Arquivo de tag saude

poradmin

Pequenas Práticas Cotidianas que interessam à sua Saúde

Pequenas Práticas Cotidianas que interessam à sua Saúde

Ao acordar, depois da noite bem dormida, em quarto de janela aberta, é mau ficar na cama a espreguiçar-se, a dar asas à imaginação; é bom fixar rapidamente a atenção nos primeiros afazeres do dia, deixando o leito sem demora.

Uma vez por dia, sempre à mesma hora, é bom esvaziar o intestino; é bom lavar as mãos e o rosto com sabonete, gargarejar um pouco de água com dentifrício, usar o fio dental e escovar os dentes em movimento circular com escova pequena e dentifrício saponáceo; é mau escovar os dentes com escova grande e em movimento apenas lateral, o que não permite a conveniente limpeza dos espaços interdentários. É mau tomar logo o banho, ainda pior se for com água morna entorpecedora. O que é bom é fazer, primeiro, ao ar livre ou, ao menos, diante da janela aberta, de 15 a 30 minutos de exercícios físicos e só depois tomar o banho frio e rápido, de chuveiro.

Depois do banho, é bom vestir roupa que proteja e não seja apertada; é mau querer trajar-se com elegância e desconforto (vestimentas apertadas, cintos apertados, saltos altos, etc.).

Antes de sair para o trabalho, é bom que o café da manhã seja feito devagar… é mau comer lendo o jornal, engolindo sem mastigar, esquecendo verduras, leite e frutas.

Depois do almoço, é bom usar o fio dental, escovar os dentes e bochechar um pouco de água para limpeza da boca; é mau ficar esgaravatando os dentes com um palito de madeira frágil e mal polido, que fere as gengivas e às vezes se quebra, entupindo o espaço interdentário.

Na rua, é mau correr para tomar um veículo, pois a ginástica já foi feita e, fora de portas, a corrida dificulta o fixar a atenção em outro veículo que possa atropelar.

No ônibus, no trem, na lotação, é mau ler, pois a trepidação dificulta a acomodação visual, concorrendo para aumentar a miopia e astigmatismo (o jornal terá sido lido rapidamente enquanto se esperava o primeiro almoço).

No trabalho é bom ter iluminação e ventilação convenientes; é bom ser prudente em tarefas perigosas; é mau distrair a atenção para focar estranhas preocupações.

Na pausa das doze ou treze horas, é bom que a refeição a se fazer seja leve (leite, uma fruta, um sanduíche), tomada devagar; é mau fazer lanche farto, novo almoço que sobrecarregue o estômago e torne menos fácil o trabalho a prosseguir.

Ao voltar para casa, ao fim do labor cotidiano, é mau tomar aperitivos alcoólicos que nos fazem perder tempo, dinheiro e, sobretudo, saúde; é mau ler no veículo, onde, além da trepidação, a iluminação é inconveniente para a vista; é bom não perder a prudência à hora de buscar a condução.

Se possui automóvel, é mau o excesso de velocidade, por mais pressa que se tenha de voltar para casa (a velocidade excessiva é a grande causa dos desastres de trânsito).

Ao chegar em casa, é bom mudar de roupa; é bom tomar um banho; é mau continuar a se preocupar com o trabalho do dia.

O jantar, é bom que seja comparável ao primeiro almoço, de pratos bem combinados, devendo-se mastigar devagar e despreocupadamente. Depois do jantar é bom usar o fio dental, escovar os dentes e bochechar um pouco de água para limpeza da boca.

Depois do jantar, tanto é bom um breve passeio a pé quanto a reunião em casa amiga para a conversa. Nesta, é bom saber falar, mas também saber escutar; é mau discutir com veemência, coisa que nos faz perder a serenidade e causa irritação.

Depois, é bom lembrar que são necessárias de sete a oito horas de sono, em quarto bem arejado, tendo o corpo convenientemente agasalhado.

(Publicado na Revista Serviço Rosacruz de fevereiro de 1968)

poradmin

Dieta Equilibrada e a Saúde

Dieta Equilibrada e a Saúde

A saúde depende da boa constituição dos tecidos e da função normal dos órgãos. Os primeiros se formam pelas substâncias nutritivas contidas nos alimentos que comemos, os quais, se são adequados, favorecem – ao mesmo tempo – o bom funcionamento do nosso organismo.

Os alimentos que naturalmente estão destinados ao ser humano, além de conter as substâncias nutritivas para fornecer energia ao corpo, possuem outras, de caráter vital, dotadas de qualidades terapêuticas; em função dessas   propriedades, podemos dividir os alimentos em vários grupos. Uns estimulam de maneira natural a função de um órgão, como, por exemplo, os vegetais que ativam o trabalho dos intestinos e curam a prisão de ventre. Outros, como o aspargo, estimulam o funcionamento renal, aumentando a quantidade de urina. Outros há que têm efeitos vitalizadores, como as vitaminas contidas em abundância nas verduras e frutas cruas, de grande importância na cura das enfermidades, especialmente o escrofulismo, o raquitismo, a tuberculose, a anemia, a debilidade geral, etc.

Cada alimento natural possui uma ou outra dessas qualidades em um grau diferente. Assim, por exemplo, as amêndoas contêm substâncias plásticas para substituir o desgaste dos tecidos, enquanto a maçã – estimulante em alto grau – é mineralizante e purificadora do sangue, porém não contém substâncias plásticas. Vários alimentos, como as ameixas, espinafre, trigo integral e outros podem ser considerados laxantes, enquanto outros são diuréticos, tônicos, calmantes, purificadores do sangue, energéticos, desinfetantes, mineralizantes, refrescantes, etc.

Os sais potássicos, absorvidos em forma de verduras, são perfeitamente assimiláveis e fortalecem os órgãos internos. O ferro contido nos vegetais e frutas em estado natural é também facilmente utilizado pelo organismo.

Alimentos que servem para a formação e reparação dos órgãos são aqueles ricos em albumina, como ovos, leite, queijo, frutas oleaginosas (amêndoas, avelãs, amendoim, nozes, pinhões, coco, castanhas), legumes secos (lentilhas, favas, etc.). A albumina é indispensável para a conservação da vida.

Geradores de energia e calor, os mais importantes são os cereais (trigo, aveia, cevada, arroz, milho, pão, féculas, batatas, castanhas, etc.); da mesma forma o são as gorduras como o azeite e a manteiga, frutas secas (figos, uvas, ameixas), mel e açúcar sem refinar. As frutas ácidas são purificadoras do sangue. Também várias hortaliças como favas frescas, cenouras, beterraba e a cebola, pelo açúcar que contêm, são energéticas.

O ferro, fator importante para a formação do sangue, encontra-se no espinafre, agrião, rabanetes, alface, morangos, ameixas e maçãs. O cálcio, que ajuda a formação de ossos, dentes, etc., está contido nos alimentos mineralizantes. O fósforo, indispensável para o cérebro e nervos, é encontrado nas cerejas, amêndoas, nozes, feijões, etc. O sódio e o potássio, necessários para neutralizar os ácidos tóxicos do sangue, estão no espinafre, cenoura, pera, laranja, maçã, etc. São muito úteis para combater a arteriosclerose, artritismo, gota, reumatismo, etc.

Portanto, vimos que o organismo requer, para seu normal desenvolvimento e função, as três classes de alimentos: plásticos, energéticos e mineralizantes. O único alimento que reúne essas três qualidades é o leite materno e, ainda que o leite de vaca seja de composição semelhante e possua igualmente essas propriedades, os elementos que o integram são ligeiramente diferentes.

Algumas pessoas que não receberam as instruções adequadas sobre uma dieta nutritiva e a quem foi dito que os legumes, ervilhas, feijões, etc. podem substituir a carne, começam a comer tais vegetais em grande quantidade, depois de abandonar o regime carnívoro. É verdade que os feijões contêm mais proteína que os bifes, porém ela não é assimilada com facilidade. Há outras que começam a viver somente de pão, batatas e outros alimentos similares que contêm amidos; como resultado, passam a sofrer de desnutrição e anemia. Uma boa dieta tem que estar bem equilibrada em todos os sentidos e não podemos esperar resultados satisfatórios a menos que a estudemos com cuidado.

Todo aquele que deseja curar-se deverá esforçar-se no sentido de   que o conjunto de alimentos que coma produza uma boa dose de reação alcalina sobre os ácidos. Igualmente, deve haver compatibilidade entre os alimentos. Essa regra consiste em não comer, em uma mesma refeição, alimentos que não combinem bem ou que se suspeite sejam de difícil digestão.

(Publicado na Revista Serviço Rosacruz de junho/1976)

poradmin

A Saúde e a Lei Divina

A Saúde e a Lei Divina

Nossos pensamentos e emoções influem enormemente na saúde do nosso corpo físico.

Portanto, é preciso que nossos pensamentos sejam limpos, puros e que as nossas emoções sejam controladas.

A oração é um meio eficaz de superar as dificuldades físicas porque, quando elevamos nossa alma a um plano superior, fazemo-nos receptivos ao Poder Curativo Divino, que é tão potente hoje, como o foi nos dias de Cristo Jesus. Esse poder nos rodeia e podemos aproveitá-lo pondo-nos em contato direto com as leis de Deus. Esse poder é abundante em todo o lugar e é da vontade de Deus que nós tenhamos saúde perfeita. Depende só de nós obedecermos ou não às leis naturais que são necessárias para a saúde: ar puro, alimentação pura, pensamentos puros e vida reta.

O poder milagroso de Deus já foi experimentado por tantas pessoas, que a maioria já não põe isso em dúvida. É aceito o fato de que não existe nada que seja impossível para o Poder Curativo do Grande Médico. Porém, nós devemos cumprir a nossa parte. A fé é indispensável, mas é igualmente importante o desejo de corrigir os maus hábitos que nos impedem de alcançar os resultados que buscamos e, no fundo do nosso ser, bem sabemos quais são esses hábitos.

Que contraditória é a natureza humana! Todo paciente deveria buscar a cura, fazendo o possível para cooperar com o trabalho amoroso do Pai Celestial. Porém, os mesmos desejos impuros que provocaram nossas dificuldades desde o princípio, continuam conosco e impedem nossa colaboração total com Deus.

Todos nós presenciamos as manifestações do Amor do Pai e, em nosso interior, podemos sentir a Sua Presença.

Que essa Divina Presença seja nosso guia na vida diária, para que possamos trabalhar com Ele e, assim, conseguirmos “milagres” em todas as esferas e momentos da vida.

PENSAMENTO

Se uma pessoa de temperamento nervoso procurar fazer, com calma, os exercícios de Retrospecção e de Concentração experimentará um efeito muito benéfico, particularmente se conseguir relaxar todos os músculos do corpo durante os exercícios. Se a pessoa relaxar completamente seus músculos, não der entrada a pensamentos exteriores e fizer, calmamente, a revisão dos acontecimentos diários – em ordem inversa – no exercício noturno, e se se concentrar sobre um ideal elevado, no exercício matutino, o nervosismo desaparecerá.

Max Heindel

(Publicado na revista ‘Serviço Rosacruz’ – 07/86)

poradmin

Sugestões para a sua Saúde

Sugestões para a sua Saúde

Assim como a água se congela pelas Linhas de força etérica nela contidas, invisíveis, mas presentes durante todo o tempo, e tomando formas sólidas de vários contornos que chamamos cristais de gelo, assim também o alimento que nós liquefazemos como sangue, congela ao longo das linhas etéricas no nosso Corpo Vital e tomando formas diferentes como cartilagens, ossos, etc., formando-se cada espécie do tecido congruentemente com as linhas etéricas dessa parte particular do Corpo.

Os chamados “mortos” são os agentes principais do processo da assimilação. Eles são os construtores, enquanto que os “vivos” são os destruidores. Os vivos têm mais força para destruir que os mortos para construir, e por essa razão é que a doença se origina.

A missão da Fraternidade Rosacruz é: ensinar as leis da natureza e como viver em harmonia com elas ajudando as pessoas a corrigir enganos passados. Daí o caráter curativo da nossa obra. Os médicos são particularmente úteis nesse trabalho e aqueles que se juntaram a nós como Probacionistas, são cuidadosamente ensinados pelos Irmãos Maiores a tratar seus pacientes durante a noite, quando ambos, paciente e médico, estão fora dos seus Corpos. Os Probacionistas leigos em medicina são como assistentes dos médicos, variando seu número de acordo com as circunstâncias.

A Lua é o corpo celeste promotor dos eventos. Embora os acontecimentos sejam regidos por outros Planetas não se realizam enquanto a Lua não os provocar.

Há dentro do corpo humano um fluxo e um refluxo (uma maré), assim como há no Mundo exterior. Ha períodos críticos em certas doenças, que podem ser previstos com segurança pela Lua. É muito importante que todos conheçam a enorme influência desse satélite.

Há uma força cósmica que culmina por ocasião da Lua Nova e outra quando da Lua Cheia. Tudo o que se inicia desde a Lua Nova aumenta em intensidade e culminando quando a Lua estiver Cheia.

Esse período marca o fluxo de vida que vem do Sol, refletido pela Lua. Esta força é um grande auxiliar na recomposição do corpo e para conservá-lo em estado saudável. Da Lua Cheia até a Lua Nova, esta grande força-luz torna-se cada vez mais escura e tudo que é iniciado nesse período tende a definhar e a morrer gradualmente.
Sabendo que a Lua tem essa influência, conforme aumente ou diminua em luz, concluímos que esse fator deve ser levado em consideração quando aplicarmos algum tratamento. Todos os tratamentos podem ser divididos em duas classes gerais: estimulantes e sedativos. A primeira classe tem efeito mais acentuado e é melhor aplicada durante o aumento de luz da Lua. A outra é melhor empregá-la durante o período decrescente da Lua.

A regra geral é: desde a Lua Nova até a Lua Cheia, os estimulantes produzem mais efeito e os sedativos, menor. Diminua a dose de estimulantes e aumente a dos sedativos. A única exceção a esta regra é quando a Lua crescente se aproxima de uma conjunção com Saturno. Neste caso, dê doses maiores de estimulantes e menores doses de sedativos.

Quando a Lua Crescente se aproxima de uma Conjunção com Marte e Mercúrio, os estimulantes têm seu máximo efeito e os sedativos o mínimo.

Quando a Lua Crescente está em bom Aspecto com Júpiter e Vênus, os estímulos cardíacos produzem seu efeito mais duradouro. A palpitação é tratada com melhores resultados quando a Lua está decrescendo e faz aspectos favoráveis com os Planetas por último. Aplique estimulantes cardíacos com muita cautela quando os Aspectos da Lua para com esses Planetas sejam desfavoráveis, especialmente em Lua Nova. Os anestésicos também, nessas ocasiões, poderão produzir resultados fatais. Se inibimos o nervo pneumogástrico em certa medida, aquietamos a ação do coração e assim estamos aplicando o que em medicina chama-se um sedativo. A manipulação desse nervo de modo a estimular sua ação tem valor similar ou equivalente à aplicação de um estimulante medicinal.

(Publicado na Revista Serviço Rosacruz – 4/72, traduzido da revista Rays From The Rose Cross – Fraternidade Rosacruz – SP)

poradmin

Como os Rosacruzes Curam os Enfermos

Como os Rosacruzes Curam o Enfermo

O trabalho de curar os enfermos é realizado pelos Irmãos Maiores da Ordem Rosacruz ajudados por um grupo de Auxiliares Invisíveis, que trabalham sob sua direção. Esse trabalho é executado de acordo com a recomendação de Cristo aos seus discípulos: “Ide, pregai o Evangelho e curai os enfermos”.

Os Irmãos Maiores são seres humanos que alcançaram um nível muito elevado de espiritualidade. Por meio deles o Espírito de Cristo trabalha sem cessar para o bem da humanidade.

Os Auxiliares Invisíveis são seres humanos que chegaram a um grau de evolução tal que, ao mesmo tempo que levam durante o dia em seu corpo físico uma vida consagrada ao serviço amoroso e desinteressado à humanidade, merecem o privilégio de ser durante a noite, enquanto funcionam em seus Corpos Almas, colaboradores assíduos dos Irmãos Maiores. Há uma referência a esta faculdade, nas seguintes palavras do Serviço Vespertino, que diariamente celebram os Rosacruzes em seu Templo: “E nesta noite, enquanto nossos corpos físicos descansam calmamente em seu sono, possamos nós, como Auxiliares Invisíveis, continuar trabalhando fielmente na Vinha do Senhor”. Esses seres são organizados em grupos, de acordo com seu temperamento e atitudes, e instruídos por outros que são médicos. Todos eles trabalham sob a direção dos Irmãos Maiores que são os espíritos responsáveis pela obra de curar os enfermos. É muito freqüente os pacientes sentiram a presença dos Auxiliares Invisíveis, enquanto estes trabalham para extirpar-lhes os venenos causadores da enfermidade e assim devolver-lhes a saúde.

PARA QUE O TRATAMENTO SEJA EFICAZ, É ESSENCIAL VIVER UMA VIDA PURA: Os Auxiliares Invisíveis nunca permanecem surdos aos pedidos de auxílio; contudo, para que os enfermos possam merecer a Força Curadora do Pai, devem submeter-se a uma dieta alimentar pura, isenta de carne, dormir em habitações bem ventiladas, nutrir apenas pensamentos puros e construtivos e levar uma vida dedicada ao serviço desinteressado em favor da humanidade. A Força Curadora é pura, pois tem origem no Pai. Se apelamos à ela para diminuir nossas dores, devemos viver de acordo com as Leis da Natureza, que são as Leis de Deus. Se o paciente não vive de acordo com as Leis Naturais, a base para a saúde, terá apelado inutilmente para a Força Curadora do Pai.

A FORÇA CURADORA DO PAI: Como já dissemos, a Força Curadora provém de Deus, nosso Criador e Pai Celestial, o Grande Médico do Universo. Está em toda parte, embora em estado latente. Pode ser liberada e ativada por meio da oração e da concentração e irradiada sobre a pessoa que sofre. Foi manifestada por Cristo Jesus e emana do Pai nos serviços devocionais de Auxílio de Cura que são celebrados todas as semanas em todos os núcleos da Fraternidade Rosacruz espalhados pelo mundo. Ao aplicar a Força Curadora do Pai, os Auxiliares Invisíveis elevam o ritmo vibratório do paciente até um grau conveniente, habilitando-o, assim, a expelir de seu organismo os venenos da enfermidade e a purificar cada molécula de sangue, fibra ou órgão, até que todo o corpo esteja renovado. Este processo de renovação realiza-se de acordo com as Leis Naturais e não de uma maneira milagrosa. Se o paciente continua violando as Leis Naturais, acumulando substâncias nocivas em seu sistema e persistindo em viver uma vida incorreta, frustra o processo de cura.

CAUSAS DA ENFERMIDADE: O maravilhoso organismo que chamamos corpo humano é regido por Leis Naturais imutáveis. Todas as enfermidades são o resultado da violação das Leis da Natureza, seja conscientemente ou por ignorância. Se uma pessoa está enferma é porque, na presente vida ou nas precedentes, não considerou os princípios fundamentais dos quais dependem a saúde do corpo. Se desejamos recobrar a saúde e conservá-la, devemos compreender estes princípios e harmonizar nossos hábitos de acordo com eles. Era esta a mensagem do Cristo Jesus quando disse ao paralítico curado: “Estás são, não voltes a pecar para que não te suceda algo pior” (Jo 5:14). Nem mesmo Cristo podia conceder uma saúde perfeita permanente se aquele que a recebia por meio da Força Curadora do Pai, não renunciasse aos maus hábitos causadores da enfermidade e não obedecesse às Leis estabelecidas por Deus, que são as que governam o corpo humano.

O DIREITO À SAÚDE: Há pessoas que “exigem” uma saúde perfeita e acreditam ter direito à ela. Esquecem que, nesta existência ou em outra anterior, perderam esse direito que lhes foi dado pelo Criador, por terem desobedecido às Leis Naturais. Por meio da dor e da enfermidade aprendem uma dura lição. Só quando esta lição tenha produzido seus frutos e passam a viver uma vida sã, o direito à saúde lhes será restituído.

VIOLAÇÃO DAS LEIS DA SAÚDE: A Força Curadora do Pai é construtiva, os métodos errados de viver são destrutivos. As omissões e transgressões, provenientes de uma vida errada, são as causas da enfermidade. Citaremos as principais: alimentação inadequada ou excesso de alimentos, falta de ar puro e de sol, vida sedentária, falta de domínio sobre si mesmo, abrigar pensamentos de cólera, ódio e ressentimento, gratificar desejos degradantes, maltratar outros seres, sejam eles humanos ou animais, abuso da sagrada função geradora. Desde que todos os órgãos do corpo, com suas funções respectivas se relacionam entre si, o abuso leva a doença a todo o organismo, porque cada parte influi, em conseqüência, nas demais, contribuindo para acumular os venenos da enfermidade em todo o sistema, diminuindo assim a vitalidade de todo corpo. Os sintomas locais são a evidência de que todo o corpo está enfermo. Por isso, toda a cura para ser duradoura necessita suprimir as causas e não eliminar os sintomas.

CURA ESPIRITUAL: A cura espiritual opera sobre os planos superiores do nosso ser e efetua-se conforme as Leis Naturais, que imperam “tanto em cima como embaixo”. Por conseguinte, todos os métodos de cura naturais que se aplicam em nosso corpo físico estão em harmonia com o trabalho dos Auxiliares Invisíveis, nos planos superiores.

UMA BOA ALIMENTAÇÃO É UMA MEDICINA NATURAL: O corpo é construído por meio das substâncias físicas introduzidas no sangue por nossa alimentação diária. Uma boa alimentação constitui, pois, uma terapêutica natural que o paciente deve seguir para cooperar com os Auxiliares Invisíveis, em seu trabalho de reconstruir o organismo.

EFLÚVIOS QUE SE TRANSMITE NAS ASSINATURAS SEMANAIS: A fim de que os Auxiliares Invisíveis possam operar eficazmente sobre o paciente, é necessário que se obtenha eflúvios do seu corpo vital, que é a contraparte etérica de seu corpo físico e do campo de ação das forças vitais. Esse eflúvio obtém-se através de algumas linhas que o paciente deve escrever com tinta, uma vez por semana, nos dias assinalados no cartão especial de cura.

Essa indicação é importante, porque uma pena carregada de líquido conduz melhor o magnetismo do que um lápis. O Éter que impregna o papel com a assinatura semanal dá uma indicação sobre o estado momentâneo de saúde e possibilita o acesso ao organismo do paciente. É essencial que o paciente ofereça este éter de livre vontade, com o propósito de dar acesso no seu organismo, aos Auxiliares Invisíveis. Vemos, pois, como é importante escrever regularmente as assinaturas semanais e enviá-las depois de um mês ao Serviço e Auxílio de Cura da Sede Central. Porém, se o enfermo não colaborar nesse propósito, os Auxiliares Invisíveis não poderão atuar sobre ele.

 

TEMPO NECESSÁRIO PARA A CURA: Em casos de enfermidades agudas, as curas instantâneas são frequentes quando se recorre aos Auxiliares Invisíveis. Em casos de enfermidades crônicas, que demoram muitos anos para manifestarem-se, pode sentir-se certa sensação de alívio imediato. Porém, o restabelecimento completo, que equivale a uma renovação total do organismo, só é conseguido de uma maneira lenta e gradual. Como dissemos, o trabalho de cura que realizam os Auxiliares Invisíveis não consiste em suprimir os sintomas da enfermidade, e sim em exercer uma efetiva reconstrução de todo o organismo. Para consegui-lo há necessidade de algum tempo e também, sobretudo, da cooperação perseverante do paciente, da forma que foi indicada acima.

REUNIÕES DE CURA NA SEDE CENTRAL: As reuniões de Cura têm lugar na Sede Central, em São Paulo, quando a Lua transita em Signo Cardeal do Zodíaco. A hora* fixada para esse serviço devocional é às 18 horas e 30 minutos. A característica dos signos cardeais é irradiar energia dinâmica e tornar ativa as obras que se iniciam debaixo de sua influência. Por conseguinte, os pensamentos de auxílio e cura emitidos em todo o mundo por aqueles que querem transmitir sua ajuda, estão dotados de um maior poder quando iniciam seu pensamento misericordioso sob esse impulso cardeal.

Se você deseja associar-se a esse serviço devocional de ajuda aos demais, recolha-se tranqüilamente, quando seu relógio marcar 18 horas e 30 minutos, medite fervorosamente sobre a saúde, feche seus olhos e faça uma imagem mental do Símbolo Rosacruz com a Rosa Branca no centro e concentre-se sobre a força Curadora do Pai. Peça com devoção e fé ao Pai, o Grande Médico, para que conceda a cura a todos os que Sofrem, muito em particular àqueles que hajam solicitado ajuda e imagine o nosso Templo onde os Irmãos Maiores reúnem os pensamentos de todos esses aspirantes para serem utilizados nesta grande obra de Auxílio de Cura.

* Com a diferença de horário de cada país do globo, há sempre um núcleo Rosacruz em algum lugar do mundo, onde seus membros estão reunidos às 18 horas e 30 minutos, elevando seus pensamentos em favor dos que sofrem.

 

Se você deseja se inscrever no Departamento de Cura da Fraternidade Rosacruz é só:

1) Obter o Formulário para Solicitação de Auxílio de Cura

2) Imprimi-lo

3) Preenche-lo com caneta tinteiro (não esferográfica)

4) Envia-lo para o Endereço que está no Formulário

(*) Para obter o Formulário para Solicitação de Auxílio de Cura é só clicar aqui