Categoria George Du Maurier

poradmin

Livro: Peter Ibbetson – George Du Maurier

George du Maurier descreve nesse Livro: “Peter Ibbetson” como um prisioneiro pode reviver as ocorrências de sua infância, se vendo a si mesmo, a seus companheiros de brinquedo, a seus pais, a todo o seu ambiente pela reprodução do registro etérico de sua vida infantil, e até de vidas passadas.

Qualquer um que conheça o segredo de como se colocar em contato com tais imagens, pode encontrar e ler a vida das pessoas com as quais mantém contato.

Sobre isso, podemos ler no Livro O Conceito Rosacruz do Cosmos: “Quando chega o tempo de passar ao segundo grau (a segunda Iniciação Menor), ao neófito é solicitado dirigir sua atenção às condições da segunda Revolução do Período Terrestre, conforme registradas na Memória da Natureza. Então, em plena consciência, observa os progressos alcançados nesse tempo pelos Espíritos Virginais, tal como Peter Ibbetson (o herói da obra “Peter Ibbetson”, de George du Maurier[1], cuja leitura recomendamos por ser uma descrição gráfica de certas fases de subconsciência) observava sua vida infantil durante as noites em que ‘sonhava de verdade’.”.

E isso só é possível porque, do mesmo modo que sabemos que os movimentos da humanidade de hoje podem ser reproduzidos, graças à câmara cinematográfica, mesmo depois que se tenham transcorridos muitos anos da morte de seus verdadeiros atores, também, iluminados pelas últimas descobertas, podemos preparar nossas Mentes para aceitar a ideia de que existe um registro automático de cada vida humana e também das vidas de comunidades, preservado, no que podemos chamar, por falta de melhor denominação, na Memória da Natureza.

Essa nos mostra os estados de evolução alcançados por todos os seres viventes e proporciona aos ministros de Deus, os Anjos Relatores, a perspectiva necessária de nos ajudar no esforço para alcançarmos a sabedoria, o conhecimento e o poder; eis os motivos pelos quais estas lições são necessárias para nosso avanço no Caminho.

[1] N.R.: George du Maurier (1834-1896) – cartunista e autor franco-britânico

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Desejos difíceis de se concretizar; anseios substituídos por comparações; tentativas frustradas

George Du Maurier – Peter Ibbetson -O livre-arbítrio e determinismo, de onde viemos, o por quê estamos aqui e para onde vamos, a origem do mal, a imortalidade da alma, da futilidade da vida

George Du Maurier – Peter Ibbetson -A definição do que eu achava que eu era e a certeza de que o que eu não era

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Como o “menino é o pai do homem”, a onda de vida humana deve, um dia, ser pai do quê?

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Eles ainda podiam comer, beber e se divertir. Eu não podia, e nem queria

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Em apenas cinco pontos podemos, simplesmente, nos tocar

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Ideias para se destacar nessa vida, mas concluir que valeu a pena viver

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Mais sucesso com as damas do que com os cavalheiros

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Amor entre Amigos como “Davi amava Jônatas” na Bíblia

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Decepções nos Relacionamentos Amorosos

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Aventurando-se em Versos e Prosas

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Um Bom Gosto pelos Escritores e Pintores

George Du Maurier – Peter Ibbetson -Um Bom Gosto por Música e seus Compositores

George Du Maurier – Peter Ibbetson -As Músicas sem Palavras

George Du Maurier – Peter Ibbetson – O Primeiro Vislumbre do que era a “Sociedade” de fato

George Du Maurier – Peter Ibbetson – No meio do caminho entre um céu abençoado que acabaste de deixar e o nosso lar sombrio de pobres mortais

George Du Maurier – Peter Ibbetson – Enfim, uma mulher que me transportou para outro mundo para sempre