Categoria Cura Rosacruz

poradmin

O que é Caneta Tinteiro e por que tem que escrever somente com esse tipo para o Departamento de Cura?

O que é Caneta Tinteiro e por que tem que escrever somente com esse tipo para o Departamento de Cura?

Antes que os Auxiliares Invisíveis possam trabalhar com o paciente, eles devem ter o eflúvio de seu Corpo Vital.

Esta é a contraparte etérica do Corpo físico e da esfera operacional das forças vitais.

Os eflúvios são obtidos por meio das palavras (preenchidas na Ficha ou Formulário de Inscrição para o Departamento de Cura) e das Datas e Assinaturas que o paciente escreve semanalmente na Ficha de Assinaturas com a caneta tinteiro (ou pena mosquitinho).

Isso é muito importante, pois uma caneta carregada de fluído, como é o nanquim da caneta tinteiro, é um condutor de magnetismo muito maior do que um lápis seco ou uma caneta esferográfica ou hidrográfica ou, ainda, qualquer outro tipo de meio de escrita.

O Éter, que impregna o papel sobre o qual o paciente escreve, semana a semana, fornece uma indicação de sua condição no momento da escrita, e é uma chave de entrada para acesso à parte (ou -partes) doentes do seu Corpo.

Conforme mude o estado do paciente, muda igualmente o registro nas Fichas semanais !

É algo que ele deu voluntariamente e com o propósito expresso de fornecer acesso aos Auxiliares Invisíveis.

A menos que o doente faça a sua parte nesse aspecto, os Auxiliares Invisíveis são incapazes de fazer qualquer coisa pelo paciente.

Portanto: os eflúvios que procedem da mão do paciente ao escrever proveem aos Auxiliares Invisíveis uma chave de admissão ao organismo do paciente.

Por mais simples que seja essa regra, são muitos os que deixam de cumpri-la!

Com isso veja como é importantíssimo ser fiel no preenchimento semanal da Ficha de Assinaturas e o imediato envio (quando terminar de preencher as 4 assinaturas) para o Departamento de Cura da Fraternidade Rosacruz.

poradmin

A importância das Atividades nos Planos Internos durante as Crises Mundiais

A importância das Atividades nos Planos Internos durante as Crises Mundiais

As atividades nos planos internos são tremendamente reforçadas em tempos de crise. Aqueles que estão no Mundo Físico, sendo treinados como Auxiliares Invisíveis conscientes, são geralmente submetidos a uma rotina bastante regular durante suas horas de sono. Noites dedicadas à instrução e estudo se alternam com as noites que trabalham na prestação de serviço. Isto é, eles respondem aos pedidos de ajuda que se originam nos planos interno e externo da vida. No entanto, em períodos de estresse extremo, menos tempo é dado à instrução para o atendimento das demandas prementes de assistência de todos os lados.

Nós nos referimos, frequentemente, em nossos escritos à Luz Branca Divina que está sempre disponível para cura espiritual e proteção. Vamos citar alguns exemplos de sua aplicação prática.

Na atual crise internacional, os Auxiliares Invisíveis estão sendo treinados para cercar as áreas mais afetadas com uma aura de Luz Branca. As três cidades a saber, imediatamente envolvidas, Moscou, Washington D.C. e Havana, estão sendo tratadas. Moscou é cercada por uma aura de luz da qual uma linha de brilho semelhante se estende a Washington, que também é circundada pela Luz Branca, e essa linha de luz é estendida ainda mais a Havana, que também está envolvida nesta luz áurica. Esse trabalho é feito para aumentar as forças de boa vontade, união e compreensão e para diminuir correspondentemente as forças de hostilidade, ódio e desentendimento, através das quais é gerada as forças destrutivas da guerra.

Num domingo de manhã, em 23 de outubro, pouco depois do senhor Khrushchov[1] anunciar que removeria as bases de mísseis de Cuba, os jornalistas informaram que uma congregação que lotou 21 igrejas em Key West, na Flórida, saíra em conjunto e se ajoelharam no chão, de frente para Havana, para tocar em próprios corações em ação de graças. As energias curativas e harmonizantes geradas por tais orações em grupo são muito maiores do que geralmente se acredita. As Forças da Luz estão sempre irradiando seus poderes construtivos, como também, infelizmente, os poderes das Trevas. Se as pessoas, de modo geral, estivessem mais conscientes da eficácia ilimitada da oração e meditação, todos os grupos que mentalizam a espiritualidade, grandes e pequenos, dedicariam mais tempo a esse exercício. Períodos regulares seriam reservados para a prestação do serviço mundial dessa maneira. Almas despertas nos planos interno e externo poderiam se unir-se em tal atividade, trazendo um tremendo alívio a todas as áreas sob estresse e tensão, sofrimento e desastre, em todo o mundo. O amor e a luz gerados ininterruptamente, dia após dia e hora após hora, poderiam se tornar ao longo do tempo tão resistentes que realmente levaria “a paz na terra e boa vontade entre os homens”. Seria mais potente para a paz do que agitar bandeiras, gritar slogans e participar de passeatas; esse é o poder milagroso da meditação e oração.

No verão de 1939 tivemos uma experiência memorável quando nos foi permitido observar um ser elevado posicionando auras protetoras de Luz ao redor de várias igrejas, catedrais, santuários sagrados e outros locais realmente importantes por toda a Europa. Isso foi pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial. No meio do bombardeio que se seguiu, depois do que algumas cidades ficaram quase que só escombros, relatos de tal destruição observados por repetidas vezes, em que certas estruturas sagradas e históricas foram poupadas, como por milagre, da ruína.

Outra vez que precisou do trabalho intensivo por parte dos trabalhadores dos planos internos, ocorreu quando da decisão de Mussolini de se juntar à Alemanha de Hitler, o que se tornou em um equilíbrio instável. Dia após dia e noite após noite, a atividade continuou nos reinos interiores, mas as forças das trevas prevaleceram. A tristeza, o sofrimento e a destruição que isso trouxe à Itália, e o terrível fim desumano que resultou à própria vida de Mussolini, foram as trágicas consequências da aliança maligna.

Um evento importante em conexão com as atividades dos planos internos ocorreu quando o Congresso Norte Americano estava debatendo se os Estados Unidos deveriam ou não entrar para a Liga das Nações. Naquela época, centenas de Auxiliares Invisíveis de todas as partes do mundo se reuniram em torno do Capitólio em Washington D.C. Na noite anterior ao debate em que a questão seria decidida, essa hoste de Auxiliares Invisíveis se concentrou, criando uma atmosfera favorável ao claro pensamento positivo e ao julgamento correto. As próprias secretárias dos legisladores ficaram plenas de um magnetismo que visava acelerar o espírito do legislador ocupante. É assim que os mensageiros das Forças Brancas trabalham. Criam condições favoráveis à ação correta e construtiva. Nunca, nunca interferem com o livre arbítrio do indivíduo. Isso é absolutamente sagrado.

Contudo, o trabalho intensivo feito pelos Auxiliares Invisíveis para criar uma luz interior na qual a maior ação possível poderia ser feita, não se mostraram suficiente para superar as forças opostas. Falhou. Os Estados Unidos não se tornaram membro da Liga das Nações, com consequências terríveis. Ao falar dessa derrota, Woodrow Wilson[2] declarou, com uma antevisão rara, que foi ali que as bases foram estabelecidas para que mais tarde culminasse naquela terrível tragédia que hoje conhecemos como a Segunda Guerra Mundial.

Todos os que estão se preparando para o trabalho nos planos internos farão bem em meditar com frequência e profundidade no Salmo 91, “O Salmo de Proteção”. Essa é uma declaração de uma alma iluminada que experimentou a verdade e o poder de suas afirmações. Não somente pela fé, mas com pleno conhecimento escreveu: “Mil cairão ao teu lado e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti”.

Outro exemplo em que o ministério dos planos internos desempenhou um papel importante foi uma noite em 1958, quando Khrushchov estava sendo recebido pelo presidente Eisenhower[3] em seu refúgio rural perto de Washington.

Durante toda aquela noite, os Auxiliares Invisíveis estavam intensamente ativos. Entre eles estavam alguns dos fundadores dos Estados Unidos e numerosos outros indivíduos que tinham desempenhado um papel importante em várias crises desse país. O brilho em torno do local da reunião, naquela ocasião memorável, era tão poderoso que irradiava longe. Sem dúvida, isso deixará sua marca no local por muito tempo. Com a chegada do amanhecer, aqueles dentre os Auxiliares Invisíveis que estavam em encarnação física, retornaram a seus Corpos para retomar seus deveres habituais. Antes de deixar o local, eles haviam abençoado e receberam, por sua vez, uma bênção do alto; uma voz ressonante foi ouvida entoando: “A obra desta noite trará ricos frutos nos anos vindouros”.

Bem, de fato, pode ser que a volta favorável aos eventos ameaçadores dos últimos dias de outubro de 1962, estejam procedendo mais intimamente relacionados às atividades dos planos internos do que este mundo sonha.

                               (Revista ‘New Age Interpreter’ – Corinne Heline – 1962 – Vol. XXIII – quarto trimestre)

[1] N.T.: Nikita Serguêievitch Khrushchov foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética entre 1953 e 1964 e líder político do mundo comunista até ser afastado do poder por sua perspectiva reformista e substituído na direção da URSS pelo político Leonid Brejnev.

[2] N.T.: Thomas Woodrow Wilson (1856-1924) foi um político e acadêmico americano que serviu como o 28º Presidente dos Estados Unidos de 1913 a 1921.

[3] N.T.: Dwight David “Ike” Eisenhower (1890-1969) foi o 34º Presidente dos Estados Unidos de 1953 até 1961.

poradmin

Escala (Tom) de Música para Cada Signo como Auxílio para Cura

Escala (Tom) de Música para Cada Signo como Auxílio para Cura
A música é a linguagem do mundo celeste, o verdadeiro lar do espírito, e apresenta-se à chispa divina aprisionada na carne, como a mensagem de sua terra natal.
A música impressiona a todos, sem levar em conta raça, credo ou qualquer outra distinção mundana.
E quanto mais elevado e espiritual é o indivíduo, tanto mais claro ela lhe fala. Mesmo o indivíduo mais rude não fica impassível ao ouvi-la.

Em cada um de nós há um tom que produz uma vibração clara e distinta na parte inferior da cabeça.

Toda vez que se toque a nota, sente-se nesse lugar a mesma vibração.
Essa nota ou som é a nossa “nota-chave”.
Se for tocada lenta e suavemente, descansa e repousa o Corpo, tonifica os nervos e restaura a saúde.
Da mesma forma, cada Signo do Zodíaco (ou Hierarquia Criadora ou, ainda, onda de vida) possui a sua nota-chave.
Assim, uma música tocada suavemente no tom da nota-chave de um determinado Signo é um tratamento para minimizar os efeitos da doença ou enfermidade na parte do Corpo regida por esse Signo.
Veja na Tabela abaixo, para cada Signo, qual é o tom da música que se deve ouvir quando em tratamento de doenças e enfermidades e alguns exemplos de músicas com melodia, harmonia e ritmo apropriado (você encontra outras na internet ou adquirindo em CD ou Streaming):
poradmin

As duas primeiras encarnações humanas de um gorila que chegou ao estágio de ser humano

As duas primeiras encarnações humanas de um gorila que chegou ao estágio de ser humano

Relatarei mais uma história do trabalho dos Auxiliares Invisíveis que ilustra bem a ajuda que é dada aos seres atrasados para que eles possam obter o progresso mais rápido em sua evolução. Alguns Auxiliares Invisíveis estavam na parte oeste da América do Norte e se encontraram com um menino negro que se parecia muito com um gorila[1]. Eles conversaram com o menino e descobriram que ele estava muito disposto a aprender. Ele era um bom e forte nadador. Ele tinha salvado muitas pessoas numa recente inundação. Os Auxiliares Invisíveis descobriram que ele estava, agora, no seu segundo corpo humano e que ele tinha reencarnado duas vezes nos últimos quinhentos anos.

O menino seguiu uma das Auxiliares Invisíveis por todo os lugares, e disse que gostava dela. Quando ela disse que estava indo embora, o menino disse que gostaria de convidá-la para visitá-lo, mas que sua casa havia sido destruída pela inundação e não sabia onde estavam seus pais. A Auxiliar Invisível o beijou, ele a abraçou e disse: “Eu sei que vocês dois não são como eu. Não tenho certeza, mas vocês parecem pessoas que voam pelos ares. Eu já vi vários deles e eles conversaram comigo quando estava dormindo”.

Os Auxiliares Invisíveis contaram para ele que eles viajam pelo ar.

“Então vocês são Anjos”, disse o menino. “Meus pais me contaram sobre os Anjos”.

A Auxiliar Invisível lhe disse que em breve o veria novamente e falou sobre seu trabalho.

“Certifique-se e me encontre, porque eu não sei onde estarei”, o menino respondeu.

“Tudo bem”, disse a Auxiliar Invisível. “Agora, seja um bom menino e ajude em tudo o que você puder”.

Ele disse que faria, e os Auxiliares Invisíveis desapareceram.

Mais tarde, os Auxiliares Invisíveis encontraram o menino, porém, ele não havia ainda encontrado seus pais. Os Auxiliares Invisíveis os procuraram e os encontraram no país do outro lado da terra inundada. Eles retornaram até ao menino e disseram-lhe que iriam levá-lo para casa de seus pais.

“Meus pais são bons para mim, mas eu prefiro ir com vocês”, ele disse.

Os Auxiliares Invisíveis disseram-lhe que se deitasse e obedecesse. Os Auxiliares Invisíveis então o pegaram, carregaram pela água até o lar temporário de seus pais, o colocaram no chão e o acordaram. Ele estava atordoado, mas feliz. Os Auxiliares Invisíveis entraram com ele na casa; sua mãe correu até ele e o beijou e o seu pai o abraçou.

Os Auxiliares Invisíveis descobriram que os pais eram pessoas boas e inteligentes e que eram muito gentis com o menino. Os Auxiliares Invisíveis conversaram com os pais, enquanto o menino estava comendo. “Vocês podem me dizer por que nós temos uma criança assim?”, a mãe perguntou. “Deus me tratou injustamente? Não sou tão velha e não prejudiquei ninguém”.

Uma das Auxiliares Invisíveis solicitou que fossem mostradas as vidas passadas do menino para que ela pudesse contar à mãe ou deixar que os pais vissem também. Aqui está a história que foi revelada:

Dois mil anos atrás quando os pais eram marido e mulher como agora, eles estavam na selva com o caçador profissional. O menino, que então era um gorila, os salvou da morte, mas se feriu gravemente. Eles carregaram o gorila para fora da selva e cuidaram dele, tornando-se amigo dos dois. Quando morreu renasceu como um gorila. Conheceu amigos que fizeram dele um animal de estimação e quando ele morreu sua vida em corpo de gorila havia terminado.

Quinhentos anos atrás, esse Ego encarnou em um corpo humano pela primeira vez e viveu até aos oitenta anos de idade. Então ele morreu e mais tarde renasceu para esses mesmos pais doze anos atrás, e eles o amaram, estimaram e tiveram um interesse especial em ensiná-lo, pois sabiam que ele deveria ter conhecimento para ganhar a vida nesse mundo. O menino estava na 8ª série da escola.

O Auxiliar Invisível disse à mãe que ela e o pai estavam pagando uma dívida com o menino. “Que dívida?”, perguntou a mãe. Então ela mesma se ouviu a dizer: “Se ele fosse uma criança, eu certamente o ensinaria a ser um homem muito inteligente, pois o amo pela bondade dele em salvar a minha vida”. Então um homem idoso apareceu e perguntou se ela lhe daria um corpo humano se ela tivesse a oportunidade, e ela colocou os braços ao redor do gorila e respondeu: “Sim”. O velho se afastou dizendo: “Talvez você vá fazer isso algum dia, quem sabe.”.

Aqui, novamente, vemos o que a Bíblia quer dizer quando afirma que devemos dar conta de toda palavra e pensamento ocioso e vão. Essa mulher não tinha ideia de que isso se tornaria realidade. A mãe disse que viu tudo como o Auxiliar Invisível falou e que acreditava em tudo. “Desde que eu sei tudo isso, eu farei o meu melhor para fazer um bom homem do meu menino”, disse ela. “Também vi tudo isso e farei minha parte”, disse o pai.

“Você é um Anjo?”, perguntou a mãe, e o Auxiliar Invisível disse-lhe que não e explicou o trabalho deles como Auxiliares Invisíveis. “Que lindo deve ser sair à noite ajudando as pessoas! Eu também gostaria de fazer isso”, disse o outro.

A Auxiliar Invisível prometeu que voltaria algum dia e lhe diria como poderia fazer isso. Auxiliar Invisível deu a ela o endereço de um lugar para onde ela poderia escrever e ter alguma literatura sobre o assunto.

[1] N.T.: “Os monos (primatas antropoides, sem cauda e de braços longos, como chimpanzé, orangotango, gorila e bonobo) não são os progenitores das espécies superiores, são atrasados que ocupam os exemplares mais degenerados daquilo que foi antes forma humana. Não foi o ser humano que ascendeu dos antropoides; aconteceu o contrário: os antropoides são uma degeneração do ser humano”. “Os antropoides podem alcançar-nos e converterem-se em seres humanos”. (do Livro Conceito Rosacruz do Cosmos – Involução, Evolução e Epigênese)

I.H.