Aniversário de Passamento de Max Heindel

poradmin

Aniversário de Passamento de Max Heindel

Aniversário de Passamento de Max Heindel

Neste 6 de janeiro transcorre o 101º aniversário do passamento de nosso grande líder MAX HEINDEL aos planos superiores.
Não o consignamos como quem chora a falta de um orientador que nos tenha deixado desamparados. Não!
Fiel ao método Rosacruz, ele nos ensinou a ser independentes de toda influência externa, não só as mais brutais, como o hipnotismo e mediunidade, como de quaisquer outras influências, às vezes mais sutis e por isso mesmo mais perigosas, como as dos falsos mestres em ocultismo.
Desse modo, embora gostássemos imenso de tê-lo entre nós pessoalmente (pois em seu Corpo-Alma é certo que está), estamos libertos desse saudosismo comum e materialista de quem se afeiçoa à forma.
Temos dito muito desse extraordinário companheiro, Irmão na verdadeira acepção, que, mercê de seus méritos anímicos pôde alcançar várias Iniciações e, sob a orientação dos Irmãos Maiores da Ordem Rosacruz verter, publicamente e pela primeira vez no mundo, os ensinamentos elementares da Ordem a que serviu, à fim de selecionar as almas que já estavam amadurecendo para a mais elevada forma de Cristianismo.


Convém notar: ensinamentos elementares, pois ainda há coisas reservadas aos que se elegem por seus méritos internos, como de Cristo aos Apóstolos. Aos outros “de fora” falava por parábolas. E a finalidade desses preceitos elementares é conduzir os eleitos à Iniciação, onde receberão ensinamentos pessoais e definidos.
Há escolas espiritualistas que, inseguras dos próprios meios para atrair novos seguidores, procuram convencer nossos Estudantes de que a Filosofia Rosacruz está ultrapassada, que, tendo falecido Max Heindel há mais de um século, de lá para cá surgiram novos e mais eficientes métodos espirituais, como o que apresentam. Puro sofisma. A Fraternidade Rosacruz é impessoal. Embora tenha sido fundada por Max Heindel ela existe por si mesma, por seu método libertador, porque é essencialmente Cristã.
Todos nós passaremos para os planos suprafísicos e ela continuará cada vez mais firme. Quanto ao seu método, foi dado como preparação da humanidade até a Era de Aquário, em que surgirá como nova religião, o Cristianismo Esotérico. Isto dispensa a necessidade de novos mensageiros, como foi Max Heindel.
O que a Fraternidade Rosacruz precisa é de Estudantes conscientes e sinceros, que lhe alcancem a mensagem libertadora e não se iludam com promessas vãs. Membros ativos, coerentes, que saibam cooperar dentro da liberdade e desinteresse que lhes são concedidos na Fraternidade. Aspirantes dinâmicos, não que imitem, mas que sejam realmente dignos do exemplar esforço de Max Heindel que se perguntem todos os dias que estão fazendo para ser verdadeiros Cristãos; que são, por dentro e por fora a mesma pessoa.
Em cada Grupo de Estudos ou Centro Rosacruz surgem companheiros desse naipe, dedicados, simples, prudentes, tolerantes, firmes, desinteressados e altruístas. Estes estarão no dia 6 de janeiro de cada ano mais intimamente confraternizados com Max Heindel. Não porque leram os livros de nosso grande Mensageiro, não porque fizeram todos os cursos e conhecem de cor os Ensinamentos Rosacruzes ou porque frequentam as reuniões, mas SIM porque trabalham pela obra Rosacruz, fora e dentro da Fraternidade, de mil formas diferentes, demonstrativas de seu real interesse.
Não nos referimos a seres extraordinários, mas a pessoas comuns, porém SINCERAS. Dentro de seus defeitos, que buscam sublimar, esforçam-se continua e seriamente na difusão da obra, sem visar a realces nem cargos ou recompensas dos Mestres. Quem faz desinteressadamente não pode evitar o crescimento da própria alma.
Isto é que vale em nossa Fraternidade: QUALIDADE. Irmãos que não se magoam facilmente, que não buscam destaques, e que pensam como Max Heindel: “isso tem de ser feito, por que não eu o farei?”.
Não obrigamos ninguém a ser assim. Respeitamos o modo de ser de cada um e damos indistintamente a todos, com amor e desinteresse. Contudo, estes elementos constituem um conforto espiritual, seres que nos fazem acreditar cada vez mais na proximidade do ideal aquariano. Temos tido nossas desilusões com Estudantes em que depositávamos esperanças, já sofremos incompreensões e passaremos por muito do que passou Max Heindel, em menor grau que ele porque temos menor sensibilidade, mas isso é natural. Se todos já estivessem preparados para tão alto ideal, que papel teria a Fraternidade? O seu trabalho é precisamente o de libertar e elevar os seres de boa vontade e não somos nós quem vai determinar a porcentagem dos eleitos, mas a liberdade e condição de cada um.
Confiamos que os frutos serão cada vez mais promissores, que os meios materiais e espirituais nos serão dados, à medida que os vamos merecendo, em nossa obra de divulgação.
Lembremos, pois, no dia 6 de janeiro especialmente, a figura e obra de Max Heindel, o exemplo edificante, o legado filosófico que nos deixou, e tomemos a resolução de fazer um esforço maior em 2019, que nos torne dignos da oportunidade que nos foi dada e justifique para o futuro uma ajuda maior do Alto, em favor de nosso trabalho.

Que as Rosas floresçam em vossa cruz!

Sobre o Autor

admin administrator

Deixe uma resposta