cabeçalho4.fw

Grande Impaciência para colher os Frutos dos Ensinamentos Espirituais

GRANDE IMPACIÊNCIA PARA COLHER OS FRUTOS DOS ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS

 

Muitos já passaram pela Fraternidade Rosacruz, assistindo as suas reuniões de estudos e devocionais, ou fazendo os cursos por correspondência, na investigação da sublime Filosofia Rosacruz, cujos ensinamentos transcendem os conhecimentos comuns.

Inesperadamente alguns desses irmãos deixam de comparecer às reuniões ou falham com suas lições dos cursos por correspondência. Poderão não ter conseguido assimilar ou identificar-se com o elevado caminho Rosacruz?

Nós, ocidentais, somos dotados de grande impaciência para colher os frutos dos ensinamentos espirituais. A evolução processa-se a passos lentos. A natureza não dá saltos e, talvez isso constitua um obstáculo à sede de conhecimento. Vivemos uma fase em que a paciência e a tolerância parecem divorciadas do ser humano.

A maioria sente-se atraída por aqueles que se intitulando mestres, prometem rápidos progressos espirituais e até mesmo condecorações. Para eles, o grau é avaliado pelo volume da contribuição.

Aí está a prova insofismável de uma ignorância. O saber não pode ser comprado, nem dado como um passe de mágica. Só nosso esforço, a nossa perseverança, pode adquiri-lo. A Fraternidade Rosacruz oferece o saber gratuitamente, mas sem laurear ninguém.

Se confiarmos nossos problemas a outros, certamente pagaremos pela atrofia de nosso cérebro e acabaremos tornando-nos incapazes para tomar nossas decisões, Assim, está nas mãos do ser humano a oportunidade de lutar pela aquisição do conhecimento. O fracasso só existe quando nada se tenta fazer e a humanidade só terá consciência do seu mundo, conhecerá sua missão, saberá de onde veio, saberá para que veio aqui, saberá para onde vai, se utilizar suas faculdades, ainda latentes, no estudo e na investigação dos mundos suprafísicos.

Assim, o ser humano, apesar da atual fase de interesse pela espiritualidade, ainda vive na agitação das lutas, com a intranquilidade reinando por todo o mundo, destacando-se a predominância do Espírito de Raça, apesar do grau de desenvolvimento intelectual já atingido.

A humanidade comum segue o caminho lento da evolução por milhares de anos, antes que possa governar conscientemente seu Corpo de Desejos, o veículo sobre o qual trabalham os Espíritos de Raça.

Muitos da nossa população nasceram em outros países ao qual é justo o seu amor, mas não podemos malquerer aos naturais de outras nações. Afinal todos somos seres humanos, criaturas de Deus, nosso Pai comum e devemos amarmo-nos uns aos outros como Ele nos ama.

Aí uma fórmula que ajuda o ser humano a libertar-se dos grilhões do Espírito de Raça. Assim desenvolverá o Caminho da Espiritualidade em direção ao reinado do Cristo, para que esta humanidade possa viver unida pela Lei do Amor.

Dentro do amor à terra em que vivemos, cabe lembrar as palavras de Thomaz Paine, como lema para libertação do Espírito de Raça: "O mundo é a minha pátria e fazer o bem é a minha religião".

Constituindo está casa um centro de irradiação da Filosofia Rosacruz para todo o Brasil, nós o fazemos sem distinção de raças ou religiões, realçando o Amor entre os nossos semelhantes.

Embora seu número de membros seja reduzido, dada à imensidão do país, a Fraternidade Rosacruz representa o fermento que certamente fará crescer a massa (o Pão da Vida) que alimentará a Alma dos nossos semelhantes dos quais somos integrantes.

Parabéns aos persistentes! Para estes o fracasso não existe!

A Fraternidade Rosacruz congratula-se com todos os amigos aqui presentes e ainda com aqueles que não puderam compartilhar em pessoa desta comunhão espiritual.

E muito poderemos fazer com a força do nosso pensamento, ajudando o Cristo a estabelecer a Fraternidade Universal, que deixará de ser um IDEAL, para tornar-se um FATO POSITIVO. (Gilberto A V Silos – Editorial da Revista Serviço Rosacruz de 9/72)