cabeçalho4.fw

Dieta Conveniente para o Aspirante

Dieta Conveniente para o Aspirante

O fato de os bois se alimentarem de erva e os leões de carne, sabendo-se que, para uns seres humanos, a carne é alimento e, para outros, é veneno, demonstra a influência da Espírito-Grupo, comparada com a do Ego humano; este último dirige as necessidades de cada ser humano, que diferem, mais ou menos, de um para o outro, de acordo com a classe dos alimentos e suas proporções.

Sob o ponto de vista oculto, é desejável que cada Ego viva a maior parte do tempo possível em seu Corpo Denso, especialmente depois de ter manifestado alguma tendência para a vida espiritual. Será igualmente desejável que conserve, quanto mais tempo melhor, um corpo que tenha recebido influências espirituais.

É sumamente importante que ingiramos alimentos e bebidas que depositem a menor quantidade possível de substâncias calcárias terrosas em nossos tecidos. Dispendam o mínimo de energia ao serem assimilados, e conservem o corpo em condições normais. Como é sabido, o corpo inteiro é alimentado pelo sangue e tudo o que o corpo contém, de qualquer natureza, já esteve antes no sangue.

A análise demonstra que o sangue contém substâncias terrosas, havendo, no sangue arterial, em maior proporção que no sangue venoso. Isto é de suma importância, porque demonstra que, em cada ciclo circulatório, o sangue deposita substâncias terrosas. Por conseguinte, através da circulação regular do sangue, produz-se a obstrução do sistema circulatório. A obstrução realiza-se quando a entrada de matéria terrosa se processa de modo permanente, contínuo. Os alimentos e as bebidas que nutrem o corpo, constituindo a origem principal da matéria calcárias que é depositada pelo sangue em todo o Sistema, causam a decrepitude e, finalmente, a morte.

A vida física é sustentada pelo que comemos e bebemos, mas há muitas classes de alimentos e bebidas.  O estudante de ocultismo deve conhecer os alimentos que contêm a menor proporção de elementos de obstrução. Como cada ser humano está num nível diferente de desenvolvimento, não é possível dar regras absolutas; a dieta é um assunto individual.

O “Conceito Rosacruz do Cosmos" contém uma lista de valores alimentícios que ajudará o aspirante a selecionar os alimentos mais próprios para suas necessidades individuais. A Ciência descobriu que as chamadas vitaminas são de enorme importância para manter a saúde e a vitalidade. As vitaminas estão, principalmente, nas folhas dos vegetais, no leite, nas frutas e no grão integral.

As combinações químicas são assunto muito complicado, sobre o qual diferem muito as opiniões dos técnicos. É necessário que cada um examine o assunto individualmente, em forma de estudo e experiência, empregando o devido discernimento.

O Aspirante à vida superior deveria evitar todo alimento de carne, se possível. Ninguém que mate, ou permita que outros matem para ele, pode adiantar-se muito no caminho da santidade.

Certos produtos animais, sem dúvida, podem ser consumidos sem inconveniente: o leite, o queijo, a manteiga. O leite é um alimento importante para o estudante ocultista; contém muito pouco quantidade de matéria terrosa e tem uma influência superior a qualquer outro alimento sobre o corpo. O soro de leite é bom, como alimento e como dissolvente das matérias terrosas dos tecidos.

A fruta fresca contém água da melhor e mais pura espécie. O suco de uva não fermentado é um dissolvente maravilhoso, porque fluidifica e estimula o sangue, abrindo caminho no interior dos vasos capilares esclerosados e obstruídos. Retarda a velhice, quando o processo de cristalização não está adiantado. O aspirante deveria beber somente água destilada. A fervura não destrói o carbonato de cálcio e outros produtos terrosos que a água contém. A água usada, interior e exteriormente, é um grande dissolvente das substâncias terrosas cristalizadas no corpo.

A proteína forma o tecido celular, mas contém alguma matéria terrosa.

Os hidratos de carbono, ou açúcares, são os principais produtores da força.

As gorduras produzem calor e são a base da força de reserva.

Dos vegetais, assimilamos somente uns 83% de proteína, 90% de gordura e 95% de carboidrato.

Das frutas, assimilamos, aproximadamente, 85% das proteínas, 90% das gorduras e 90% de hidratos de carbono.

No cérebro, além das mesmas substâncias que entram em todas as demais partes do corpo, há, ainda, o fósforo em quantidade acentuada. Como dedução lógica, podermos considerar o fósforo elemento especial que permite ao Ego criar e expressar pensamentos e, desse modo, exercer influência sobre o Corpo Denso.

É importante, por conseguinte, que o aspirante, tendo que ocupar seu corpo no trabalho mental e espiritual, alimente seu cérebro com a substância especial necessária para tal propósito. A maioria dos vegetais e frutas contém certa quantidade de fósforo, porém, as folhas têm maior proporção. Encontra-se em grandes quantidades na uva, na cebola, no feijão, no alho, nos ananás, nas folhas e talos de muitos vegetais e no suco de cana, porém, não no açúcar refinado.

A abstinência temporária de alimentos, dentro de certos limites e sem exagerar, é de grande valor para limpar o sistema circulatório das matérias acumuladas, que podem obstruir e dificultar o funcionamento de vários órgãos. Ao primeiro sinal de desordem, a supressão de uma, ou duas refeições, é muito recomendável. O jejum de 24 horas, de vez em quando, é uma coisa excelente para quase todo o mundo, se feito quando não se trabalhe intensamente, nem com a mente, nem com as mãos, trabalho que requer muita energia. Jejuns mais prolongados só podem ser empreendidos sob a direção de uma pessoa competente. Pessoas psiquicamente negativas devem evitar os grandes jejuns, porque só podem contribuir para aumentar seu estado negativo.

Admite-se que duas terças partes das doenças humanas provêm do excesso de alimentos. A maioria das pessoas, hoje em dia, poderia reduzir de um terço, com grande proveito, os alimentos que, diariamente, ingere. O resultado seguro seria um maior rendimento de trabalho mental e físico e o prolongamento da vida.

Convém evitar, especialmente, o uso excessivo de alimentos farináceos. Pessoas de mais de 50 anos de idade poderiam contentar-se com duas refeições em vez de três, diariamente.

(Publicado na revista ‘Serviço Rosacruz’ – jul. e ago./87)