Arquivo de tag Astrologia Rosacruz

poradmin

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volumes

A Astrologia é para o estudante Rosacruz uma fase da religião, basicamente uma ciência espiritual.

Esta ciência, mais do que qualquer outro estudo, revela o ser humano a si mesmo.

Nenhuma outra ciência é tão sublime, tão profunda e tão abarcadora.

Ela revela a relação entre Deus (o Macrocosmo) e o ser humano (o Microcosmo), demonstrando que ambos são fundamentais.

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 1 – Exatidão da Astrologia – Os Astros são Seres – O Sol – A Lua – Vênus – Mercúrio

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 2 – Marte – Júpiter – Saturno – Urano – Netuno – Plutão

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 3 – O Astrólogo – Mandala Astrológico – Ascendente – 2ª Casa – 5ª Casa – 8ª Casa – Retrogradação

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 4 – Aspectos Adversos – Aspectos Benéficos – Cruz em T e Grande Cruz – Grande Trígono – Interceptações – Relacionamentos

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 5 – Astrólogo como Cientista – Discussão do Governo – Estudo das Polaridades – Experiência Militar – Dádiva de Presentes – Regra de Ouro – Astrólogo Estadounidense

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 6 – O Ponto, a Linha e o Círculo – O Espectro – O Ritmo – O Esquema, A Proposta, O Plano Geral, O Projeto, O Desenho – A Cor – A Arquitetura – A Dança – A Música

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 7 – A Arte Dramática – Filmes Cinematográficos – A Cura – A Fraternidade do Astrólogo, do Artista, do Sacerdote e do Curador – Regozijos Astrais – Retratos de Personagens Shakespearianos – A Faculdade da Intuição – Experiência Animal

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 8 – O Mapa do Casamento – O Casamento – A Paternidade – A Infância – A Adolescência – A Fraternidade – O Signo Solar – O Espectro Genérico – A Atribuição da Sua Vida

Elman Bacher – Estudos de Astrologia – Volume 9 – A Complementação – Segurança – O Diâmetro, O Quadrante e O Decanato – Luz – Luz como Terapia – Luz como Comunicação – Luz como Afluência – Astro-Filosofia examina a Experiência no Hospital – Caminho Astrológico

poradmin

Livro: A Mensagem das Estrelas – Max Heindel e Augusta Foss Heindel 

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. I – A Evolução Segundo o Zodíaco

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. II – O Grau de Susceptibilidade às Vibrações Astrais

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. III – Você Nasceu sob uma Estrela da Sorte

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. IV – Leitura do Horóscopo

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. V – A Influência dos Signos quando Ascendentes

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. VI – A Natureza Intrínseca dos Astros

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. VII – As Crianças dos Doze Signos

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. VIII – Sol – O Dador da Vida

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. IX – Vênus – o Planeta do Amor

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. X – Mercúrio – o Planeta da Razão

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XI – A Lua – o Astro da Fecundação

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XII – Saturno – o Planeta da Dor

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIII – Júpiter_o Planeta da Benevolência – Introdução

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIII – Júpiter_o Planeta da Benevolência – nas Doze Casas

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIII – Júpiter_o Planeta da Benevolência – nos Doze Signos

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIII – Júpiter_o Planeta da Benevolência – em Aspectos com outros Astros

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIV – Marte_o Planeta da Ação – Introdução

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIV – Marte_o Planeta da Ação – nas Doze Casas

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIV – Marte_o Planeta da Ação – nos Doze Signos

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIV – Marte_o Planeta da Ação – em Aspectos com outros Astros

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XV – As Oitavas Planetárias

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVI – Urano, o Planeta do Altruísmo – Introdução

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVI – Urano, o Planeta do Altruísmo – nas Doze Casas

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVI – Urano, o Planeta do Altruísmo – nos Doze Signos

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVI – Urano, o Planeta do Altruísmo – em Aspectos com outros Astros

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVII – Netuno, o Planeta da Divindade – Introdução

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVII – Netuno, o Planeta da Divindade – nas Doze Casas

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVII – Netuno, o Planeta da Divindade – nos Doze Signos

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVII – Netuno, o Planeta da Divindade – em Aspectos com outros Astros

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XVIII – A Doutrina da Delineação em poucas Palavras

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIX – P.1 – A Mente e o Astro Regente

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIX – P.2 – A Influência dos Astros Regentes Quando com Aspectos Benéficos ou Adversos

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XIX – P.3 – Os Signos como Significadores Mentais

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XX – A Sorte na Sua Vida

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XXI – O Casamento e a Descendência

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XXII – Progressão do Horóscopo

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XXIII – Diferentes Métodos de Progressão – Parte 1

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XXIII – Diferentes Métodos de Progressão – Parte 2

A Mensagem das Estrelas-Max Heindel e Augusta Foss Heindel-1ª Parte-Astrologia Natal- Cap. XXIII – Diferentes Métodos de Progressão – Progressão dos Ângulos – Alguns Pontos Importantes

poradmin

Para os que se desanimam em estudar nos Cursos de Astrologia Rosacruz

Para os que se desanimam em estudar nos Cursos de Astrologia Rosacruz

Muitos de nós quando se inscrevem nos Cursos da Fraternidade Rosacruz se enchem de muita alegria e entusiasmo. Esperam por uma nova lição e assim que ela chega, a leem e releem e tornam a ler, para assimilar o conteúdo e elaborar as respostas. Normalmente isso acontece com o Curso Preliminar de Filosofia Rosacruz, com o Curso Suplementar de Filosofia Rosacruz e com o Curso de Estudos Bíblicos baseado nos Ensinamentos da Sabedoria Ocidental. Do mesmo modo, muitos de nós percebem que tal entusiasmo não acontece com os Cursos de Astrologia Rosacruz!

Alguns admitem até, durante anos, entender a astrologia como uma coisa de adivinhação e sem bases científicas, e iniciam o Curso de Astrologia Rosacruz até com essa cisma. Uns, vão entendendo, compreendendo, persistindo, persistindo e persistindo. Outros, tentam pular etapas, vão se enganando, e, aos poucos, vão desistindo ou fazendo sem a aplicação, ênfase e dedicação necessária e suficiente que se espera de um aspirante à Astrólogo Rosacruz.

As dúvidas sobre as bases científicas são naturais, pois é fruto de séculos de enganação com uma Astrologia que, muitas vezes, nos foi apresentada mais como uma adivinhação barata do que como uma Ciência Divina. Aqui está uma ótima oportunidade para se fazer o Exercício Esotérico do Discernimento, como fornecido no Livro O Conceito Rosacruz do Cosmos. Como separar o mundano, o falso do divino, do verdadeiro?

Que a Astrologia Rosacruz é uma Ciência Divina, isso não há dúvidas. Para atestar isso leia o livro Astrodiagnose e Astroterapia. Nesse livro Max Heindel e Augusta Foss Heindel deixam claro que a Astrologia Rosacruz é uma Ciência Divina e deve ser utilizada unicamente e exclusivamente para a Cura Definitiva (a cura que envolve o Corpo, a Alma e o Espírito, simultaneamente) das doenças e enfermidades (que nada mais são do que indicativos de lições que escolhemos aprender, ainda no Terceiro Céu, e que viemos nessa encarnação com partes do corpo que nos indicam, ainda latentes, que devemos prestar a atenção para nos dedicar a aprender tais lições e que, se insistimos em não aprendê-las, a latência se tornará ativa e a doença ou enfermidade se manifestará. Se nos mantemos alertas e aprendemos a lição, transformando (ou sublimando) aquele vício, defeito, falha ou problema em bom hábito – e depois em virtude – a doença ou enfermidade não se tornará ativa e passaremos a vida toda sem tal coisa se manifestar em sofrimentos e dores. Afinal, quaisquer coisas materiais que precisamos, teremos na medida, no tempo e quando for necessária. No livro Teia do Destino temos essa medida: “As invocações usadas para pedir coisas temporais são magia negra; pois temos a promessa de: ‘Buscai, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas’. Cristo nos indicou o limite a que podíamos aspirar no Pai Nosso, quando ensinou Seus discípulos a dizer: ‘O pão nosso de cada dia nos dai hoje’. Tanto no que diz respeito a nós mesmos como aos demais, devemos nos resguardar de ultrapassar esse limite na invocação científica”. Afinal, podemos considerar as enfermidades sob dois aspectos: a Latente e a Ativa. As tendências latentes estão indicadas pelas configurações adversas do Horóscopo. Se os pais são astrólogos ou tomam a sério os conselhos do astrólogo espiritual, a respeito das tendências de seus filhos, poderão ajudá-los de modo que as doenças possam ser evitadas ou, no caso em que isso não for possível, a pessoa possa ter condições de melhor lidar com ela e extrair o crescimento anímico que a doença lhe proporciona. É a mesma lei que diz: “se um elo de uma corrente está fraco, mas nunca a esticamos além do que ela pode, jamais se romperá”. Todavia, se as mesmas tendências de outras vidas, os abusos e as transgressões às leis de harmonia continuam nesta existência, aí se manifestarão os pontos débeis. Primeiramente surgem os sintomas, indícios de que a enfermidade se acha em processo de materialização (pois começa nos veículos Vital, de Desejos e Mente, para, finalmente, manifestar-se no Corpo Denso). “Quando se provocam os Aspectos adversos e a enfermidade aparece, as posições progredidas dos Astros orientam o curador a estabelecer um quadro completo do caso. Só o exame global do Horóscopo nos pode dar orientação segura do caráter da pessoa e o melhor modo de ajudá-la. A natureza física é indicada pelo Ascendente; pela posição e Aspectos do governante e suas configurações. Também precisamos examinar a sexta Casa, que rege a saúde e enfermidade. Isso tudo nos dará uma chave da natureza da enfermidade e o modo de removê-la ou contemporizá-la em estado latente. Por outro lado, devemos ver o papel que o enfermo deve desempenhar, em colaboração, e aí entra sua disposição física e tendências morais, marcadas pela posição do Sol e outros pontos do Horóscopo. Nossa esperança é que muitos profissionais da saúde de Mentes amplas e aquarianas, propensos a estudar um método mais avançado de diagnóstico, se achem dispostos a empregá-lo uma vez comprovada a sua eficácia”.

Quaisquer outros usos são distorções do objetivo da Astrologia Rosacruz e tende a cair na vala da adivinhação ou do palpite para se tentar conquistar algo material ou imaterial ou “justificar” o porquê agiu de um modo ou de outro. E esse tipo errado de uso é muito fácil de identificar, pois quem assim o faz, não utiliza somente o material da literatura Rosacruz para Astrologia, mas está sempre introduzindo material de outras fontes e que, logicamente, tem os mesmos objetivos de buscar “razões” para um comportamento, uma conquista de algum bem ou a justificativa para isso ou aquilo.

Um outro motivo que pode ser uma das causas dos desânimos é “descobrir” que a Astrologia Rosacruz aponta “tendências de ocorrer” e não a certeza inexorável que acontecerá. Aqui está outro equívoco, quando se esquece da máxima ocultista, como aprendemos na Astrologia Rosacruz: “os Astros impelem, mas não compelem” aplicada de maneira superficial e mesquinha. Sim! Tudo que está no nosso Tema são tendências. Nada nos é imposto, pois temos o livre arbítrio (somos criados à “imagem e semelhança de Deus”). Não é porque a pessoa tem Saturno de um modo ou de outro no Tema que tem que se comportar desta ou daquela maneira. No entanto, se ela tem Saturno assim e isso lhe dificulta resistir a alguma tentação (que, ao cair nela, ativará uma doença ou enfermidade) então, deve saber que todas as vezes que lidar com tais assuntos indicados, deve redobrar o seu cuidado, pois já sabe que tem dificuldades naqueles assuntos e a chance de cair na tentação é maior do que para outro irmão ou irmã que não tem Saturno assim. A medida, a intensidade, a dificuldade disso só a pessoa que tem o Saturno assim sabe. Por isso é importante e indispensável cada um levantar o seu próprio Tema e interpretá-lo. Jamais solicitar a outrem fazer isso, sob pena de cair no erro de quem interpretou, ter uma análise superficial da questão ou, ainda, ser enganado de propósito. Se alguém utilizar a Astrologia Rosacruz para levantar o Tema de outras pessoas estará gerando destino maduro para si mesma (e a pessoa que solicitou também) que se transformará em dívidas a serem pagas nas próximas vidas. A única situação em que assim se faz é quando é para filhos com idade menor de 14 anos, desde que feito pelos pais ou pelo responsável, para entender como melhor ajudar a tais filhos na Cura definitiva.

O estudo em conjunto é muito importante, pois um ajuda o outro e todos saem ganhando, mas o foco tem que ser naquilo que a Astrologia Rosacruz se propõe: cura definitiva das doenças e enfermidades.

Lembremos: a saúde, tê-la ou não, está diretamente correlacionada com os assuntos como personalidade, finanças, filhos, amigos, casamento etc. E tudo isso se aprende nos três Cursos de Astrologia Rosacruz.

Que as rosas floresçam em vossa cruz

poradmin

A Exatidão da Astrologia

A Exatidão da Astrologia

Milhões de vocábulos foram usados para argumentar se a astrologia é exata e científica ou não. O grupo anti-astrologia (os não estudantes, os mal informados, os religiosos exotéricos de mente pouca aberta), valem-se de argumentos que se reduzem simplesmente a considerações desdenhosas sobre as habilidades pessoais daqueles que leem horóscopos. Segundo eles, se a astrologia é cientificamente exata, isso deve ser comprovado através de um parecer uniforme de todos os astrólogos sobre um dado assunto.

Tal argumento é falso e, ater-se longamente sobre ele seria uma infeliz perda de tempo, pois, não se relaciona em nada com a essência básica do tema.

(Uma breve pausa para inquirir sobre estes “antis”: se todos os cristãos se entendem quanto ao significado da mensagem do Mestre; se todos os músicos concordam quanto à interpretação correta de uma sinfonia de Brahms; se todos os médicos estão de acordo quanto ao tratamento correto da poliomielite; e se todos os pais mantêm opiniões idênticas com respeito ao sistema ideal de educar as crianças).

Cada astrólogo difere do outro na habilidade de interpretar um horóscopo. Cada um difere de seus colegas na compreensão da simbologia, na exatidão dos cálculos matemáticos, na capacidade de intuir a essência dinâmica do horóscopo, no entendimento dos problemas psicológicos e nas potencialidades para sua solução. Esta é a “variação humana”.

A astrologia é uma ciência exata porque: cada fator em um horóscopo calculado corretamente é uma representação simbólica de efeito exato e imparcial de uma causa específica. Representa a lei cósmica e imutável de causa e efeito operando nas circunstâncias e experiências de um ser humano, num processo evolutivo de muitas encarnações. Em um horóscopo calculado corretamente, nada existe por “azar” ou capricho de um destino cego.

Cada posição astral e cada Aspecto é um fator do Corpo-Alma do indivíduo, uma fase de sua consciência, uma pedra miliária em sua jornada espiritual.

Conforme o astrólogo identifique seus descobrimentos horoscópicos, com o preceito: “Tudo aquilo que o homem semear, isso também colherá”, estará capacitado para sintetizar corretamente o mapa em sua totalidade, para deduzir causas passadas de condições presentes e para determinar as soluções potenciais.

(Publicado na Revista ‘Serviço Rosacruz’ – 03/73 – Fraternidade Rosacruz – SP)

poradmin

Interpretação Astrológica do Salmo 23

Interpretação Astrológica do Salmo 23

1 – O SENHOR é o meu pastor, não me faltará.
2 – Deitar-me faz em verdes pastos guia-me mansamente às águas tranquilas.
3 – Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor de seu nome
4 – Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte não temeria mal algum, porque tu estás comigo: a tua vara e o teu cajado me consolam.
5 – Preparas uma mesa perante mim na presença de meus inimigos; unges a minha cabeça com óleo; o meu cálice transborda.
6 – Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão por todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para sempre.

Salmos 23:1-6

Temos a impressão que esse Salmo foi escrito especialmente para nós que vivemos nestes dias de inquietação e insegurança, porque:

1. Pela repetição de suas palavras adquirimos uma sensação de paz e segurança;

2. Embora simples como uma oração infantil, elas são mais profundas do que qualquer filosofia;

3. Não sendo uma oração nem uma promessa (sendo a última linha uma profecia) apenas são um canto de fé a Deus;

4. Ele conta as belezas do mundo, a generosidade de Deus e suas bênçãos, nós não nos pertencemos, mas sim a Deus;

5. Pelo uso deste Salmo em forma de oração – recorremos às 12 Hierarquias Divinas.

A Bíblia revela-se em seus verdadeiros significados por meio de sete chaves. Entretanto, neste trabalho vamos analisá-la por meio da chave astrológica, tendo em Mente que a palavra “Senhor” se refere à Lei Cósmica.

O SENHOR É O MEU PASTOR.

A Lei Cósmica é o nosso Pastor ou Guia em nossa peregrinação através da matéria. ÁRIES, cabeça do Círculo Zodiacal, é a primeira ou a maior das 12 Hierarquias em virtude de se encontrar muito próximo à Luz, Deus, perdendo em glória apenas em relação ao Esplendor Central.

Apenas sabemos que esses Seres se identificaram como o Pai ou Princípio Vontade.

Para ajustamento de nossas vidas ao Plano Divino, torna-se necessário grande esforço, grande atividade anímica, porque o Corpo de Desejos é o elemento de ação com o qual o ser humano conta desde o tempo em que, por sua própria iniciativa, propôs-se a dirigi-lo quando a Mente era apenas um germe. Não é, pois, de se admirar que nos deparemos com grandes dificuldades devido a essa união do Corpo de Desejos, de ação e de emoção, com a Mente.

A realização da vida superior requer a separação desses dois veículos.

Adicionalmente o Ego serve-se do cérebro para dirigir e operar em todas as funções corporais, porém apenas podemos usar algumas áreas cerebrais. Restam áreas não despertas, próprias de uma vida mais ampla que virá depois de removermos as barreiras autocriadas.

NÃO ME FALTARÁ – Existe o suficiente para todas as necessidades, tanto de ordem material, como espiritual.

Quando tivermos conhecimento dos mistérios e trabalharmos com eles por meio do uso controlado das forças correspondentes que estão dentro de nós superaremos todas as carências do amanhã.

Primeiramente, necessitamos estabelecer “internamente” a ordem e harmonia usando o pensamento e a palavra para criar apenas o que estiver tonalizado com a harmonia do Universo.

Nossa segunda necessidade é desenvolver a determinação, a constância necessária para manter nossos pensamentos até que o propósito seja cumprido. Touro reflete-se na Laringe. Temos a palavra, então.

Quando admitimos que a laringe é um órgão criador, acautelamo-nos com nossas palavras, o mais alto privilégio do ser humano. Lembremos das palavras de Cristo “Toda palavra ociosa que o homem fala, terá que dar conta dela no dia do julgamento”.

A Natureza não é pródiga em dádivas, mas quando nos conformamos com suas Leis – “NÃO NOS FALTARÁ”.

DEITAR-ME FAZ EM VERDES PASTOS – Somos levados ao campo da Mente e por isso ao Signo de Gêmeos. Ele é um Signo dual, expressa forma positiva e negativa, os polos do Espírito bem como contrastes expressos no plano físico da matéria.

Foram os Senhores da Mente que implantaram o germe mental na parte superior do Corpo de Desejos, criando uma união intima entre ele e o poder emocional.

Gêmeos reflete-se em nosso corpo físico por meio dos pulmões, que ao se desenvolverem pelo aumento do oxigênio no sangue, torna possível ao Ego, levá-lo ao íntimo de seus veículos e iniciar assim a expressão de individualidade, O Ego controla seus veículos por meio do calor do sangue.

Jeová, o Senhor dos Espíritos de Raça, iniciou seu controle sobre nós por meio do ar que inalamos e o sangue que circula através dos pulmões.

Atingiu assim a evolução a sua mais alta forma de contrastes. O ser humano começou a gerar, levou a sua consciência para a sua forma exterior.

Daí, então, sua Mente embrionária, operando com alguma clareza, mostrou-lhe a si mesmo como uma forma entre outras formas. Assim, o contraste entre as formas tornou-se para ele um estado de separação, estado que em a Natureza não existe, trata-se apenas de uma nossa ilusão mental. Eis que então o nosso maior problema é o de compreender a nossa unidade com todos no universo. Essa Unidade revelar-se-á quando a Mente se espiritualizar por meio da nossa natureza emocional.

A Mente é a ferramenta, a razão o archote por cuja luz ajusta-nos os pequenos fragmentos da Verdade.
São Paulo, diz: “Agora conhecemos em parte, porém conheceremos com também somos conhecidos”. Tal são os “verdes pastos” da Mente.

GUIA-ME MANSAMENTE ÀS AGUAS TRANQUILAS – Agora nos deparamos com o Signo de Câncer, cujos Querubins despertaram-nos o Espírito de Vida, o segundo Aspecto da Divindade e a contraparte da Sabedoria ou Princípio Materno de Deus.

Câncer, o segundo dos Grandes Signos Maternos, é ativo na forma de colocar em ação o pensamento de Deus na substância física. Sob Touro a palavra criadora põe a vida em movimento rítmico ao longo das linhas determinadas pela Vontade Divina. O princípio Materno em Câncer recebe e mantém o quadro vivente do Plano, como se estivesse refletido na superfície profunda e quieta da “lagoa”, imprimindo esse quadro vivente do Plano sobre cada semente de vida em cada forma na concepção, “cada uma em conformidade com a sua espécie”. Podemos realmente dizer que a “mãe Natureza” é o Signo de Câncer. Quando a operação das formas de Câncer é compreendida, entendemos o mistério da vida em si mesmo.

Presentemente podemos censurar os quadros que diariamente passam através do nosso espelho mental, aceitando aquilo que é bom, acionando o poder criador de nossos corações a fim de que o mais prontamente possível manifeste-se em nossas vidas. Também procuramos desenvolver a visão interna que nos proporcionará a simpatia que compreende estimula e cura. O Princípio Materno de Câncer trabalha, nutre, bem como concebe. Reflete-se no estômago preparando o alimento para a digestão, ao passo que nos seios provê a nutrição para o recém-nascido. A Luz rege o Sistema Nervoso Simpático que controla todas as funções involuntárias do corpo. A vida atual causa em todos nós quase que uma contínua tensão, produzindo contrações nervosas e musculares que interferem no fluir da força vital em todo organismo. Portanto, na preparação da meditação, acalmamos a Mente, relaxamos toda a tensão, abrindo as portas do santuário interno; mas também libertando, para mais grandiosas ações, as forças que sustentam nossos corpos.

Compreenderemos então as palavras: Ele “guia-me mansamente às águas tranquilas”.

REFRIGERA MINHA ALMA – É no lar do Signo do Sol – representado em nossos corpos físicos pelo coração – que temos a explicação dessa frase. Os Senhores da Chama, a Hierarquia Criadora de Leão, deram-nos o germe do corpo físico e despertaram o Espírito Divino no ser humano em formação. Segundo o Ocultismo, o Sol é o símbolo mais aproximado que temos de Deus. É o Véu daquilo que está oculto. Por isso São João nos dá uma melhor definição: “Deus é Luz, Deus é Amor” penetrando o Universo com Sua Vida fluindo como uma corrente de fogo Vivo em toda a Natureza.

Ainda São João nos diz que “A vida era a Luz dos homens, e a Luz brilhava nas trevas e as trevas não a compreenderam.”. As Trevas representam nossa Mente concreta, ligando-nos ao mundo da forma.

Quando nossos esforços se encaminham penetrantemente em direção às trevas (o véu da matéria), apressamos a elaboração da Alma Consciente, a frutificação das experiências do Espírito relacionadas com o Corpo Denso.

GUIA-ME PELAS VEREDAS DA JUSTIÇA – Isso nós devemos aos Senhores da Sabedoria que no Período Solar nos deram o germe do Corpo Vital, atualmente composto de 4 Éteres, utilizados na elaboração da Alma Intelectual.

Mercúrio, o Mensageiro de Virgem; o Planeta da razão, ajuda-nos a desenvolver o discernimento necessário para analisar e classificar nossas conclusões, claramente. Por meio do discernimento os frutos da experiência são absorvidos, afetando decididamente o Corpo Vital, usado pelo Ego como um departamento de compensação para todas as atividades, Virgem tem seu reflexo no corpo físico por intermédio dos intestinos e de suas funções (os processos de seleção e de absorção). Pela ligação desse núcleo mental com uma forte devoção a ideais de pureza, de serviço e da verdade, seremos levados a caminhos de real utilidade.

POR AMOR DE SEU NOME – Pelo estudo do Plano Divino, o alvo essencial é o equilíbrio entre os polos positivo e negativo do ser. Entre o Espírito e a matéria, a vida e a forma, entre o Criador e a Sua vasta criação.

A confusão existente no mundo é um reflexo daquilo que o ser humano criou em sua consciência. Agora, por intermédio dos Senhores da Individualidade, que nos deram o germe do Corpo de Desejos no Período Lunar, disciplinamos esse corpo e formamos a Alma Emocional. Vênus indica a parte vital desempenhada pelo amor e pela pureza na realização do equilíbrio simbolizado por Libra. Vênus é a salvadora do bem, conservando-o para crescimento evolucionário. Repete-se em nosso corpo físico por meio dos rins, onde os elementos indispensáveis são conservados por meio da filtração da corrente sanguínea. Assim o Amor e Pureza tornam-nos aptos a joeirar o verdadeiro do falso, na Lei Cósmica por Amor ao Seu Nome.

AINDA QUE EU ANDASSE PELO VALE DA SOMBRA DA MORTE, NÃO TEMERIA MAL ALGUM – Sob Escorpião todo o trabalho requerido fundamenta-se na ligação de tudo aquilo que aprendemos durante a nossa peregrinação na matéria. Deparamo-nos aqui com o mistério da vida. Necessitamos de compreender que o Espírito “move-se sobre as águas do profundo” dentro de nós, vertendo através do canal formado por nossos desejos, criando em nós e nossas vidas as condições correspondentes àqueles desejos. De acordo com as leis da vida, harmonizar-se-á cada um dos departamentos do nosso ser tornando-nos vitoriosos sobre a vida e a Morte. Por meio de Escorpião temos a oportunidade de fundir nossas qualidades através da junção dos raios de Vênus (Touro) e Marte (Escorpião) pelo refinamento e redireção dessa grande força vital. Dessa forma nossa consciência desperta-se para o glorioso significado da vida, proporcionando-nos criar o “Novo Céu” e a “Nova Terra” para onde toda a raça humana está se movendo.

TUA VARA E TEU CAJADO ME CONSOLAM – Em Sagitário, os Senhores da Mente mantêm diante de nós a visão do nosso alvo, com Júpiter dissolvendo as barreiras que levantamos ao redor de nossa consciência. São aquelas barreiras que nos mantêm confinados àquilo que está de acordo com nossos sentidos. Sagitário é o Signo por meio do qual o Fogo Criador do Espírito Santo flui para criar em nós a Mente Superior – Deus Mente – que livre da escravidão das formas, relaciona-se com as leis e princípios subjacentes em todas as formas, criando como Deus cria. O Espírito-Santo procede da união do Pai (Princípio da vontade) e do Filho (Princípio da Sabedoria). Daí ser a mensagem de Sagitário a de juntar os poderes da Mente e do coração para que assim todos ascendam ao Trono de Deus. Impelida pelo trabalho de realização anímica, a Mente Superior desenvolve-se para manter nossos veículos em grande eficiência, refletindo-se na espiritualização do corpo por meio da elevação vibratória de cada célula. Daí então a força criadora começa a fluir como ouro liquido, ascendendo lentamente em direção ao seu objetivo situado no cérebro, para aí acionar o corpo pituitário e a glândula pineal. O fêmur representa Sagitário no corpo físico, tornando possível a rapidez e a liberdade de ação. O movimento no Caminho da Iniciação é obtido, por meio da Divindade interna.

PREPARAS UMA MESA PERANTE MIM NA PRESENÇA DE MEUS INIMIGOS – O pensamento é a semente e dele brota a ação e a manifestação. Um quadro mental na frente de Deus é a semente da qual surgiu todo o Universo, bem como todo o trabalho das inúmeras ordens de Seres de variados poderes para executar seu Plano. Nossa onda de vida particular é apenas uma definida parte do Plano de Deus como qualquer outra Hierarquia que nos precedeu na infindável procissão que se estende desde a argila até Deus.

A nossa parte não poderá ser cumprida eficientemente se não soubermos quem e o que somos, de onde viemos, porque estamos aqui e para onde vamos. Em Capricórnio temos a delineação completa do Plano. Saturno, mensageiro de Capricórnio, cuja força tem relação com o princípio e o fim da manifestação:

1. Situa os limites do Universo;

2. Cristaliza os pensamentos de Deus em formas dentro das substâncias de todos os planos;
3. Ajuda a conscientização do Ego humano na consciência física;
4. Manifesta-se na vitória do Espírito sobre a matéria e na nossa volta a Deus.

Estudando o Plano de Deus compreendemos que a forma deve ser usada somente para desenvolvimento da consciência e poder da chispa vital interna. Capricórnio reflete-se em nossos corpos físicos, nos joelhos funcionando como acomodações para o movimento, adaptável tanto mentalmente como fisicamente.

Precisamos compreender a importância de nossos corpos, servos do Ego, que requer persistente concentração para o cumprimento do Plano de Deus. Assim procedendo superaremos o ser inferior.

UNGES A MINHA CABEÇA COM ÓLEO, O MEU CÁLICE TRANSBORDA – Em Aquário temos uma visão da Forma Divina em operação através das 12 Hierarquias Criadoras e Espíritos Planetários do nosso Sistema Solar. Operam como intermediários de Deus, como Fonte e Centro de Toda a Vida, em quem nos movemos e temos nosso ser.

Cada um tem uma parte de responsabilidade no desenvolvimento do Plano Divino, alcançando a unidade na diversidade, antes que possamos merecer a primogenitura como filhos de Deus.

Estamos no ponto mais crítico de nossa evolução, donos de uma vontade livre, de corpos físicos, vitais e emocionais fortemente desenvolvidos. Por meio dos Anjos e Hierarquias de Aquário, fluem correntes do Amor Divino provendo nossas necessidades. As leis Cósmicas podem tornar-se conhecidas por intermédio de Saturno e de Urano, este impulsionando-nos a investigar os segredos da Natureza e também nos levando à originalidade, estimulando o crescimento espiritual e individual.

Saturno assistindo-nos possibilita a coordenação dessas conclusões e de pô-las em prática. Se se tornam rígidas, Urano quebra-as. Saturno clama por justiça, ordem, dever senso de responsabilidade. Por intermédio de associações, empenhados em esforços cooperativos, ascendemos pela influência de Urano ao altruísmo e. dessa forma, preparamo-nos para a Era de Aquário.

Necessitamos aprender a trabalhar em conjunto para um bem comum, desenvolvendo todos nossos poderes ao máximo, tal como fazem as células em nosso organismo físico (a unidade na diversidade). A coordenação dos movimentos está relacionada – em Aquário – com os tornozelos em nossos corpos físicos.

Quando essa coordenação é usada na movimentação para frente, no sentido evolutivo, realmente podemos dizer: “Tu unges minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.”

CERTAMENTE QUE A BONDADE E A MISERICÓRDIA ME SEGUIRÃO TODOS OS DIAS DA MINHA VIDA E HABITAREI NA CASA DO SENHOR PARA SEMPRE – O Signo de Peixes revela, por intermédio das profundezas do misticismo, as sombras dolorosas que o ser humano atraiu sobre si em virtude de seu rompimento com seus guardiães espirituais, ao assumir a responsabilidade de seus atos. A Lei de Causa e Efeito torna-se necessária porque o ser humano frustrou a Lei Cósmica. Ao tomar conhecimento da conexão entre semear e colher, Peixes torna-se o portão luminoso da libertação. O Dia da Libertação depende de nós. Podemos reclamar nossos direitos de primogenitura como filhos de Deus e enveredar pelo reto Caminho. Se assim fizermos, devemos passar pelo Tabernáculo do Deserto e, por meio da Iniciação, encontrar a Verdade que nos tornará livres.

Em relação ao corpo físico, os pés relacionam-se com o Signo de Peixes representando a base que suporta todo o corpo. Assim a influência de Peixes é o fundamento sobre o qual repousa nossa vida espiritual. É por meio da libertação que vem a compreensão, e certamente a bondade e a misericórdia nos seguirão todos os dias de nossas vidas e habitaremos na casa do Senhor para sempre.

(Revista ‘Serviço Rosacruz’ – 04/73 – Fraternidade Rosacruz – SP)

poradmin

Seria sempre arriscado colocar a tentação no caminho de uma pessoa cujo horóscopo indica Mercúrio ou Netuno afligidos por Saturno, apesar de haver influências que contrabalancem essas provas?

Pergunta: Seria sempre arriscado colocar a tentação no caminho de uma pessoa cujo horóscopo indica Mercúrio ou Netuno afligidos por Saturno, apesar de haver influências que contrabalancem essas provas?

Resposta: É esse exatamente o motivo pelo qual estamos aqui, para enfrentarmos a tentação. Precisamos entender que a tentação é uma das maiores bênçãos que podemos ter, porque se resistirmos a ela teremos vencido e adquirido uma virtude definitiva. Caso contrário, sofreremos as consequências e aprenderemos por meio da dor que nos será infligida.

Encontramos na Bíblia um exemplo elucidativo. Em determinada passagem, lemos que o Rei Davi foi tentado por Satanás a numerar seu povo e, quando ele o fez, coisas terríveis aconteceram-lhe; um grande número de pessoas morreu de peste. Em outro trecho, lemos que Deus tentou Davi a numerar seu povo e, em seguida, disse: “Eu te punirei. Tu serás derrotado por teus inimigos ou haverá uma epidemia de peste ou a morte assolará toda a região” e Davi disse: “Deixai antes que eu caia nas mãos de Deus”. Então, milhares de filhos de Israel foram ceifados pelo anjo da morte. Esses dois relatos são idênticos. Um afirma que foi Satanás que tentou Davi, e o outro diz que foi Deus. À primeira vista parece ser muito, muito estranho que Deus tenha tentado Davi, ou lhe ordenasse fazer uma determinada coisa para em seguida castigá-lo por ter obedecido sua ordem. Entretanto, se formos analisar o caso mais atentamente, veremos que se trata simplesmente de um caso semelhante ao do professor que incita seu aluno a fazer algo errado, lhe armando uma cilada, com o objetivo de verificar se determinada lição foi ou não aprendida.

(Perg. 127 do Livro Filosofia Rosacruz em Perguntas e Respostas – Vol. II – Max Heindel – Fraternidade Rosacruz SP)

poradmin

Livro – Auxílios Astrológicos

Dicas que ajudam o Estudante Rosacruz aplicar os conceitos da Astrologia Rosacruz:

Tópicos Especias – Auxílios Astrológicos