sete Mundos, cada qual com um grau diferente de vibração. Como exemplo o texto ita a extrema rapidez do Mundo do Desejo (o mais próximo do Físico).

Esses Mundos não estão, como os Planetas, separados no espaço. Eles são estados de matéria com variadas densidades e vibrações. Também não são criados, nem aniquilados em um mesmo dia de manifestação.

Deus vai diferenciando em Si mesmo, um Mundo após outro, conforme as necessidades da evolução. Portanto, todos os 7 mundos vão se diferenciando gradualmente uns dos outros.

Os Mundos Superiores

Os Mundos Superiores são criados em primeiro lugar e, durante a Involução, vão se condensando gradualmente, então Deus vai diferenciando novos Mundos (O elo entre Ele e os Mundos que se consolidam)

No tempo adequado esses Mundos chegam ao Nadir da materialidade, e a vida começa então a ascender para os Mundos mais sutis.

Os Mundos mais densos vão se despovoando, e quando não têm mais serventia, Deus retira deles a atividade que os trouxe à existência.

Assim, os Mundos Superiores são os primeiros a serem criados e os últimos a serem aniquilados. Os três Mundos mais densos são na verdade fugazes no processo evolutivo.

SERVIÇO DE AUXÍLIO E CURA

Todas as semanas, quando a Lua se encontra num Signo Cardeal (Áries, Câncer, Libra ou Capricórnio), reunimo-nos com o propósito de gerar a Força Curadora por meio de fervorosas preces e concentrações. Essa força pode depois ser utilizada pelos AUXILIARES INVISÍVEIS, que trabalham sob a direção dos IRMÃOS MAIORES com o propósito de curar os doentes e confortar os aflitos.

Nessas datas, às 18h30, o Estudante pode contribuir com esse serviço de ajuda, conforto e cura, sentando-se e relaxando-se na quietude do seu lar ou onde quer que se encontre, fechando os olhos e fazendo uma imagem mental da Rosa Branca e Pura situada no centro do Emblema Rosacruz. Em seguida, leia o Serviço de Cura e concentre-se intensamente sobre AMOR DIVINO E CURA, pois só assim, você poderá fazer de si um canal vivo por onde flui o Poder Divino Curador que vem diretamente do Pai. Após o serviço de cura, emita os sentimentos mais profundos do amor e gratidão ao Grande Médico para as bênçãos passadas e futuras da cura.

Datas de Cura:

Março: 4, 11, 17, 24

Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: Não temas; crê somente, e será salva.

(Lucas 8:50)

Não se deve dar crédito a nenhuma palavra, nem obedecer a todo o movimento interior; mas, com prudência e vagar se deve, segundo Deus, examinar as coisas. Mas, infelizmente, muitas vezes cremos e dizemos mais facilmente dos outros o mal que o bem. Tão fracos somos! Porém, os seres humanos perfeitos não creem facilmente em nenhuma coisa que se lhes conte, porque conhecem a fraqueza do ser humano, inclinado ao mal e leviano em suas palavras.

Do livro: Imitação de Cristo – Tomás de Kempis

Para acessar somente os textos:

poradmin

Novo Ecos da Fraternidade Rosacruz em Campinas – SP – Brasil – Janeiro de 2020

O Ecos de um Centro Rosacruz tem como objetivo informar as atividades públicas de um Centro, bem como fornecer material de estudo sobre os assuntos estudados durante o mês anterior.

Para acessá-lo (formatado e com as figuras): ECOS nº 44 – Janeiro de 2020 (Corpo Denso, Astrologia Rosacruz, 1ª Epístola aos Tessalonicenses – Cap. 1 – Revoluções Solares e Lunares do Período Terrestre) 

Para acessar somente os textos:

A Fraternidade Rosacruz é uma escola de filosofia cristã, que tem por finalidade divulgar a filosofia dos Rosacruzes, tal como ela foi transmitida ao mundo por Max Heindel. Exercitando nosso papel de Estudantes da Filosofia Rosacruz, o Centro Rosacruz de Campinas, edita o informativo: Ecos.

Inauguração do novo modelo do Ecos

Estamos inaugurando esse mês o novo modelo do Ecos do Centro Rosacruz de Campinas, baseado no propósito que tinha Max Heindel quando criou o boletim periódico “Echoes” em Junho, 1913 que era manter os Estudantes dos Ensinamentos Rosacruzes em conexão com a atividades realizadas na Sede em Oceanside, e dessa forma mantê-los unidos em um propósito comum: construir, “sem o som de martelo”, o templo da Alma que é a verdadeira Ecclesia.

O objetivo desse periódico será o de informar aos Estudantes e interessados nos Ensinamentos Rosacruzes, as atividades e estudos que acontecem na nossa sede em Campinas, e convidar os interessados a unirem-se a nós presencialmente ou através desse conteúdo.

Atividades gerais ocorridas no mês de Janeiro:

  • Nesse primeiro mês do ano, foi feita a repintura das 2 salas (sala de reuniões e sala dos Rituais) bem como do altar onde está o símbolo Rosacruz com a rosa branca no centro. Também as cortinas foram lavadas e os varões trocados.
  • Fizemos o cantinho do café, na sala de reuniões, onde aproveitamos para abolir todos os copos plásticos, sejam de água ou café. Trocamos os copinhos de plásticos de café por xícaras e pires de porcelana e os de água por canecas (cada um trazendo a sua).
  • Recebemos de doação um purificador de água, novo, onde agora podemos ter água fresca, fria ou gelada. Nossa primeira reunião do ano já foi feita nesse ambiente renovado que, acrescido com calor humano e o entusiasmo de cada um, fez dessa primeira reunião um evento fraternal animado e bem entusiasmado.

Resumo das Atividades em forma de Estudos e Reuniões ocorridas em nosso Centro:

Dia 12/janeiro – 16 h: Estudo de Astrologia Rosacruz

Dia 12/janeiro – 17 h: Estudo da Bíblia segundo os ensinamentos Rosacruzes

Dia 19/janeiro – 16 h: Reunião do Estudante Regular – Apenas para Estudantes Regualres

Dia 19/janeiro – 17 h: Estudo de Filosofia Rosacruz – (Conceito Rosacruz): Revolução Solar

Dia 16/janeiro – 16 h: Reunião de Probacionistas– Apenas para Probacionistas

Dia 26/janeiro – 17 h: Estudo de Filosofia Rosacruz – (Conceito Rosacruz): Revolução Lunar

Realização dos Rituais Devocionais (incluindo o Hino de Abertura, o Signo do mês solar e Hino de Encerramento).

Dia 02, 10, 16 e 22/janeiro – Rituais do Serviço de Cura e demais dias do mês – Rituais do Serviço do Templo

Assuntos abordados durante os Estudos desse mês:

Estudo de Astrologia Rosacruz

Simpatias e Antipatias – Física, Moral e Espiritual

São Paulo diz: o ser humano é espírito, alma e corpo. Assim, a simpatia/antipatia deve ser considerada nas 3 dimensões: física, moral e espiritual.

FÍSICA – pela comparação do Signo Ascendente dos 2 e suas respectivas Triplicidades: Signos de Fogo (Áries, Leão e Sagitário) combinam com os de Fogo e de Ar (Gêmeos, Libra e Aquário); os de Terra (Touro, Virgem e Capricórnio) com os Terra e de Água (Câncer, Escorpião e Peixes). Demais combinações não combinam. Ou seja: Fogo e Ar não combinam com Água e nem com Terra.

MORAL – Marte e Vênus. Se Vênus no horóscopo de uma pessoa estiver no mesmo Signo e grau que Marte no horóscopo da outra pessoa: simpatia, ainda que com riscos de “posse”.

ESPIRITUAL – Sol e Lua. Se o Sol no horóscopo de uma pessoa estiver no mesmo Signo e grau que da Lua no horóscopo da outra pessoa: simpatia.

(*) respeitando os 6 graus (entre Planetas) e 8 graus (com Lua e Sol) de órbita de influência.

Relacionamento ideal simpático: combinação dos dois horóscopos em todos esses particulares, sendo que a felicidade dependerá do grau de concordâncias, conforme indicado. Existem uniões em que as pessoas se harmonizam fisicamente, mas possuem características totalmente diferentes em outros aspectos, e vice-versa. Portanto, os dois horóscopos devem ser examinados globalmente para se ter uma interpretação confiável.

Outras causas para Relacionamentos localizados: Configurações entre os 2 horóscopos benéficas em determinadas Casas: interesses em comum levam a “relacionamentos de interesse, simpáticos ou antipáticos”.

Em geral: ASC em Gêmeos são, de modo geral, de uma disposição muito gentil e afável, com muita facilidade de relacionamento. São capazes de se adaptar a outras pessoas e a circunstâncias, de modo que se tornam tudo para todos.

Estudos da Bíblia sob a óptica dos Ensinamentos Rosacruzes

1ª Epístola de S. Paulo aos Tessalonicenses – Capítulo 1

Nesse capítulo São Paulo faz uma introdução, para falar sobre a importância dos ensinamentos oferecidos por Cristo. Ele prepara os Tessalonicenses para receber algumas verdades como:

  • Corpo-Alma: Epístola aos Tessalonicenses 4:17 é-nos dito que encontraremos o Senhor no ar. Portanto, nós forçosamente teremos que possuir um veículo de uma textura mais delicada do que a do nosso Corpo Denso atual. A transformação necessitará ainda de séculos para que a maioria dos homens a possa alcançar. Quando finalmente largarmos o nosso corpo denso, como Cristo o fez, nós funcionaremos num corpo chamado soma psuchicon (Corpo-Alma),
  • Corpo Espiritual: “Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual” Coríntios 15:44
  • Vida Nova: A Epístola dos Tessalonicenses contém a mensagem da Ressurreição para uma Nova Vida em todos os seus significados internos, a saber: a habilidade de funcionar conscientemente fora do Corpo Denso, fato este que ninguém descreveu com mais precisão do que este grande Iniciado Cristão.
  • Imortalidade do Espírito: Iniciação – Alguém que tenha adquirido a habilidade de funcionar nos reinos mais sutis ou reinos etéricos, sabe da verdadeira imortalidade do espírito, a continuidade da vida. A morte que ele encontra nada mais é do que uma transição de um plano de atividade para outro.
  • Novo Mundo: Paulo exortou os Tessalonicenses “pela palavra do Senhor”, que aqueles que vivem em Cristo serão na Sua próxima vinda arrebatados no ar para encontrá-Lo e estar com Ele para a Era. Este Novo Céu e esta Nova Terra estão agora em formação.

São Paulo escreveu essa epístola sobre a importância de viver para Cristo, ou seja, de viver sob os nossos ensinamentos, principalmente no que se refere a mudança de comportamento diante das coisas do mundo.

O que é esperado de nós para a segunda vinda de Cristo?

  • A vida de pureza e de serviço amoroso aos demais, exemplificada por Cristo Jesus, durante todo seu Ministério sobre a terra, tem por objetivo a espiritualização de sua Mente e a limpeza do sangue (o Lar do Ego) dos desejos inferiores e das paixões.
  • Nosso objetivo é a construção do Corpo-Alma, para isso precisamos atrair os Éteres Superiores do Corpo Vital componentes do Corpo-Alma.
  • Ele fala também sobre vencermos o conflito entre a verdade e o erro, influência separativa dos Espíritos de Raça e a Mente concreta — unida com o desejo.

Baseado no texto: A Segunda Vinda de Cristo – Publicado na Revista Serviço Rosacruz de março/72 – Fraternidade Rosacruz SP

Ele fala também sobre dar Graças à Deus.

Qual a relação entre a Lei e a Graça? 

  • A Lei nos foi oferecida por Jeová, o Legislador, o que fornece leis apropriadas para um povo que recentemente recebeu novos corpos, preparando-o para um novo período de desenvolvimento. Para facilitar a assimilação e a orientação, Jeová dividiu a humanidade em raças e nações. Esta é a Religião da Lei, prescrevendo penalidades por transgressões e antepondo o temor da lei aos desejos da carne.
  • Mas as Leis de Jeová nos instigavam a sermos conquistadores, a praticar o “olho por olho, dente por dente”. A querermos ter tudo o que pudéssemos nesse Mundo Físico.
  • Cristo deu-nos a Graça e o Perdão dos Pecados. Como lemos em João (1,17): “Porque a Lei foi dada através de Moisés, a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo”.
  • A Graça é a presença de Deus em nós para nos tornar mais perfeitos e se manifesta em forma de amor paterno e de amizade. É o que nos motiva a lutar contra a nossa natureza inferior, a equilibrar nossas emoções. É a consolação que nos torna mais humildes, corajosos e nos ajuda a renunciar a nós mesmos.
  • Junto à Graça, Cristo trouxe a doutrina do Perdão dos Pecados. Através dela é que temos força necessária para lutar, apesar dos repetidos fracassos para conseguir a subjugação da natureza inferior. A obtenção do Perdão dos nossos Pecados é feita através do arrependimento e da reforma íntima. Quando compreendemos o erro de certos hábitos e nos determinamos a eliminá-los ou a desfazer o mal feito, geramos aspirações para o bem que, em seu devido tempo, se traduzirão em retidão. O exercício de Retrospecção é o melhor meio de praticar essa doutrina (Veja mais detalhes na Conferencia XI do Livro Cristianismo Rosacruz – Max Heindel).
  • Graça e Perdão dos Pecados nos ajudam nesse retorno à casa do Pai. Através deles, podemos errar, corrigir e tentar novamente fazer o bem pelo simples fato de fazê-lo. Aos poucos, criamos o hábito de fazer o bem, e não mais faremos o mal, simplesmente porque não queremos, não sentimos vontade.

Baseado no texto: A LEI E A GRAÇA – Qual a relação entre elas e como utilizá-las no dia a dia? Do site http://fraternidaderosacruz.com/

__________________________________________________________________________________________

Estudos de Filosofia Rosacruz:

O que é o Corpo Denso?

É nossa ferramenta para a ação.

Primeiro veículo construído, tendo passado por grande período de evolução.

Está atualmente no seu quarto estágio de desenvolvimento e alcançou maravilhoso grau de eficiência e oportunamente atingirá a perfeição.

É o corpo mais perfeito que temos.

É o mais organizado dos veículos do ser humano.

Lembrando que o Germe do Corpo Denso foi dado pelos Senhores da Chama, durante a primeira Revolução do Período de Saturno.

Construído na matriz do Corpo Vital, durante a vida pré-natal, é cópia exata, molécula por molécula do Corpo Vital.

O Corpo Denso não poderia se formar se não houvesse um Corpo Vital para modelar a sua forma física.

Há também um Átomo-semente do Corpo Denso para atuar como determinador da quantidade e qualidade da matéria designada para construir esse Corpo Denso.

A Revolução Solar do Período Terrestre

Em forma de Estudo Dirigido (tente responder essas perguntas – as respostas estão no fim desse texto)

  • Leia o Capítulo X – O Período Terrestre/ A Revolução Solar do Período Terrestre

https://fraternidaderosacruz.com/site/tag/ocultismo/  –  Para acessá-lo, clique O Conceito Rosacruz do Cosmos

  • Sem consultar o texto, preencha os campos vazios:
  1. Durante a Revolução Solar do Período Terrestre reconstruiu-se o _____________________________, a fim de acomodá-lo à Mente germinal. O _____________________________tomou forma parecida à do _______________, do qual assimila as condições necessárias para ser empregado como veículo mais denso durante o Período de Júpiter. Nesse período o __________________ se espiritualizará.
  1. Os Anjos foram à humanidade no:
  2. a) Período de Saturno,
  3. b) Período Solar,
  4. c) Período Lunar,
  5. d) Período de Júpiter.
  1. Com qual corpo Os Anjos trabalham? ____________________________
  1. Atualmente a organização do ____________________ é a mais perfeita depois da do Corpo Denso.
  1. Colocar (V) Verdadeiro ou (F) Falso para nas frases abaixo:
  2. a) O Corpo Vital não é um veículo separado, é somente uma ligação e que não passa de um modelo do Corpo Denso. ( )
  3. b) O ser humano, em seu estado atual de evolução, pode ordinariamente empregar o Corpo Vital como veículo separado. ( )
  4. c) Na maioria dos seres humanos o Corpo Vital permanece unido ao Corpo Denso, e separá-lo totalmente causaria a morte desse Corpo. ( )
  5. d) Noutros tempos, O Corpo Vital, não estava tão firmemente incorporado ao Corpo Denso. ( )
  1. Nas Épocas Lemúrica e Atlante, o ser humano era um Clarividente: Voluntário ou Involuntário?
  1. A Clarividência Involuntária ou Voluntária é um fenômeno produzido pela frouxa conexão entre o Corpo Denso e o Vital? Sim ou Não?
  1. Preencher os campos vazios:

Desde a Revolução Solar do Período Terrestre, o _____________ ligou-se muito firmemente com o _____________ na maioria das pessoas, porém não tanto nas chamadas ___________. Nessa débil conexão está a diferença entre a pessoa psíquica e a comum ou ___________ de tudo que não sejam as impressões dos cinco sentidos.

  1. Colocar (V) Verdadeiro ou (F) Falso para nas frases abaixo:
  2. a) Todo o ser humano tem que passar através e por um período de íntima conexão dos seus veículos para experimentarem a consequente limitação de consciência. ( )
  3. b) Umas das classes de sensitivos são os que ainda não se submergiram firmemente na matéria, por exemplo, a maioria dos indígenas, dos hindus, etc., que possuem certo grau de clarividência ou são sensíveis aos sons da Natureza. ( )
  4. c) Atualmente temos duas classes de sensitivos, os que se desenvolvem de maneira passiva e os que se desenvolvem por sua própria vontade. ( )
  5. d) A classe que se desenvolve de maneira passiva, sem energia, por meio da ajuda de outros. Voltam a despertar o plexo solar ou outros órgãos relacionados com o Sistema Nervoso Involuntário, tornam-se clarividentes involuntários ou médiuns, sem domínio algum sobre a sua faculdade. Retrocedem. ( )
  6. e) A outra classe é formada pelos que, por sua própria vontade, desenvolvem os poderes vibratórios dos órgãos relacionados atualmente com o Sistema Nervoso Voluntário. Convertem-se em ocultistas treinados, dominam seus próprios Corpos e exercem a faculdade da clarividência à sua vontade. Por isso são denominados clarividentes voluntários. ( )
  7. f) No Período de Júpiter, o ser humano funcionará no Corpo de Desejos, como funciona agora em Corpo Denso. ( )
  8. g) Todo desenvolvimento é súbito na Natureza. ( )
  9. h) O processo de separação dos Corpos Denso e Vital já começaram, mas o Corpo Vital não terá um grau de eficiência maior do que tem agora o Corpo Denso. ( )
  10. i) Atualmente o Corpo Vital é um Veículo pouco flexível. ( )
  11. j) O Corpo Vital terá um elevado grau de eficiência, maior do que tem agora o Corpo Denso. ( )
  12. k) Por ser O Corpo Vital um veículo muito mais flexível, o espírito poderá usá-lo de maneira atualmente impossível se comparado com a pouca flexibilidade do veículo Corpo Denso atual. ( )

Respostas:

  1. Corpo Vital, Corpo Vital, Corpo Denso, Corpo Denso.
  2. c) Período Lunar
  3. Corpo Vital
  4. Corpo Vital
  5. a) F, b) F, c) V, d) V
  6. Involuntário
  7. Sim
  8. Corpo Vital, Corpo Denso, sensitivas, inconsciente.
  9. a) V , b) V , c) V , d) V , e) V , f) F , g) F , h) F , i) F , j) V , k) V .

Mais Referência, Estudo dirigido da Elsa Glover:

http://rosanista.users4.50megs.com/library02/rourcc01.htm

A Revolução Lunar do Período Terrestre

É uma recapitulação do Período Lunar – e muitas de suas condições prevaleceram (em escala superior) idênticas às do Globo D daquele Período.

No Período Lunar o objetivo era adquirir o germe do Corpo de Desejos, e iniciar a atividade germinal do terceiro aspecto do tríplice espírito no ser humano – o Espírito Humano – o Ego.

Na revolução do Globo D daquele Período os Senhores da Individualidade irradiaram de si a substância com que ajudaram o inconsciente ser evolucionante, a construir e adaptar-se a um Corpo de Desejos germinal. Ajudaram-no também a incorporar este Corpo de Desejos germinal ao conjunto Corpo Vital-Corpo Denso que já possuía.

Na Revolução Lunar do Período Terrestre houve a mesma divisão do Globo em duas partes, com o objetivo de permitir aos seres mais altamente evoluídos, a oportunidade de progredir em seu próprio passo e ritmo, progresso esse impossível a seres como os da nossa humanidade. O primeiro germe da personalidade separada foi implantado na parte superior do corpo de Desejos pelos Senhores da Mente.

Nesta Revolução os Arcanjos e os Senhores da Forma se encarregaram de reconstruir o Corpo de Desejos. Este Corpo foi dividido em duas partes tendo assim o Corpo de Desejos Superior e o de Desejos Inferior. Os Desejos Inferiores são os desejos de procriação e sobrevivência. Os Arcanjos atuaram nesta parte imprimindo os desejos puramente animais.

Os desejos de gratidão e altruísmo são exemplo de desejos superiores.

O Corpo de Desejos é um ovoide inorganizado, tendo em seu centro o Corpo Denso como uma gema de ovo com sua clara ao redor. No ovoide há certo número de centros sensoriais, os quais foram surgindo a partir de princípios do Período Terrestre. Esses centros se assemelham a remoinhos em uma corrente.

A preparação nesta Revolução Lunar foi a de fazer uma concentração do maior número de vórtices na cabeça para o Espírito Humano poder se conectar mais facilmente ao Corpo de Desejos.

SERVIÇO DE AUXÍLIO E CURA

Todas as semanas, quando a Lua se encontra num Signo Cardeal (Áries, Câncer, Libra ou Capricórnio), reunimo-nos com o propósito de gerar a Força Curadora por meio de fervorosas preces e concentrações. Esta força pode depois ser utilizada pelos AUXILIARES INVISÍVEIS, que trabalham sob a direção dos IRMÃOS MAIORES com o propósito de curar os doentes e confortar os aflitos.

Nessas datas, as 18h30, os Estudantes podem contribuir com esse serviço de ajuda, conforto e cura, sentando-se e relaxando-se na quietude do seu lar ou onde quer que se encontre, fechando os olhos e fazendo uma imagem mental da Rosa Branca e Pura situada no centro do Emblema Rosacruz. Em seguida leia o Serviço de Cura e concentre-se intensamente sobre AMOR DIVINO E CURA, pois só assim, você poderá fazer de si um canal vivo por onde flui o Poder Divino Curador que vem diretamente do Pai. Após o serviço de cura, emita os sentimentos mais profundos do amor e gratidão ao Grande Médico para as bênçãos passadas e futuras da cura.

Datas de Cura: Fevereiro: 6, 12, 19, 26

 E servireis ao Senhor, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de ti as enfermidades. (Ex 23:25)

Reflexão para o mês de Fevereiro:

“Muitos tíbios ou fracos dizem”:

Que vida feliz leva aquele homem! Como é rico e grande! Quão poderoso e elevada posição!

Considera, porém, os bens celestes e verás que as coisas temporais são nada, muito incertas e incômodas, porque nunca vivem sem temores e cuidados os que as possuem.

A felicidade do homem não consiste na abundância dos bens temporais; basta-lhe a mediania.

Verdadeira miséria é viver na terra.

Quanto mais espiritual um homem quiser ser, tanto mais amarga se lhe torna a presente vida, porque melhor conhecerá e mais claramente verá as fraquezas da natureza humana corrompida.

Comer, beber, velar, dormir, descansar, trabalhar e estar sujeito a muitas outras necessidades da natureza, é grande miséria e aflição para o homem fervoroso que, de boa vontade, desejaria estar isento e livre de todo pecado. 

Thomas de Kempis