cabeçalho4.fw

Perguntas e Respostas

Parece-me que o Senhor enfatiza demasiado sobre a importância e o valor da dor como fator da evolução humana. Não seria melhor enfatizar o valor da alegria e da felicidade em vez da dor?

Pergunta: Parece-me que a Senhor enfatiza demasiado sobre a importância e o valor da dor como fator da evolução humana. O sofrimento individual pode ser a único meio pelo qual o Ego pode adquirir o poder de sentir compaixão, porém, o verdadeiro propósito da compaixão deve ser eliminar a dor. Por conseguinte, por que não seria melhor enfatizar o valor da alegria e da felicidade em vez da dor?

Resposta: A última parte da pergunta indica nossa exata posição. Enfatizamos o valor e a importância da alegria e da felicidade, não, sem dúvida, como um supremo fim em si mesmo, senão como um produto da evolução, através da qual avançamos a estados sempre superiores de poder e de glória. O objetivo da evolução não é simplesmente obter felicidade para os Egos que tomam parte nela, embora a vida em todos os planos esteja designada a ser feliz e satisfatória. Nosso real propósito aqui é ajudar a levar a cabo o grande plano cósmico dos seres espirituais mais elevados. Se trabalharmos de acordo com esse plano, a alegria e a felicidade seriam em abundante medida. O problema com a humanidade é que ela percorreu apenas uma distância comparativamente curta no caminho da evolução, e, por conseguinte, está ainda ignorante das leis e das forças cósmicas e está constantemente violando essas leis de tal forma que atrai dor sobre si mesma. Existem dois métodos de aprender. Um é pela experiência e o outro é pela observação. A Filosofia Rosacruz tem por objetivo induzir aos seus estudantes a aprender por meio da observação. Com este propósito fornece informação com relação às leis cósmicas e também acerca da dor que resulta quando são violadas. É assim que os Egos prudentes modificarão seus caminhos de acordo com as leis e evitarão violentá-las, porque isso produziria sofrimento. A Filosofia Rosacruz menciona a dor e o infortúnio apenas em conexão com isso.

(Revista Serviço Rosacruz – 05/81 – Fraternidade Rosacruz – SP)