cabeçalho4.fw

Perguntas e Respostas

O que é o Gênio do ponto vista Rosacruz!

 

Pergunta: O que é o Gênio?

Resposta: Do ponto de vista comum, o gênio parece ser algo simplesmente acidental. A teoria da hereditariedade não o explica, porque, algumas vezes, as pessoas mais vulgares podem ter filhos gênios, e os seres humanos mais refinados e intelectuais, às vezes, os têm idiotas. Em outras ocasiões, encontramos gênios e idiotas ao mesmo tempo, na mesma família. Na realidade, podemos afirmar que a loucura e o gênio são os dois extremos entre os quais se encontram as qualidades mentais da humanidade. Se tentarmos explicar a razão do aparecimento do gênio baseados na hereditariedade, não podemos deixar de estranhar porque não existe uma longa linhagem de ancestrais precedentes a Thomas Edison, o qual pode ser considerado o expoente de sua família. Em todos os casos não notamos a genialidade regida por nenhuma lei, considerada sob um ponto de vista meramente material. .

Quando nos valemos da Lei de Causa e Efeito e da Teoria do Renascimento para elucidar o problema, temos o assunto colocado em outros termos. Segundo esta teoria, a vida na Terra constitui um dia na escola da experiência. Em cada renascimento voltamos com experiências acumuladas em todas as nossas existências pretéritas, sendo esse o nosso capital.

Às vezes, desenvolvemos mais uma faculdade do que outras, tornando-nos, assim, grandes peritos num esforço canalizado para determinado campo de ação. Este é o gênio.

Para expressar algumas faculdades, por exemplo, a da música, requer-se certas características físicas: dedos finos um sistema nervoso delicado, e principalmente um ouvido sensível e desenvolvido. O material exigido para tal expressão não pode ser encontrado em todas as partes.

Mas, a lei de associação, necessariamente, atrairá um musico até aos demais. Ali ele encontrará o material adequado à formação de um corpo apto à expressão de seu talento. Por conseguinte, às vezes temos a impressão de que os músicos nascem na mesma família. Na família de Bach, por exemplo, nasceram 29 músicos em 250 anos. Que o gênio é uma expressão da alma e não o corpo evidencia-se pelo fato de que a personalidade de Johann Sebastian Bach não foi o florescimento crescente de seus antepassados, porque a proficiência dele encontrava-se muito acima, não de seus antepassados, como também de seus descendentes.

(Revista Serviço Rosacruz – 09/74- traduzido da Revista “Rays from the Rose Cross”)