cabeçalho4.fw

O Cristo Menino

O Cristo Menino

PALAVRA CHAVE: Abnegação,

Era uma vez, há muitos, muitos anos atrás, em um país distante, além do mar, um campo onde alguns pastores estavam vigiando suas ovelhas. Era uma noite maravilhosa, clara, brilhante e cheia de paz. Ainda assim havia um sentimento de expectativa no silêncio. As estrelas nunca pareceram tão luminosas e uma delas, em especial, brilhava tanto que os pastores estavam fascinados por sua grande luz. De repente, as estrelas cantaram! Sim, realmente cantaram, pois vocês sabem que há estrelas-fadas e estrelas-anjos também, Oh! que canção celestial e como ressoou no ar silencioso da noite.

Os pastores estavam tão encantados com a estrela que brilhava mais do que as outras, que a seguiram até um lugar muito distante. Depois o que vocês acham que eles encontraram? Bem, devo dizê-lo, pois vocês nunca, nunca adivinhariam. Era um amor de um bebezinho menino! A luz ao redor da criança era tão luminosa, que os pastores não puderam ver que lá havia Anjos também. Sim, eram Anjos para atender aquela linda criança. Cinco deles vestiam roupas coloridas e tinham asas prateadas, transparentes. Cada Anjo trouxe um presente raro. Os presentes eram amor, bondade, generosidade, humildade e paciência. Não eram esses presentes realmente maravilhosos? O sexto Anjo, vestido com uma roupa branca imaculada e tendo uma estrela na testa, trouxe um tesouro precioso - altruísmo.

Esse menininho, ele mesmo um pequenino tesouro, foi enviado a Terra por Deus para aprender novas lições na Escola da Vida. Deus deu este pequeno tesouro a José e Maria para que eles o amassem e o guiassem. Quanta alegria e felicidade ele trouxe a seus pais e a podia falar com os Anjos e eles entendiam toda a palavra que ele dizia. Ensinaram-lhe tudo sobre como usar aqueles lindos presentes que ele tinha recebido.

Quando já estava crescido o suficiente para correr e brincar, sua mãe amorosa ensinou-o a pensar belos pensamentos. Seu sábio pai foi mostrar-lhe como usar os presentes que ganhara. Quando estava suficientemente crescido para ter amiguinhos, ele era gentil, bondoso e generoso com todos, dividindo tudo o que tinha com os outros. E você sabe, ele também tinha amigos invisíveis. Brincava com os Espíritos da Natureza, e eles faziam, juntos, as mais divertidas brincadeiras.

Em pouco tempo, ele já estava na idade de ir para a escola, era muito inteligente e aprendia suas lições rapidamente. Ele não se fazia orgulhoso por causa disso, mas humilde e tão sem egoísmo que ajudava alegremente os outros que não aprendiam com tanta facilidade. Ele era muito paciente com aqueles que tentava ajudar.

Aprendeu cedo de sua mãe que só os puros de coração poderiam ver Deus. Assim, conservava puro seu coração, pois queria muito ver Deus algum dia. Seu pai ensinou-lhe que pensamentos são coisas que podem construir um bom caráter, assim ele era cuidadoso em pensar somente coisas boas. Ensinavam-lhe também que o lindo corpo que Deus lhe dera, era realmente um templo vivo para Deus habitar nele, por isso era muito zeloso para mantê-lo em ordem.

Mais tarde, passou a conviver com homens sábios e puros, chamados Essênios, que lhe ensinaram sobre a Terra, as estrelas, os Espíritos da Natureza, os Anjos e os Arcanjos. Ali também aprendeu mais sobre seu corpo maravilhoso e como prepará-lo para receber o Hóspede Celeste.

Quando já estava quase adulto, seu caráter tornara-se nobre e santo e sua mente repleta de bons pensamentos; e ele começou a transmitir aos outros seus belos pensamentos. Fez amizade com toda gente e era tão humilde que todos o amavam. Ele amava os animais também e era sempre bondoso e gentil com eles, porque sabia que eles eram seus irmãos mais novos.

Depois de ter dominado completamente todas as lições que precisava aprender nesta vida terrena, aconteceu uma coisa maravilhosa. É chamado um mistério, mas ele será revelado a você agora. Era preciso encontrar alguém que fosse puro e santo e que estivesse disposto a dar seu corpo para ser usado pelo próprio Filho de Deus, Cristo, que queria vir a Terra para salvar as pessoas de seus pecados. Então, Jesus - este era o nome deste jovem homem - ofereceu seu corpo para receber o Hospede Celeste. Foi o maior gesto de Abnegação e Jesus ganhou grande estima de Deus por isso. Aconteceu o seguinte: Jesus foi batizado no Rio Jordão e, quando saía da agua, o grande Espírito Cristo desceu do céu e entrou nele, enchendo-o de forca espiritual. Então, uma Voz vinda do céu disse:

- Este é o meu Filho muito amado que me dá muita alegria.

Depois de acabado esse grande mistério, Jesus foi chamado Cristo Jesus. Foi o homem mais puro que já viveu na Terra e tornou-se o Salvador da humanidade.

Se nos formos sempre bons, generosos, cheios de amor e principalmente não formos egoístas, e estivermos dispostos a sacrificar nossos pequenos prazeres e até mesmo nossos maiores tesouros para fazer os outros felizes, e também se mantivermos nossas mentes e nossos corpos puros, limpos e santificados, o belo Cristo virá para viver como uma criança em nossos corações. Assim, quando nos tornarmos adultos seremos como Ele.

(do Livro Histórias da Era Aquariana para as Crianças – Vol. V – Fraternidade Rosacruz)