cabeçalho4.fw

O Arquétipo e o Corpo Denso

O ARQUÉTIPO E O CORPO DENSO

Observemos que as notas da escala musical: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si formam um intervalo de sete tons, a base da Harmonia das Sete Esferas. As vibrações de Urano e Netuno só atuaram no progresso material do ser humano muito depois da época de Pitágoras. Contudo, os mais avançados da humanidade estão começando a sentir suas vibrações. Os tons destes dois Planetas acrescentados aos sete, perfazem nove, o número da humanidade.

Os sete tons maiores da escala, quando tocados corretamente, possuem dentro de si os poderes criativos e construtores de Deus. A manifestação dos tons menores é subjetiva ou assimilativa por natureza, portanto, não criativa. O lar dos 5 tons menores é o Terceiro Céu (Região do Pensamento Abstrato).

Quando o Espírito abandona o Corpo Denso no momento da morte, ele passa pelo Mundo do Desejo, o Mundo do Pensamento na Região do Pensamento Concreto (Segundo Céu), e o Mundo do Pensamento na Região do Pensamento Abstrato (Terceiro Céu), onde permanece algum tempo antes de voltar a renascer na Terra. Quando chega o momento do renascimento, ele deixa o Mundo do Pensamento na Região do Pensamento Abstrato e penetra no Mundo do Pensamento na Região do Pensamento Concreto.

Aí, a Música das Esferas põe imediatamente o átomo semente do Corpo Denso em vibração. Um dos sete Planetas vibra em particular harmonia com o átomo-semente do Corpo Denso do Espírito. Cada tom planetário é modificado para adaptar se ao tom básico desse Planeta, em harmonia com o denso átomo semente do Corpo Denso do Espírito, tornando se, assim, o regente planetário dessa particular vida terrena do Espírito.

Quando os tons dos vários Planetas se chocam com o átomo semente do Corpo Denso, cada um, por Sua vez, ajuda a construir o arquétipo do Espírito. Mais tarde, as linhas de força vibratórias, formadas no arquétipo, atraem e ordenam adequadamente os átomos densos do Corpo Denso. Assim, tanto o arquétipo quanto o Corpo Denso expressam, de forma acurada, a Harmonia das Esferas, exatamente como foi tocada durante o período da construção arquetípica.

O tempo transcorrido desde o momento em que o Espírito deixa o Terceiro Céu (Região do Pensamento Abstrato) até que penetre no corpo de sua futura mãe, é muito mais longo do que o período de gestação (9 meses), e varia de acordo com a complexidade da estrutura requerida pelo Espírito que aspira renascer. Nem o processo da construção do arquétipo é contínuo, pois, sob certos Aspectos (Quadraturas, Trígonos, etc.), os Astros podem produzir notas às quais os poderes vibratórios do átomo semente não podem responder. E, mais uma vez, o Espírito simplesmente sussurra tons que já aprendeu e, assim empenhado, aguarda um novo tom que possa utilizar para construir melhor o organismo pelo qual deseja expressar se.

Também é requerido tempo para atrair o material necessário nas várias regiões do Mundo do Desejo (7), para daí construir um novo Corpo de Desejos. O arquétipo controla a quantidade do material, e o átomo semente do Corpo de Desejos a sua qualidade. Na Região Etérica do Mundo Físico, esse material precisa ser atraído para um novo Corpo Vital, e os Anjos do Destino e seus agentes também separam uma porção dele para formar a matriz etérica do Corpo Denso que será construído mais tarde.

Lembremo-nos que estamos trabalhando agora sob a influência dos sete tons no meio do teclado do piano, a oitava do meio, havendo três oitavas de cada lado dela. Completamos as lições pertencentes às três oitavas mais baixas. Estamos aprendendo agora as lições pertencentes à oitava do meio. Observemos que as lições pertencentes à oitava mais baixa no teclado do piano, Período de Saturno, estavam empenhadas na construção do Corpo Denso (nota chave de Leão, Lá# maior) e no despertar dos poderes negativos do Espírito Divino.

As lições pertencentes à segunda oitava do teclado do piano, Período Solar, estavam correlacionadas aos tons produzidos por aquela oitava e estavam empenhadas na construção do Corpo Vital (Virgem, nota chave Dó natural), e no despertar dos poderes negativos do Espírito de Vida, a onda de vida de Câncer, nota chave Sol# maior.

As lições pertencentes aos tons da terceira oitava no teclado do piano (Período Lunar) estavam correlacionadas aos tons produzidos por aquela oitava. Elas dizem respeito à construção do Corpo de Desejos (Libra, nota-chave Ré maior) e ao despertar dos poderes negativos do Espírito Humano. (Gêmeos, nota chave Fá# maior).

As lições pertencentes à quarta oitava ou tom do meio, Período Terrestre, relacionam se com a construção do corpo mental e com o desenvolvimento da Mente; o mais importante desses tons para a humanidade atual é Fá maior, a nota chave dos Senhores da Mente, os Sagitarianos. O ser humano, tendo adquirido seus Corpos Denso, Vital, de Desejos e a Mente, precisa, durante o Período Terrestre, aprender a cuidar deles e a mantê los em condições saudáveis. Isto depende quase inteiramente do estado da Mente.

Em geral, a Mente forma uma perfeita conexão entre o Espírito e seus quatro veículos. No entanto, quando esta ligação se torna falha ou mesmo completamente rompida, sérios transtornos mentais poderão advir. Doenças mentais podem ocorrer na união da Mente descontrolada com o Corpo de Desejos, ou pelo prolongado som violento de uma ou de todas as vibrações planetárias, sejam da Lua, Mercúrio, Urano ou Netuno. Usadas desta maneira, elas têm o poder de destruir a própria Mente e também os Corpos de Desejos, Vital e Denso, enquanto que vibrações baixas, suaves, rítmicas desses Planetas suavizam e curam.

(leia mais no Livro A Escala Musical e o Esquema de Evolução – Fraternidade Rosacruz)