cabeçalho4.fw

Perguntas e Respostas

O que é, realmente, a Idade de Aquário ou Aquária?

Pergunta: Um correspondente nos envia um recorte de jornal no qual alguém pergunta ao editor o que é realmente a Idade Aquária, e recebe a seguinte resposta: “não há Idade Aquária; essa FRAUDE foi inventada pelos CHARLATÃES profissionais ao ensinarem que o sistema solar entrou recentemente em Aquário a velocidade de doze milhas e meia por segundo. O sistema solar está se afastando de Aquário à velocidade de doze milhas e meia por segundo. O sistema solar nunca esteve nem poderá estar perto de Aquário. Contudo, vemos panfletos e revistas mensais publicando constantemente artigos nos quais dizem que o sistema solar acaba de entrar em Aquário e que haverá grandes mudanças na raça humana. Mas tudo isso é inteiramente falso".

Resposta: Nosso correspondente deseja nossa opinião a respeito do assunto, pois nós acreditamos nele e advogamos o ponto de vista de que a Idade Aquária está próxima. Estamos, portanto, incluídos na classe de escritores que o editor acima citado denuncia como “charlatães”, mas não será por isso que deixaremos de atender ao nosso consulente a fim de lançar mais luz sobre o assunto. Não nos perturbamos pelo ataque, quando consideramos a sua origem.

A pergunta acima é daquelas que dependem de pontos de vista. Sabemos ser correto, como diz o editor, que o sistema solar nunca esteve nem nunca estará em Aquário. Na realidade ele se afasta da constelação de Aquário. Sabemos também que o Sol nunca "se levantou nem nunca se levantará" e, contudo não chamaremos de charlatão a pessoa que usar essas expressões. Sabemos que, do ponto de vista de um observador colocado sobre a terra, o Sol parece levantar-se, e o ocultista tem a mesma intenção ao dizer que vamos entrar em Aquário por precessão do equinócio. Não perdemos tempo dizendo que, devido à rotação da terra em torno do seu eixo, o Sol torna-se visível às sete horas da manhã. Dizemos, simplesmente, que o Sol se levanta às sete horas. Pela mesma razão não dizemos que "devido à precessão dos equinócios parece que o Sol, quando visto da Terra, está se aproximando da constelação de Aquário ao cruzar o Equador por ocasião do equinócio vernal”. Se o disséssemos, todos os astrônomos concordariam conosco a respeito do fenômeno observado no firmamento, embora pudessem discordar quando afirmássemos que isso influi sobre os afazeres da humanidade. Em lugar de usarmos essa longa explicação, dizemos simplesmente que "o sol aproxima-se de Aquário", e todos devem se abster de críticas antes de compreender o verdadeiro sentido daquilo que dizemos.

Enquanto isso os estudantes das filosofias ocultas devem familiarizar-se com os fatos astronômicos de modo a poderem dar opiniões inteligentes que sustentem suas crenças. Estudantes que estudarem filosofia superior e por meio dela adquiriram conhecimento dos fatos suprafísicos, e, contudo desconhecem os fatos mais comuns, fornecidos pela astronomia e pela fisiologia, não impressionam bem uma assistência, quando somos versados sobre os veículos mais sutis do ser humano devemos, também, conhecer, pelo menos, os fatos principais a respeito do Corpo Denso que todos veem. Quando falamos sobre a influência das estrelas devemos conhecer também algo a respeito dos movimentos mecânicos do firmamento, conhecidos e entendidos pelos astrônomos. A fim de que os estudantes não familiarizados com esses tatos possam ter discernimento a respeito do assunto, elucidá-los-emos rapidamente. Para uma explicação mais detalhada, o estudante deve recorrer ao nosso livro "Astrologia Científica Simplificada". O assunto é tratado na Enciclopédia Filosófica sob "O Zodíaco Intelectual", e em outros lugares.

Quando a Terra move-se em sua órbita anual em torno do Sol, parece, quando observamos da terra, que o Sol percorre céu através de uma faixa estreita constituída de doze constelações ou grupos de estrelas que possuem certos nomes: Áries, Touro, Gêmeos, etc. Se o eixo da terra fosse estacionário como o eixo de uma roda, veríamos o Sol sempre no mesmo lugar da constelação em que estava no dia anterior, mas o eixo da Terra tem um movimento de oscilação semelhante a um pião que diminui de velocidade. Isso faz com que a posição aparente do Sol varie, quando observado da Terra, de maneira que ele atinge uma determinada posição um pouquinho mais cedo cada dia. Ele precede, e é por isso que os astrônomos falam de "precessão dos equinócios". Isto é, anualmente o Sol parece cruzar o Equador, por ocasião do equinócio de março, uma curta distância antes do ponto em que cruzara no ano anterior. Desse modo, se em um determinado ano cruzou o Equador no primeiro grau de Áries, no ano seguinte cruzará o mesmo círculo ligeiramente dentro dos limites da constelação de Peixes. No ano seguinte estará ainda em Peixes, porém ainda mais distanciado do primeiro grau de Áries, e assim por diante. Contudo, esse movimento retrógrado é tão lento que o Sol leva, em torno de, vinte e seis mil anos para percorrer, em sentido inverso, todos os signos, ou, em torno de, dois mil e cem anos para atravessar um signo, ou, em torno de, setenta anos para percorrer um grau do círculo.

Usualmente os astrônomos falam de "graus de ascensão reta", por meio dos quais dividem o círculo celeste no número usual de trezentos e sessenta graus, começando no ponto em que o Sol cruza o Equador no subsequente equinócio de março. Eles chamam de Áries aos primeiros trinta graus a partir desse ponto. Touro, aos segundos trinta graus, etc., de maneira semelhante aos astrólogos. Há, pois, o zodíaco natural, composto das doze constelações ou grupos reais de estrelas no firmamento, cuja variação é tão pequena que seu movimento é imperceptível mesmo que transcorram várias centenas de anos, e o zodíaco intelectual que começa no ponto do equinócio de março de qualquer ano determinado.

Ao observarmos que o Sol por precessão caminha em sentido retrógrado através dos signos do zodíaco, perceberemos que chegará uma época em que o equinócio de março ocorrerá no primeiro ponto de Áries; e então, durante esse ano, os zodíacos natural e intelectual coincidirão. A última vez em que isso aconteceu foi em cerca de 500 D.C. e visto o Sol ter retrocedido a taxa média de cerca de um grau em cada setenta anos, torna-se evidente que atualmente o equinócio de março ocorre em mais ou menos dez graus de Peixes. Portanto, será em cerca de 2.600 D.C., ou daqui a seiscentos e poucos anos, que o Sol entrará realmente na constelação de Aquário. Ou melhor, para estarmos de acordo com os fatos científicos, digamos que parecerá quando observado da Terra, como se o Sol cruzasse o equador na constelação de Aquário. Durante dois mil e cem anos a partir dessa época, o Sol aparecerá como se estivesse na constelação de Aquário, por ocasião do equinócio de março. Portanto, podemos dizer que a Idade Aquária compreenderá dois mil e cem anos contados a partir de mais ou menos 2.600 D.C., durante os quais o Sol, por precessão, parecerá estar na constelação de Aquário quando cruzar o Equador no equinócio de março.

O leitor certamente já passou pela experiência de sentir, repentinamente, alguém atrás de si enquanto lia, escrevia ou estava absorto em qualquer outra tarefa, sem que, contudo notasse a aproximação dessa pessoa devido à concentração na leitura ou no trabalho. Essa pessoa não falou nem fez ruído, contudo sua presença foi sentida cada vez mais agudamente até obrigar ao leitor voltar-se. Esta é uma experiência muito comum, e certamente todos já passaram por ela. Mas qual a sua explicação? É simplesmente o seguinte: além do corpo físico, o ser humano possui certos veículos invisíveis a visão ordinária. Esses invólucros sutis estendem-se além do corpo físico de maneira que quando estamos perto de outra pessoa os corpos etéreos interpenetram-se, e quando estamos muito quietos e passíveis sentimos mais rapidamente essas influências sutis que em outras ocasiões, embora elas existam sempre e sejam sempre fatores potentes em nossas vidas.

"Como em cima, é embaixo" e vice-versa, é a lei da analogia, a chave mestra dos mistérios. O ser humano é o microcosmo e os estelares (astros, planetas e satélites naturais) o macrocosmo. Podemos concluir, portanto, que os grandes estelares que se movimentam no céu e são corpos de Espíritos têm veículos sutis semelhantes à aura atmosférica da nossa Terra. Por isso, quando o Sol se aproxima da constelação de Aquário por ocasião do equinócio de março, ele transmite essas influências à Terra juntamente com os raios solares. Assim como a primavera é a época particular em que tudo se torna impregnado de vida, podemos também julgar que o Raio de Aquário ao ser transmitido torna-se sentido entre as pessoas da Terra, não importa elas creiam nisso ou não. Portanto, se pudermos perceber o que é a influência de Aquário estaremos habilitados a responder a pergunta: "O que é a Idade Aquária?" Partindo de outro ponto de vista, a astrologia fornece-nos esta informação, baseada na experiência e na observação.

Aquário tem uma influência intelectual que é original, inventiva, mística, científica, altruística e religiosa. Se aplicarmos o lema Bíblico: "Conhecê-los-eis pelos seus frutos" a esse problema, deveríamos esperar que a Idade Aquária seja anunciada por conquistas originais em todas as linhas ligadas à ciência, religião, misticismo e altruísmo. Podemos agora olhar, respectivamente, para os setenta anos anteriores em que o Sol avançou um grau em sua órbita, por precessão, em direção a Aquário. Verificamos que durante esse tempo houve uma mudança apreciável em todas as linhas de pensamento e de esforço que a história registra nos dois mil anos passados. Quase todas as invenções que fazem parte de nossa vida atual surgiram durante esse tempo. O telégrafo, o telefone, o emprego da eletricidade, a conquista do ar e do vapor, o motor a explosão que está superando o vapor, e outras invenções em número muito extenso para serem mencionadas, estão marcando o progresso do mundo físico.

Notamos, também, a rapidez com que todos os movimentos de pensamento liberal a respeito de assuntos religiosos estão substituindo as condições antiquadas de crença limitada e o crescente número de pessoas que desenvolveram a visão espiritual e estão investigando as tendências da evolução nos planos superiores. Devemos, também, notar a rapidez com que a ciência de astrologia ganha terreno. A esse respeito queremos mencionar o fato de que uma firma especialista em publicações astrológicas para uso exclusivo em cálculos astrológicos, afirma ter vendido cerca de meio milhão de exemplares em apenas um ano.

Todos esses fatos mostram ou insinuam aquilo que devemos esperar que aconteça durante a Idade Aquária. Uma vez que tão grandes avanços foram feitos durante os setenta anos em que o Sol está apenas começando a transmitir a influência de Aquário, conjecturamos o que nos espera quando entrar realmente nesse signo. Tanto as probabilidades estão muito além da mais arrojada imaginação, e isto se aplica tanto ao lado físico da vida quanto ao psíquico. É nossa opinião que pelos menos a visão espiritual desenvolver-se-á na maior parte da humanidade, senão em toda ela, de maneira a remover, ao menos parcialmente, o aguilhão da morte através da companhia que então existirá com nossos inimigos e parentes que deixaram o corpo. Durante algum tempo continuaremos a vê-los e teremos tempo de acostumar-nos ao fato de que eles se dirigem a reinos superiores. Não lamentaremos pelas criancinhas que morrem e retêm seu Corpo Vital, pois elas, provavelmente, permanecerão com seus pais até que chegue a época de uma nova reencarnação, o que, geralmente, ocorre na mesma família. Não haveria, pois, nesses casos, nenhuma sensação de perda.

Quando for alcançado esse ponto da evolução, a humanidade também estará muito mais iluminada de maneira a evitar muitas das armadilhas que causam as perturbações atuais. O intelecto mais desenvolvido ajudar-nos-á a resolver os problemas sociais de maneira equitativa a todos, e o uso de maquinário, constantemente aperfeiçoado emancipará a humanidade de grande parte da canseira física e deixará mais tempo e espaço para a melhoria intelectual e espiritual.

(P&R da Revista Serviço Rosacruz dez/72 – Fraternidade Rosacruz SP)