cabeçalho4.fw

O Significado Oculto do Sol da Páscoa

O Significado Oculto do Sol da Páscoa

No Sol da Páscoa, que, no Equinócio de Março (nesse ano em 19 de março), começa a se elevar depois de dar sua vida à Terra, saudamos o símbolo cósmico da Ressurreição.

Uma infusão da vida divina trazida pelo Cristo cósmico no Equinócio de Setembro chegou no nascimento místico no Natal.

A magia de sua fertilização foi realizada durante os meses decorridos entre setembro último e a atual Páscoa.

Ela agora é liberada da cruz da matéria para se levantar novamente para o trono do Pai, deixando a Terra vestida com a glória exuberante e pronta para as atividades físicas da temporada vindoura.

"Assim como é em cima, é embaixo"

Os desenvolvimentos que ocorrem no Planeta Terra, em grande escala, são reproduzidos em cada ser humano.

Todos nós fomos imbuídos das vibrações espirituais que predominam muito mais nos meses de dezembro, fevereiro e março do que nos meses de junho, julho e agosto. Em setembro, outubro e novembro tivemos um novo incentivo para a vida superior, que culminou na véspera de Natal. O encantamento nos foi revelado em graus variados, dependendo de como aproveitamos as oportunidades que surgiram.

O símbolo do Sol de Páscoa nos lembra que somos apenas estrangeiros, peregrinos na Terra; que, como espíritos, nossa verdadeira pátria é o Reino dos Céus; que para alcançar esse Reino, devemos nos esforçar para aprender as lições dessa vida o mais rápido possível, a fim de acelerar o dia em que seremos libertados da escravidão da matéria e onde poderemos gritar triunfantemente como Cristo:

"Tudo está consumado!"

(Traduzido do: Le Soleil de Pâques, da Association Rosicrucienne Max Heindel, Centre de Paris - Texte inspiré de l'enseignement rosicrucien légué à Max Heindel par les Frères Aînés de la Rose-Croix)