cabeçalho4.fw

A Importância da Alimentação em nosso Esforço Evolutivo

A Importância da Alimentação em nosso Esforço Evolutivo

Grande parcela do contingente da população alimenta-se mal no lar, em alguns casos por ignorância, em outros, por insuficiência de recursos financeiros.

Os fatos acima relatados deixam entrever as perspectivas de que, gradativamente, a proteína vegetal venha a substituir a animal, face ao preço elevado e inconveniências da última.

Os Estudantes Rosacruzes vislumbram, em tudo isso, o trabalho pleno de sabedoria das Forças Superiores, condutoras da nossa evolução, preparando o ser humano para novos estágios de progresso.

A ação regeneradora do Cristo, como Espírito Regente da Terra, vem purificando, de dia para dia, os veículos do Planeta. Conseguintemente, a humanidade tem a oportunidade de prover seus veículos de material cada vez mais refinado. As condições em que vivemos estão se metamorfoseando. Futuramente viveremos em outras condições ambientais, porquanto um novo elemento surgirá.

O orbe terrestre, apesar da imperfeição de seus habitantes, está se eterizando. E os Egos, à medida que renascem, têm o privilégio de construir corpos cada vez mais sutis.

Isso implica na necessidade de transformações e novas adaptações. Nossa dieta insere-se nesse contexto. Ela deve ser mais pura, mais saudável, composta, preferencialmente, de alimentos superabundantes de Éter. Ganham especial destaque, nesse quadro, as frutas e hortaliças frescas.

Nossa alimentação exige um zelo todo especial. O Corpo Denso, por ser nosso veículo mais antigo, alcançou um maior estágio de perfeição do que os outros. Vem sendo aprimorado desde o longínquo Período de Saturno, quando recebemos seu germe através de uma Hierarquia Divina, denominada pelos Rosacruzes de “Senhores da Chama”.

Tornou-se, assim, o mais útil instrumento do Espírito. Mantê-lo em bom estado constitui o dever elementar de todo espiritualista consciente.

Razões como essas, alinhavadas acima, justificam a enfatização da dieta vegetariana como a mais adequada à constituição do corpo humano. Todavia alguns estudantes cometem o equívoco de, simplesmente, eliminar a carne de sua alimentação, sem proceder, racionalmente, às devidas substituições. Não basta apenas deixar de comer carne. É mister fazer uma cuidadosa avaliação da dieta, procurando verificar se ela atende às suas necessidades orgânicas individuais.

Ao Aspirante, quando no cumprimento de seu programa evolutivo, cabe dar um sentido integral ao autoconhecimento. Assim, não é suficiente apenas conhecer-se mental, emocional e espiritualmente. Deve estar, também, familiarizado com a sua constituição física, a par de suas carências somáticas, etc.

À luz dessas verdades, nada mais sensato que organizar uma dieta consoante a própria formação, temperamento e tipo de atividade profissional. O Estudante sinceramente interessado no assunto poderá encontrar diversas fontes de informações. O “Conceito Rosacruz do Cosmos” oferece aos leitores uma tabela de valores alimentícios, elaborada dentro de critérios absolutamente científicos, pela Universidade de Campinas - SP.

Sabemos, perfeitamente, que em cidades grandes, muitas pessoas exercem suas atividades profissionais em locais bem distantes de suas residências. Não podem, dessa forma, tomar suas refeições em casa. São obrigadas a almoçar em restaurantes, cujos cardápios contêm pouquíssimos e mal constituídos pratos vegetarianos.

Atualmente há uma relação de restaurantes vegetarianos, instalados em grandes e médias cidades. Quaisquer pesquisas em sites na internet terão como resultado muitos endereços a diversos preços. Prefira esses porque é onde você tem uma maior garantia que não se utiliza recipientes onde foram trabalhados quaisquer tipos de carne, onde os temperos não têm componentes de origem animal e onde as pessoas que preparam o alimento, se também vegetarianos, possuem maior amor na lida com os alimentos, do que as pessoas que tratam das carnes dos nossos irmãos menores falecidos, os animais.

A outra opção, muito em moda, é trazer o alimento de casa, acondicionado em lindas marmitas ou recipientes apropriados.

 (Publicado na revista Serviço Rosacruz – 3/78)