cabeçalho4.fw

Cremação dos Corpos e suas Consequências

Sepultado o Corpo Denso, o Corpo Vital se desintegra lentamente, ao mesmo tempo em que aquele.
Por exemplo: se um braço se decompõe no túmulo, o braço etéreo do Corpo Vital, que flutua sobre a sepultura, também se dissolve e assim sucessivamente até que todos os vestígios do corpo tenham desaparecido.

Todavia, na cremação o corpo etéreo (o Corpo Vital) se desintegrará imediatamente e, como constitui o depósito das imagens da vida passada que se estão gravando no Corpo de Desejos para formar a base da vida no Purgatório e no Primeiro Céu, será grande prejuízo realizá-la antes de decorridos três dias e meio.

Leia mais detalhes e cuidados para a Cremação clicando aqui