cabeçalho4.fw

Perguntas e Respostas

Um espírito desencarnado poderia alcançar o centro da Terra?

Pergunta: Se uma parede não constitui obstáculo a um espírito desencarnado, poderia ele passar também através de uma montanha ou da Terra, alcançando o centro desta última?
 

Resposta: Isso depende do estágio evolutivo do espírito desencarnado. Um homem desencarnado é exatamente o mesmo de antes, com exceção de que já não possui Corpo Denso.

É-Ihe perfeitamente possível atravessar uma parede espessa ou uma montanha, Não tem, todavia, acesso aos diversos estratos da Terra. É interessante registrar: muitos clarividentes e sensitivos comuns, que podem fornecer informações sobre cenas do Mundo do Desejo, dão relatos escassos concernentes ao interior da Terra. Alegam que, ao tentarem penetrar ali, chocam-se contra uma intransponível muralha. Isso ocorre porque nosso planeta é o corpo de um grande espírito e ninguém pode aproximar-se de seu centro, a não ser pela Iniciação.


Há nove estratos terrestres em torno do coração central, o décimo por assim dizer.

Nos Mistérios Menores há nove graus. E em cada grau o candidato se habilita a penetrar em um estrato. A décima Iniciação pertence aos Mistérios Maiores com seus quatro graus.

A primeira Iniciação Maior ensina tudo quanto o homem possa conhecer no Período Terrestre.

A segunda enseja o conhecimento a ser obtido pela humanidade no Período de Júpiter.

A terceira compreende a sabedoria a ser lograda no Período de Vênus.

E a quarta encerra a evolução do atual esquema evolutivo.

O Iniciado de 4° grau encontra-se na mesma situação equivalente ao da humanidade no Período de Vulcano. Então saberá o que a Terra contém nesta encarnação e em suas manifestações futuras.

Os Mistérios Menores ensejam ensinamentos referentes ao desenvolvimento da humanidade nos três Períodos anteriores ao atual Período Terrestre.


Estes segredos permanecem velados ao homem, até que ele possa desvendá-Ios por si mesmo, na forma conveniente. Assim, nenhum espírito, desencarnado ou não pode observar o que há no interior da Terra, sem que a Iniciação haja despertado suas faculdades latentes.
(P&R da Revista Serviço Rosacruz out/74 – Fraternidade Rosacruz SP)