cabeçalho4.fw

A Segunda Vinda de Cristo

A Segunda Vinda de Cristo

"E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco, e o que estava montado sobre ele chamava-se Fiel e Verdadeiro, e com justiça julga e peleja".

"Os seus olhos eram chama de fogo, e na sua cabeça estavam muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabe senão ele mesmo".

"E vestia uma capa imersa no sangue, e o seu nome se chama o Verbo de Deus".

"E os exércitos que estão no céu seguiam-no sobre cavalos brancos, e vestidos de linho finíssimo, branco e puro".

"Da sua boca saia uma espada afiada para com ela ferir as nações; e ele as regerá com uma vara de ferro, e ele é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo Poderoso".

"EIe traz sobre a sua capa e sobre a sua coxa este nome escrito: REI DOS REIS, E SENHOR DOS SENHORES" (Apo 19: 11-16).

Segundo os escritos antigos, o cavalo simboliza o intelecto ou a inteligência. Também é comum a associação entre as expressões "branca" com a pureza. Daí poder-se relacionar o primeiro dos versículos dessa passagem da Revelação de São João com a Mente purificada e espiritualizada, alvo a ser atingido pela humanidade. A vida de pureza e de serviço amoroso aos demais, exemplificada por Cristo Jesus, durante todo seu Ministério sobre a terra, não somente levará o neófito a espiritualização de sua Mente, como também limpará seu sangue (o Lar do Ego) dos desejos inferiores e das paixões, atraindo os dois éteres superiores do Corpo Vital componentes do Corpo-Alma ou Vestido Dourado Nupcial, a ser usado por todos aqueles que viverão na Nova Galileia (a Sexta Época do Período Terrestre) sob a regência do Cristo. A "Palavra de Deus" é o Segundo Aspecto da Trindade, o Amor-Sabedoria, a respeito do qual São João fala em seu Evangelho "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus".

A espada muitas vezes é o símbolo da energia positiva, da Mente superior, levando avante o conflito entre a verdade e o erro. Esse conflito deve perdurar até que a influência separativa dos Espíritos de Raça e a Mente concreta — unida com o desejo — tenha sido suplantada pelo unificante poder do Cristo.

O Raio do Cristo Cósmico veio a Terra (no Gólgota) para tornar-se seu Espirito Planetário interno, irradiando o seu poderoso amor para auxiliar o ser humano, em trabalho de redenção de suas transgressões passadas das Leis de Deus. Quando os seres humanos tenham evoluído a ponto de que seus Corpos-Almas estejam suficientemente fortes para manter flutuando a Terra em sua órbita — Serviço esse atualmente realizado pelo Cristo — este retornará, no Corpo Vital de Jesus, o qual está sendo preservado cuidadosamente em um sarcófago de cristal no centro da Terra. Então, Ele reinará entre uma humanidade purificada e regenerada.

Ensina a Sabedoria Ocidental que a Segunda Vinda não ocorrerá provavelmente antes de que o Sol, por precessão, entre no Signo de Capricórnio. É evidente que a atual condição da humanidade está longe ainda daquele estado espiritual necessário para a vinda do Cristo. Contudo, como os Raios Crísticos tornam-se mais e mais poderosos, ano após ano, e recebemos a vibração do humanitário Signo de Aquário, indubitavelmente faremos maior e mais rápido progresso desenvolvendo nossos Corpos-Almas a fim de que possamos "encontrar Cristo no ar e estar com Ele para todo o sempre".

(Publicado na Revista Serviço Rosacruz de março/72 – Fraternidade Rosacruz SP)