cabeçalho4.fw

Dar ao Outro

Dar ao outro

Eis uma atitude louvávele uma sugestão valiosa, sobretudo na época atual onde predominam, quase sempre, o egoísmo, a indiferença pelo semelhante, a ânsia de obter cada vez mais dinheiro, prestígio, conforto, olvidando a sorte dos menos favorecidos.

Não basta viver e cumprir a contento as tarefas diárias, no lar, no trabalho, na sociedade.

“É preciso realizar algo mais” – escreveu o conhecido sábio e abnegado ALBERT SCHWEITZER, afirmando: “Procure sempre fazer algum bem, onde quer que seja. Todo ser humano tem que procurar dentro de suas possibilidades, enobrecerseu espírito e realizar seu particular valor. Dedique algum tempo a seus semelhantes. Ainda quepouco faça algo por aqueles que têm necessidade de auxilio humano, algo pelo qual você não recebe outrapaga que o privilégio de tê-lo feito. Porque – lembre-se – você não vive sozinho neste mundo. Seus irmãos se encontram aqui também". São palavras eloquentes, encerrando conselhos profundos e indispensáveis.

É noção antiga e firmada que o indivíduo não pode viver isolado, tão intenso é o seu instinto gregário. E se ele faz parte de um agrupamento (qualquer que seja), torna-se imprescindível a sua colaboração, o seu sacrifício para o bem estar de seus semelhantes.

Em qualquer agrupamento isso acontece: na família, num clube esportivo ou social, no trabalho, na vida cotidiana ...

Viver para outrem, aliás, é um dos postulados da Religião da Humanidade que AUGUSTO COMTE fundou, deixando uma obra profunda e repleta de ensinamentos valiosos.

O altruísmo precisa vencer o egoísmo, aperfeiçoando as virtudes humanas e concorrendo para completa abnegaçãoda humanidade.

Dar parcelas de si mesmo –eis outra recomendação proveitosa e que representa fator indiscutível para se alcançar a Felicidade.

Num dos Suplementos Femininos de "O JORNAL" encontramos a contribuição da sócia MARIA CECILIA (Ilha do Governador) – “DAR E RECEBER” – da qual vamos transcrever a primeira série de conselhos:

àqueles que não amas um gesto de simpatia, uma palavra amiga.

um sorriso àqueles que passam indiferentes na tua vida; ao varredor de rua, ao carteiro, ao vendedor de frutas.

uma volta de chave aos pensamentos vãos; às lamentações inúteis, ao ciúme e à inveja.

uma parte do teu tempo àqueles que te cercam, mesmo que estejas muito ocupado!

um lugar à tua mesa e um cantinho no teu coração àqueles que vivem na solidão.

pensamentos de amor a todo o mundo”.