cabeçalho4.fw

Um Exemplo de Dieta Purificadora e Rejuvenescedora

Um Exemplo de Dieta Purificadora e Rejuvenescedora

Um mês de estrita observância à seguinte dieta, removerá grandes quantidades de desperdício do corpo, rejuvenescerá os tecidos, normalizará a pressão do sangue, melhorará a circulação, estimulará a percepção e trará um bem-estar notável. Estas instruções podem ser modificadas para ajustá-las às necessidades individuais, porém os resultados serão de acordo com o esforço feito.

Haverá ocasiões em que o processo purificador será desagradável, já que os venenos e desperdícios têm que ser libertados, e ao serem dissolvidos podem causar dor de cabeça, enjoos e mal-estar geral, passageiro. Todos esses inconvenientes desaparecerão à medida que aumentem a purificação e renovação. Todavia, muitos não sentem nenhum desses males e se libertam, desde o início, das enfermidades. Para começar, suspenda sua costumeira alimentação da tarde, durante 10 ou 12 dias, substituindo-a com uma refeição de tomates, utilizando não mais de 350 gramas.

Durante os 10 ou 12 dias seguintes, suspenda sua costumeira primeira refeição do dia, substituindo-a com a mesma quantidade de suco de fruta, 350 gramas, da qualidade que preferir.

Durante os 10 ou 12 dias que se seguem, substitua seu almoço costumeiro por frutas, como já fez para o desjejum e à tarde. Se não lhe apetecer tomates, substitua-os por outras frutas de bastante suco, como laranjas, uvas, maçãs, peras, pêssegos, mamão, etc. Use uma só qualidade de frutas e somente 350 gramas em cada comida. Para variar, pode comer-se alface ou aipo (salsão) em cada comida ou com as frutas, pois são compatíveis. Nunca misture frutas cruas com produtos farinhosos. Se desejar, misture verdura às frutas. Deixe passar 4 horas entre uma refeição de frutas cruas e produtos farinhosos. Não coma frutas diferentes juntas. Deixe passar 2 horas entre uma e outra qualidade de frutas, para facilitar a digestão. As frutas devem comer-se devagar, mastigando-as bem e saboreando-as.

Se você costuma tomar café na primeira refeição, pode continuar tomando meia xícara, preto, meia hora antes da refeição, não na refeição.

Se o plano acima lhe parecer muito drástico, volte gradualmente às suas refeições normais, pois uma mudança brusca poderá afetá-lo. Muitas pessoas que trabalham no serviço pesado têm curado suas enfermidades, continuando sempre trabalhando e seguindo esta dieta. Informaram-nos terem obtido resultados benéficos na primeira semana. Não se deve voltar à antiga alimentação de comidas fritas, amidos e açúcar, a menos que se deseje voltar às antigas enfermidades. Depois da purificação, será possível usar moderadamente, sem causar danos nem mal-estar, os tipos naturais de doces e produtos farinhosos.

Um copo de suco de fruta, de qualquer qualidade, sem adoçar, note bem, sem pôr açúcar, pode ser tomado entre as refeições (nunca com produtos farinhosos), e uma quarta refeição de frutas pode ser acrescentada, se assim o desejar, mas deve fazer-se de modo que não interrompa a digestão e dando ao estômago suficiente tempo para descanso.

CALDO PURIFICADOR

  • 6 cenouras picadas
  • 1 maço de aipo (salsão) picado
  • 1 maço de espinafre picado
  • 6 raminhos de salsa picada

Os vegetais devem picar-se bem finos. Acrescente-se dois litros de água, preferivelmente destilada. O caldo deve pôr-se a fogo lento durante 30 minutos, sem deixar ferver. O calor intenso destrói o princípio vital nos vegetais. Coe os vegetais cozidos. Tempere a gosto com sal, cebola, alho e tomates. Esse caldo pode usar-se frio ou quente. Se houver necessidade de esquentá-lo, deixe-o ao fogo somente alguns minutos. Deve ser feito fresco cada dois dias. Não mude nenhum dos vegetais, nem as quantidades, pois isto alteraria as propriedades químicas do caldo.

CONSELHOS ÚTEIS SOBRE A DIETA

Tome-se um copo de água fria, ou quente, com um pouco de suco de limão, ao levantar-se.

Primeira Refeição: Frutas frescas da estação, ou frutas secas sem enxofre. Use-se somente uma qualidade de frutas de cada vez, não misture. Se desejar adoçar, use mel de abelha. Não use açúcar. Quando se usam frutas secas, deixe-as em água, de molho, por 24 horas. Não as cozinhe. Dessa forma os elementos químicos se preservam. As misturas de diferentes frutas tornam-se indigestas ocasionando mal ao estômago. Cada fruta, cada alimento, produz um tipo diferente de suco gástrico. Quando se requer uma primeira refeição mais forte, use um cereal de grão integral ou torradas de pão de trigo integral com manteiga, um ovo quente, feito ao vapor, e leite ou “postum”. Se se incluir suco de laranja ou “grape fruit” com a primeira refeição, será tomá-la 15 ou 30 minutos antes das outras coisas. Suco de tomate ou de qualquer outra fruta pode também ser usado. O suco de tomate mistura-se bem com ameixas e leite. O suco de laranjas mistura-se também com ovos e alimentos que tenham proteínas, por serem compatíveis. Sucos de frutas surtem melhor efeito, tomado nos intervalos entre as refeições. Use-se grandes quantidades de água pura filtrada ou destilada de preferência.

COMIDAS CRUAS

Saladas de vegetais crus e frescos nas seguintes combinações:

  1. Alface e tomates;
  2. Alface, cebolas novas e salsa;
  3. Couve e agrião picados;
  4. Aipo (salsão), maçãs picadas e nozes moídas;
  5. Cenouras raladas e maçãs picadas;
  6. Escarolas e rabanetes;
  7. Espinafre cru picado, acelga e cebolinhas;
  8. Ananás, peras ou pêssegos com queijo;
  9. Laranjas, passas e nozes;
  10. Pastinacas(1) verdes e novas picadas , nabos, alface, espinafres, alho-poró, escarolas, folhas de mostarda e beterraba misturada com algumas nozes. Use maionese ou salsa francesa feita com limão (nunca vinagre);
  11. Maçãs raladas, pepino ralado e abacates. Misture com suco de limão (pondo-se a maçã por último, para não ficar preta).

Com essas saladas, pão de trigo integral com manteiga e um copo de leite constituem uma refeição balanceada. Os tomates devem comer-se sozinhos para poder receber o benefício de seus sais minerais orgânicos. Coma um prato de tomates, sem sal, ou salsa, 3 vezes por semana, como medicamento. Quando a digestão é anormal, use somente um vegetal na salada.

(1) Pastinaca ou pastinaga é a fonte mais rica de ácido fosfórico. Também chamada bisnaga, espécie de cenoura.

COMIDAS COZIDAS

Os vegetais devem ser ralados ou picados finos e postos em uma caçarola sobre fogo lento. Acrescente-se duas colheres de água, para evitar que se adiram ao fundo da caçarola, e proporcionar suficiente vapor para extrair os sucos vegetais. Estarão prontos em 4 a 10 minutos, dependendo isto da quantidade de vegetais preparados. É muito importante cozinhá-los em fogo lento e mexê-los continuamente para que os vegetais fiquem bem cozidos em pouco tempo.

Vegetais sem amido: aspargos, espinafres, beterrabas, cebolas, alho-poró, folhas de nabo, folhas de beterraba, brotos de couve, couve crespa, acelga, vagem, ervilhas verdes.

Produtos Farinhosos (contêm amido): mingaus (moles e doces), milho, arroz e cevada.

Use pouco sal (ou nenhum) na preparação das comidas e use mel de abelha em lugar do açúcar. Evite os produtos feitos com farinhas brancas.

Quando o estômago e os rins estão em más condições, faça uma refeição de vegetais cozidos e uma fatia de pão de trigo (pão de centeio) com manteiga. Isso é de fácil digestão. Pode acrescentar-se também um copo de leite, tomando-o aos goles, lentamente.

SUBSTITUTOS PROTEICOS PARA AS CARNES

Regra geral, uma dieta bem balanceada, deve conter uma boa quantidade de frutas e vegetais com 120 gramas de proteínas. A quantidade de proteínas pode variar de acordo com a ocupação e hábitos do indivíduo. Os melhores vegetais e outros substitutos proteicos para as carnes são:

  1. Nozes e amêndoas (moídas) são mais fáceis de digerir. As amêndoas, amolecem facilmente deixando-as em água uma noite;
  2. Queijo (cottage) e queijo creme;
  3. Feijão soja;
  4. Gema de ovo (não a clara);
  5. Abacates maduros.

A gema de ovo deve-se tomar crua, batendo-a bem, dentro de um copo com suco fresco de laranjas. Tomada dessa forma é uma combinação nutritiva e restabelecedora.

Quase todos os vegetais e frutas contêm proteínas em pequenas quantidades.

(Publicado na Revista Serviço Rosacruz de maio/1978)