cabeçalho4.fw

Cartas de Max Heindel: O Corpo Vital de Jesus

O Corpo Vital de Jesus

A lição do mês passado1 trouxe à luz um certo número de questões que, até agora, não haviam sido ensinadas publicamente. Mas outros mistérios acerca do alcance e das limitações das forças espirituais, e a explicação sobre a preservação do Corpo Vital de Jesus contra o ataque das forças negras, estão também envolvidos no diálogo entre Fausto e Lúcifer. Quando este pede que a estrela de cinco pontas seja retirada da porta para que ele possa sair, Fausto pergunta-lhe: "Por que não te retiras pela janela?"

Pessoas que estudam o ocultismo, frequentemente têm uma ideia muito exagerada da força que possui aquele que desenvolveu a visão espiritual. A verdade é que os investigadores ocultistas se acham limitados pelas leis da natureza pertencentes ao mundo invisível, da mesma forma que os indivíduos da ciência são forçados a ajustar-se às leis físicas.

A fim de que o equilíbrio possa ser mantido, algumas vezes as leis num reino da Natureza atuam de uma maneira diretamente oposta às leis de um outro reino. Aqui, no mundo físico denso, as formas gravitam em direção ao centro da terra. Se a solidez do Corpo Denso não impedisse, poderíamos alcançar Cristo sem esforço. É necessária força para levantar um Corpo, mesmo que este esteja a uma simples polegada do solo; por outro lado, as formas do espírito têm uma tendência natural para levitar. Portanto, é relativamente fácil a um mestre de magia negra ir até Marte impelido pela força sexual roubada de suas vítimas. Ele é naturalmente atraído para o planeta da paixão e, como a aura de Marte se mistura com a da Terra, a façanha está longe de ser difícil. Mas, ele não pode penetrar nem mesmo no primeiro dos nove estratos da Terra, os quais conduzem ao Senhor do Amor, que é o Espírito da nossa esfera. Tal penetração é o caminho da Iniciação, e é preciso força da alma, pureza e abnegação para alcançar o Cristo, e esta é a razão porque há tão poucos que tenham algo a dizer sobre a constituição interna da Terra.

Nós não vemos os objetos físicos fora do nosso olho; eles são refletidos na retina e nós vemos apenas a sua "imagem" dentro do olho. Como a luz é o agente de reflexo, os objetos que resistem à passagem da luz parecem opacos; outras substâncias, como o vidro, parecem claras porque admitem, prontamente, a entrada dos raios da luz. Quando usamos a visão espiritual, uma luz de superlativa intensidade é gerada dentro do Corpo, entre o Corpo Pituitário e a Glândula Pineal. Esta luz é focada "através" do chamado "ponto cego" no olho, diretamente sobre o objeto a ser investigado. O alcance do raio direto é inteiramente diferente do alcance do raio físico refletido. Penetra uma parede sem dificuldade, mas não há nenhum espírito no Mundo do Desejo que possa ver através do cristal. Nem Lúcifer ou qualquer outro espírito do mal consegue penetrar através de qualquer coisa feita daquele material, nem mesmo através do menor pedaço de vidraça.

Conhecendo estes fatos, os nossos Irmãos Maiores colocaram o Corpo Vital de Jesus num sarcófago de cristal para protegê-lo da vista dos curiosos ou profanos. Eles conservam este receptáculo numa caverna nas profundezas da Terra, onde ninguém que não seja Iniciado pode penetrar. Para dupla segurança, há vigilantes que montam guarda constante junto de tão precioso Corpo, pois é este veículo fosse destruído, o único caminho para a vinda de Cristo estaria eliminado, e Ele ver-se-ia obrigado a permanecer prisioneiro na Terra até que a Noite Cósmica dissolvesse seus elementos químicos no Caos. Se isso acontecesse, a missão de Cristo como nosso Salvador fracassaria; Seu sofrimento seria consideravelmente prolongado e a nossa evolução iria atrasar-se enormemente.
Trabalhemos, vigiemos e roguemos pelo dia glorioso da Sua libertação.

(Por Max Heindel – livro: Cartas aos Estudantes – nr. 32)

__________________________________________________________

[1]

Cristo e Sua Segunda Vinda

Um dos pontos principais desta lição mensal – que diz respeito às interpretações equivocadamente difundidas – é a que se refere à vinda de Cristo e ao veículo que Ele usará. A Bíblia transmite-nos isto de forma perfeitamente clara e os Ensinamentos da Sabedoria Ocidental dos Rosacruzes estão completamente de acordo com ela, daí a nossa opinião diferir, radicalmente, da concepção comum sobre a matéria, tanto a da maioria dos cristãos como a dos que, involuntariamente ou por outras razões, exaltam falsos Cristos parra enganar os incautos. É de vital importância que os alunos da Escola Ocidental compreendam muito bem este assunto, por isso, reiteramos resumidamente os pontos principais dos Ensinamentos Rosacruzes contidos no livro "Conceito Rosacruz do Cosmos" e em alguns outros livros.

Cristo é o mais alto Iniciado do Período Solar; a Terra era, então, formada de matéria de desejos e Seu corpo mais denso foi formado desta matéria.

Ninguém pode formar um veículo material que não tenha aprendido a moldar; por isso, o Espírito Cristo trabalhou com a nossa humanidade de fora da Terra – da mesma forma que os Espíritos-Grupo guiam os animais – até que Jesus abandonou os seus Corpos Vital e Denso no Batismo. Então, o Espírito Cristo desceu e entrou nesses veículos, levando fisicamente o Seu ministério aos seres humanos, até que o Corpo Denso foi destruído no Gólgota quando Ele se tornou o Espírito Interno da Terra. O Corpo Vital de Jesus foi posto de lado para esperar o segundo advento de Cristo.

Cristo advertiu-nos contra os imitadores, mas surge a questão: Como poderemos conhecer o falso do verdadeiro? São Paulo dá-nos a este respeito uma informação definida, e se nós a considerarmos, estaremos a salvo de qualquer decepção.

São Paulo diz (1a. Epístola aos Coríntios 15:50), que "a carne e o sangue não podem herdar o Reino do Céu". Insiste que este corpo será mudado à imagem do próprio veículo de Cristo (Fel. 3:21), e em (1a. João 3:2), encontramos o mesmo testemunho.

Está perfeitamente claro que qualquer um que venha em corpo físico proclamando que é Cristo, é demente, um ente digno de compaixão, ou um impostor, merecedor de nosso escárnio e reprovação. Também não nos deixou na ignorância acerca da natureza do veículo no qual encontraremos Cristo e de que seremos como Ele. Na 1a. Epístola aos Tessalonicenses 4:17 é-nos dito que encontraremos o Senhor no ar. Portanto, nós forçosamente teremos que possuir um veículo de uma textura mais delicada do que a do nosso Corpo Denso atual. A transformação necessitará ainda de séculos para que a maioria dos homens a possa alcançar.

Na 1a. Epístola aos Tessalonicenses 5:23, São Paulo diz que o ser completo humano consiste de espírito, alma e corpo. Quando finalmente largarmos o nosso corpo denso, como Cristo o fez, nós funcionaremos num corpo chamado soma psuchicon (Corpo-Alma), 1a. Epístola aos Coríntios 15:44. Em nossa literatura, este é o "corpo-vital", um veículo feito de Éter, capaz de levitação e da mesma natureza do Corpo usado por Cristo depois da Crucificação. Este veículo não está sujeito à morte como o nosso Corpo Denso, e é finalmente transmutado em espírito como aprendemos em nossa literatura e é confirmado na 1a. Epístola aos Coríntios, Cap. 15.

 

Por conseguinte, os Ensinamentos da Sabedoria Ocidental estão em perfeita harmonia com a Bíblia quando afirmam, enfaticamente, que Cristo nunca voltará na carne (pois isto seria um retrocesso para Ele). Da mesma maneira que as larvas rompem o seu casulo e se transformam em borboleta que voa de flor em flor – processo deslumbrante de animada beleza – assim também nós, algum dia, deixaremos este instrumento mortal que nos prende à Terra e ascenderemos ao céu como almas viventes, radiantes de glória, ansiosas por encontrar o nosso Salvador na terra das almas, o Novo Céu e a Nova Terra. Este é um dos pontos principais da doutrina da Escola Rosacruz. Confiamos que nossos estudantes se esforçarão por assimilar totalmente este assunto, e assim seremos capazes de "dar uma razão" à sua fé.