cabeçalho4.fw

Cartas de Max Heindel: Todo Desenvolvimento Oculto começa no Corpo Vital

Todo Desenvolvimento Oculto começa no Corpo Vital

Um amigo que há alguns meses vem fazendo o curso por correspondência escreveu-me recentemente pedindo um esclarecimento sobre um ponto que lhe causa alguma preocupação. Como essa dúvida pode ocorrer a outros estudantes que não tenham oportunidade de expressá-la, resolvi destinar esta carta para esclarecê-los. O assunto será de grande utilidade mesmo para os que não o tenham observado sob o ponto de vista do nosso amigo. Ele não pretendeu censurar, mas disse que solicitou o curso por correspondência com a esperança de obter algo de interesse para o seu posterior desenvolvimento oculto. Em vez disso, recebe mensalmente um pequeno sermão amável e, ainda que admita que isso possa ser útil para os principiantes e até para os estudantes adiantados, pergunta onde está propriamente a instrução? Outras filosofias prescrevem certos exercícios que ajudam os seus alunos, e pergunta se podemos oferecer-lhe alguns exercícios que desenvolvam sua faculdade de escrever.

Não, não podemos fazer isso. Os Ensinamentos Rosacruzes aplicam-se mais ao progresso espiritual do que à prosperidade material, e não sabemos de algum exercício oculto que possa trazer fortuna, quer diretamente quer por um estímulo anormal de um talento latente.

Mesmo que pudéssemos oferecer-lhe isso, não o faríamos, pois, usar para tal fim um poder oculto seria realmente magia negra. "Buscai primeiro o Reino de Deus e Sua justiça, e todas as outras coisas vos virão por acréscimo", disse Cristo, e nós nunca nos enganaremos se seguirmos o Seu conselho. Se o nosso amigo quer desenvolver uma faculdade latente somente para o bem, ele pode fazê-lo, e essa aspiração espiritual irá converter-se em realidade se for persistentemente executada e fortalecida pelo esforço físico por meio do trabalho. Dessa forma, a pessoa alcançará o fim desejado sem necessidade de algum exercício oculto especifico.

Acerca das lições que são "pequenos sermões amáveis" podemos dizer que assim parecem se lidas superficialmente. Mas estudadas a fundo, há nelas uma grande substância de conhecimento oculto, encerram um valor muito maior para o estudante do que os exercícios que o nosso amigo pede. Além disso, há "método em nossa loucura" ao dar os cursos dessa forma. Talvez isso não esteja ainda aparente para os estudantes, por isso procuraremos esclarecer melhor o assunto. Peço aos leitores que considerem o que se segue como uma comparação feita com um legítimo propósito, não como uma crítica.

Além do fato que a Escola Oriental de Ocultismo baseia os seus ensinamentos no Hinduísmo, enquanto a Escola Ocidental de Sabedoria adota o Cristianismo – a religião do Oeste - há uma grande discrepância fundamental e irreconciliável entre os ensinamentos dos modernos representantes do Leste e dos Rosacruzes. Segundo a versão do Ocultismo Oriental, o Corpo Vital – chamado "Linga Sharira" – é comparativamente pouco importante, pois é incapaz de desenvolvimento como um veículo de consciência. Serve somente como canal para a força solar, "prana", e é um "elo" entre o Corpo Físico e o Corpo de Desejos, chamado "Kama Rupa" e também "Corpo Astral". Este, dizem eles, é o veículo do Auxiliar Invisível.

A Escola de Sabedoria Ocidental ensina, como sua máxima fundamental, que todo o desenvolvimento oculto começa no Corpo Vital, e o autor, como seu representante oficial, tem estado constantemente empenhado, desde o princípio do nosso movimento, em reunir e disseminar os conhecimentos referentes aos quatro Éteres e ao Corpo Vital. Muitas informações foram dadas no "Conceito Rosacruz do Cosmos" e nos livros que se seguiram, mas as lições e cartas mensais contêm os resultados das nossas investigações recentes. Constantemente estamos dissertando sobre esse Corpo Vital (Vital num duplo sentido) para que os nossos estudantes, conhecendo e refletindo sobre ele, lendo e considerando os "pequenos sermões amáveis" contidos nessas informações, possam, consciente e inconscientemente, tecer o "Dourado Manto Nupcial". Aconselhamos que estudem essas lições cuidadosamente, ano após ano. Nelas pode haver algum cascalho, mas há muito mais ouro a procurar.

Nossos sinceros votos para um abundante desenvolvimento espiritual durante o Ano Novo.

(Por Max Heindel – livro: Cartas aos Estudantes – nr. 74)