cabeçalho4.fw

A Verdadeira Iluminação: saiba como alcança-la

A Verdadeira Iluminação: saiba como alcança-la

Nesta época de transição o mundo nos parece mais uma arena, onde os credos, as ideologias e os interesses econômicos se chocam e provocam sofrimentos. Os aspirantes, diante desse quadro redobram seus esforços, numa tentativa muitas vezes desesperada de equilibrar a situação. Todas as capacidades e energias são exigidas quase que diuturnamente. Poucos estão encontrando tempo para a leitura e estudo das obras espiritualistas.

Quando muitos podem aliar uma prece ao trabalho, e adormecem enquanto se esforçam por fazer o exercício de Retrospecção.

Sabemos que isso vem preocupando os estudantes. Entretanto, não devem se desencorajar julgando-se "perdidos no Caminho". O serviço nunca representa imobilismo. Trabalho é adoração, e é possível que os passos dados sejam bem maiores do que se pensa.

Em todas as suas obras, Max Heindel ressalta a importância do serviço como fator de evolução: "Ele é o caminho mais curto, mais seguro e mais agradável que nos conduz a Deus". O importante, também, é o coração estar pleno de amor fraternal.

Vivendo a vida superior, embora nunca tenha lido um livro, uma pessoa terá acesso a conhecimentos impossíveis de serem recebidos em qualquer universidade no mundo. O caminho para a fonte dos mistérios é a sensibilidade, a doçura e o amor à todas as criaturas.

Os alquimistas do passado, inclusive os Rosacruzes, afirmaram que a Grande Obra, primeiramente realiza-se com as mãos. É o próprio ser humano que celebra o ofício religioso e o oferece sacrifício no seu templo. Segundo o ritual do Serviço do Templo da Fraternidade Rosacruz, o sacrifício deve representar um esforço, uma obra concreta.

Os grandes místicos e santos, deixaram-nos esta mensagem: "só os olhos do amor podem conhecer a verdade".

O amor que se eleva do nível meramente pessoal e cresce no serviço, torna-se um Amor Altruísta. É luz gerada para toda a humanidade, uma fagulha convertida em chama.

A verdadeira iluminação, como toda experiência real, é mais a inspiração e a vivência de uma atmosfera espiritual, do que propriamente a aquisição de informações.

Não há o que o amor não possa realizar.

(Revista 'Serviço Rosacruz' – 06/85 – Fraternidade Rosacruz – SP)