cabeçalho4.fw

Um Significado para: "Buscai Primeiro o Reino do Céus"

Um Significado para: "Buscai Primeiro o Reino do Céus"

Nunca é demais ressaltar a importância de estarmos em Deus a cada instante. Só Ele pode resolver os nossos problemas, da forma como devem ser resolvidos. Só Ele nos poderá orientar para o certo, iluminar-nos em nossas atividades, para acertarmos o maior número de vezes possível.

Porém, é preciso que não se confunda esta entrega com inércia, supondo que, ao colocarmos nas mãos de Deus os nossos problemas possamos descansar na cômoda impressão de termos transferido, também, a Ele as nossas tarefas. Longe disto. Nossos deveres nós não os podemos negligenciar, até pelo contrário, quanto mais ativos nos mantivermos procurando dar de nós a cada momento do dia, tanto mais estaremos nos tornando merecedores da Sua confiança e do Seu merecimento. Sim, porque para estar em Deus, é preciso merecer Deus.

Diz o Ritual de Cura da Fraternidade Rosacruz que: "num vaso sujo não pode haver água pura e saudável, nem uma lente manchada transmitir uma imagem clara". Da mesma maneira, se não nos tornarmos merecedores de Deus, cumprindo bem todas as nossas tarefas, com sinceridade e pureza, procurando ajudar sempre com isenção de ânimo, tornando-nos um elemento útil e de boa vontade no contexto geral, nossas portas internas manter-se-ão fechadas ao ingresso d'Ele.

É claro que: "em Deus vivemos, nos movemos e temos o nosso ser". E esta asserção não invalida o que foi dito acima. O caso é que nem todas as pessoas são sensíveis à presença de Deus nelas. E é a essa sensibilidade, a esse contato que deve ser empreendido constantemente, que nos referimos antes. Estar em Deus é, pois, ter consciência da presença de Deus em nós. E só abriremos a nossa consciência para senti-Lo cada vez mais próximo, sempre que estivermos atentos para não perder nenhuma oportunidade de realizar o Bem. Porque o Bem é o reflexo de Deus, e realizando o Bem estaremos realizando Deus, atraindo mais força d'Ele, maior contato, mais luz e, consequentemente, maior ajuda d'Ele.

Na verdade, o ser humano quanto mais se eleva e mais puro se torna, menos necessidade terá de preocupar-se em pedir auxílio à Deus. Porque o fato de realizar-se n'Ele já o coloca em condições de não precisar pedir, pois, tendo a Ele em si e consigo nada mais necessitará; já terá tudo.

Daí o que disse Cristo Jesus aos apóstolos: "Buscai primeiro o Reino do Céu e todas as outras coisas vos serão acrescentadas". É isso. O Reino do Céu está em nós, dentro de nós, e é só preciso tomar consciência disto. Eis porque a Filosofia Rosacruz nos orienta a procurarmos aumentar a nossa consciência pelo serviço, que é a prática dos ensinamentos cristãos que Cristo Jesus deixou e que os lrmãos Maiores nos transmitiram por meio de Max Heindel. Sabemos que, para isto, não nos serão necessários grandes exercícios, como outras religiões ocultistas preconizam. Bastam-nos os dois exercícios: de retrospecção à noite e o de concentração logo ao acordar – que, com a continuidade vai passando para a meditação e, depois, para a elevação – e mais a realização na prática das coisas boas, que vamos descobrindo por meio dos referidos exercícios e de nosso Serviço no mundo.

Assim, o que é exigido de nós estará sempre dentro das nossas possibilidades, pois seremos nós mesmos, com o nosso esforço no bem viver, que delinearemos as bases do nosso progresso e, consequentemente, do nosso merecimento. Quanto mais trabalharmos para acertar o pé no mundo em que vivemos, tanto mais despertaremos nossa consciência crística, crescendo internamente, construindo nosso céu interior, colocando-nos, assim, em posição de atrair para nós tudo àquilo que deverá ser nosso, tanto espiritual como material.

Por isso, nosso cuidado maior não deveria ser com as coisas materiais, mas com o nosso preparo interno, porque só esse preparo, esse céu interno que buscamos e realizamos em nós coloca-nos em condições de receber tudo o mais que Deus sabe que necessitamos.

Tomemos nota: quanto mais nos elevarmos, tanto menos falta vamos sentindo das coisas materiais e tanto mais nos vamos aproximando da nossa herança divina.

Não vá agora, alguém, por outro lado, sentir-se inibido pensando que, se por fazer algum pedido a Deus, estará com isso provando a sua incapacidade de estar n'Ele. Pensar assim seria fruto de nosso orgulho, porque é preciso uma boa dose de humildade para admitir as nossas limitações. O que deve servir-nos de escopo é o fato de sabermos que agindo sempre no bem, estaremos em progressivo desenvolvimento para aquele estado de graça, que nos coloca em posição de conquistar cada vez mais o Céu dentro de nós.

(Revista 'Serviço Rosacruz" – 10\81 – Fraternidade Rosacruz – SP)