cabeçalho4.fw

9 - Nosso Trabalho para Renascer - O Nascimento de uma Nova Mente

Nosso trabalho para renascer – o nascimento de uma nova Mente

 

Atualmente passamos por três Mundos todas as vezes que morremos e voltamos a existência física, em um novo renascimento:

  • Mundo Físico
  • Mundo do Desejo e
  • Mundo do Pensamento

Em outras palavras: nosso atual campo de evolução é composto por esses três mundos.

A partir do momento em que as experiências que podemos adquirir em nosso ambiente atual esgotam-se, a existência aqui nesse Mundo Físico termina. A este fato denominamos Morte.

Em verdade, esse acontecimento nada mais é do que um novo renascimento nos mundos suprafísicos, mundos espirituais. Nesse processo de retorno aos mundos espirituais, a força centrífuga de repulsão permite nos livrar do nosso Corpo Físico, levando dele apenas seu Átomo Semente, que contém os registros de tudo aquilo que vivemos.

Começa o processo de transferência de tudo que passamos nessa existência recém-terminada, e que está gravado no Corpo Vital, para o Corpo de Desejos, o assento do sentimento.

Este processo será a base da nossa existência no Mundo do Desejo.

Após está gravação desse panorama, abandonamos o nosso Corpo Vital, também levando dele seu Átomo Semente.

Assim, despertamos no Mundo do Desejo com o átomo semente do Corpo Físico e do Corpo Vital. Temos uma sensação de alívio, como se tivéssemos nos livrado de um fardo pesado. Entramos em nosso Purgatório que ocorrerá nas 3 regiões inferiores do Mundo do Desejo. Utilizando novamente a força centrífuga da repulsão, expelimos toda matéria inferior de desejos que alimentamos durante a última vida, isto é, nossas paixões, desejos inferiores e ilusões. Esse processo de eliminação de material de desejo gera dor e sofrimento. O extrato do sofrimento se converte em consciência.

Depois disso somos compelidos ao Primeiro Céu, formado pelas 3 regiões superiores do Mundo do Desejo. Utilizando da força centrípeta da atração colhemos todo o material superior de desejos que cultivamos na última vida, ou seja, toda a gratidão que provocamos e recebemos todo sentimento que geramos relacionado aos bons ideais e reto agir. A quintessência do bem se transforma em benevolência e altruísmo.

Daí nos livramos do nosso Corpo de Desejos e entramos no Segundo Céu. Também levamos o átomo semente do Corpo de Desejos. Unimo-nos as Forças da Natureza e iniciamos a nossa atividade criadora: novos corpos, novos ambientes, novas criações. Em outras palavras, trabalhamos no arquétipo de todas as coisas que irão compor a Terra física em muitos anos precedentes. Após o que, nos livramos da nossa Mente e seguimos para Terceiro Céu sem nenhum veículo.

Somente com os átomos sementes dos nossos passados: Corpo Físico, Corpo Vital, Corpo de Desejos e da Mente.

A compreensão de quanto erramos e o que fazer para corrigirmos alcança seu ápice. Dessa consciência e compreensão e utilizando da Força Centrípeta de Atração nasce de dentro do nosso íntimo a vontade sincera e honesta de voltar a renascer no Mundo Físico, contando com a ajuda inestimável dos conhecidos, na Religião Cristã, os Anjos do Destino, que trabalham arduamente para que cada um de nós tenha a maior quantidade de experiências possíveis, escolhemos o melhor tipo da nova existência terrestre, existência esta que nos proporcione duas coisas, a saber:

¨      teste nas lições que aprendemos

¨      aquisição de maiores experiências nas nossas relações interpessoais

Conscientes das duas Leis Cósmicas que agem nesse momento: qualquer ser só pode funcionar em um Mundo se tiver um veículo composto de material desse Mundo, e “Semelhante atrai semelhante” partirmos para construir os veículos.

Mergulhamos nos 3 Mundos que compõe nosso atual campo de evolução. Do Mundo do Pensamento colhemos materiais afins para construir uma nova Mente. Do Mundo do Desejo colhemos materiais afins para construir um novo Corpo de Desejos. Da Região Etérica do Mundo Físico colhemos materiais afins de Éteres Químico e de Vida para o nosso Corpo Vital. Lembrando que os materiais dos éteres superiores: Luminoso e Refletor são atraídos pelas forças que compõe o nosso próximo principal Corpo, “o dourado vestido de bodas”, o Corpo Alma. Forças essas que são compostas pela quinta essência de todo o nosso serviço amoroso e desinteressado para com outros.

Os Anjos do Destino modelam o nosso Corpo Vital, que dará a forma ao nosso Corpo Físico. E assim, cá estamos de volta, nós, Espírito Virginal envolto nos seguintes corpos ou nossos instrumentos para essa existência:

¨      o veículo Espírito Humano

¨      o veículo Espírito de Vida

¨      veículo Espírito Divino, e que juntos formam o Ego, cada um de nós, Espírito Virginal, manifestado nesse Mundo Físico;

¨      a nova Mente, utilizado como freio sobre os impulsos, que dá propósito à ação;

¨      o novo Corpo de Desejos, de onde parte o desejo que impele à ação;

¨      o novo Corpo Vital, que vitaliza e que torna possível a ação;

¨      o novo Corpo Físico, que é o instrumento da ação;

¨      e a quinta essência de todo serviço amoroso e desinteressado prestado...

Colocamos os Átomos sementes nas suas posições de recepção dos ensinamentos que adquiriremos:

  • Átomo semente do Corpo Físico no ápice situado no ventrículo esquerdo do coração.
  • Átomo semente do Corpo Vital na posição relativa no Corpo Físico conhecido como Plexo Solar ou “boca do estômago”.
  • Átomo semente do Corpo de Desejos na posição relativa no Corpo Físico onde está o Fígado
  • Átomo semente da nossa Mente na posição relativa no Corpo Físico onde está o seio frontal.

Esse Cordão é Tríplice em formação e conexão: entre o Átomo Semente do Corpo Denso e do Corpo Vital; entre o Átomo Semente do Corpo Vital e do Corpo de Desejos; e entre o Átomo Semente do Corpo de Desejos e o da Mente.

Detalhando as duas primeiras partes: uma parte desse Cordão nasce composta de Éter Químico e de Éter de Vida e conecta o Átomo Semente do Corpo Vital ao Átomo Semente do Corpo Físico; uma outra parte desse Cordão nasce composto de material de Desejos e conecta o Átomo Semente do Corpo de Desejos ao Átomo Semente do Corpo Vital. A terceira ponta se desenvolverá oportunamente. E aí se dá o despertar do feto.

Nesse importante momento, contemplamos o panorama da vida que temos pela frente. Esse panorama nos é apresentado na ordem direta, ou seja: primeiro as causas e depois os efeitos. De modo a entendermos porque cada causa que iremos colocar em movimento determina sempre o mesmo efeito.

Depois de rever o panorama da vida, partimos para definitivamente focarmos nesse Mundo Físico.

A redução do fornecimento de sangue, cortando o cordão umbilical, é utilizada para focarmos definitivamente nossa consciência no Mundo Físico. Assim, nasce o Corpo Físico.

À primeira inspiração de ar aos nossos pulmões, damos início a mais um renascimento. As forças que atuam pelos pólos negativos desses corpos já se pronunciam:

  • a excreção dos sólidos (Éter Químico)
  • a excreção dos líquidos (Éter de Vida)
  • as funções passivas dos sentidos (Éter Luminoso)
  • a clarividência negativa (Éter Refletor)
  • a sensação de dor física (Corpo de Desejos ligado ao sistema físico cérebro-espinhal)
  • a função imitadora e ensinadora (Mente)

As forças que atuam pelos polos positivos desses corpos ainda estão latentes e são acionadas pelos chamados Corpos Macrocósmicos:

  • a Região Etérica do Mundo Físico
  • o Mundo do Desejo
  • o Mundo do Pensamento

Do 0 aos 7 anos, a ponta do Cordão Prateado que liga o Átomo Semente do Corpo Físico no Coração ao Átomo Semente do Corpo Vital no Plexo Solar vai se desenvolvendo e tem fundamental importância nesse primeiro período setenário.

Nesse período o Corpo Vital vai crescendo e amadurecendo. Por volta dos 7 anos o nosso novo Corpo Vital nasce. Algumas forças que atuam pelo pólo positivo dos éteres começam a ser utilizadas:

  • A assimilação (Éter Químico)
  • O calor do corpo e a circulação do sangue (Éter Luminoso)
  • A retenção da imagem de todo acontecimento (Éter Refletor)

Nesse primeiro período setenário há duas normas fundamentais para serem aplicadas:

  • Para os pais: exemplo
  • Para os filhos: imitação

Nesse período aprendemos o que são as coisas não se importando com o seu significado, a não ser aquilo que entendemos do nosso jeito.

Entramos no segundo período setenário. Dos 7 aos 14 anos, a ponta do Cordão Prateado que liga o Átomo Semente do Corpo de Desejos no Fígado ao Átomo Semente do Corpo Vital no Plexo Solar vai se desenvolvendo e tem fundamental importância para o que chamamos de adolescência.

Por volta dos 14 anos, nasce o nosso Corpo de Desejos. Toda essa força acumulada nos nossos órgãos sexuais está pronta para agir. Começa a luta entre: nosso Corpo Vital (construindo o Corpo Físico) e o nosso Corpo de Desejos (destruindo o Corpo Físico). Resultado disso: consciência no Mundo Físico.

O polo positivo do Éter de Vida, responsável pela propagação, amadurece por completo.

Nesse segundo período setenário há duas novas normas fundamentais para serem aplicadas:

  • Para os pais: autoridade
  • Para os filhos: discipulado

Aqui aprendemos o que as coisas significam, guardamos na nossa memória as explicações e definições que nos ensinam.

Entramos no terceiro período setenário. Dos 14 aos 21 anos, a ponta do Cordão Prateado que liga o Átomo Semente do Corpo Vital, no Plexo Solar ao Átomo Semente da Mente no seio frontal vai se desenvolvendo e tem fundamental importância para o que chamamos de maioridade.

Nesse período começa a atração pelo sexo oposto, perturbadora e desenfreada. Porque no terceiro período setenário, que vai dos 14 aos 21 anos marca o início da necessidade de autoafirmação de cada um de nós e se não aproveitarmos os dois primeiros períodos setenários:

  • O primeiro, do 0 aos 7 anos, utilizando o exemplo e a imitação
  • E o segundo, dos 7 aos 14 anos, utilizando a autoridade e o discipulado

teremos sérios problemas em nosso trabalho de ajudar um irmão a evoluir nessa vida como nosso filho ou filha.

Nesse terceiro período setenário há duas novas normas fundamentais para serem aplicadas:

  • Para os pais: conselho
  • Para os filhos: ver o exemplo

A nossa tolerância e a nossa simpatia para com quem é nosso filho ou filha torna-se imprescindível.

Procuremos estimulá-lo a pesquisar cuidadosamente antes de julgar.

Nossa Mente, nutrida pela Mente macrocósmica, começa a desenvolver suas potencialidades latentes.

É nesse terceiro período setenário que o Éter Luminoso responsável pela produção do nosso sangue quente se desenvolve e governa o nosso coração de modo que o nosso corpo não esteja demasiado frio nem demasiado quente.

Enquanto não está totalmente ativo, nos vemos em situações onde ora o sangue está demasiadamente quente e expressamos a ira, a paixão, a ansiedade e não conseguimos dominar nosso corpo pela força refreadora do pensamento, ora o sangue está demasiado frio e expressamos o medo, a sonolência, o desânimo e não conseguimos utilizar o nosso corpo, e o pensamento paralisa-se.

Somente por volta dos 21 anos é que tomamos posse completa de todos os nossos veículos utilizando para isso a produção própria do nosso sangue e o calor desse mesmo sangue.

É a partir daqui que podemos manter o nosso sangue nem demasiado quente, nem demasiado frio, que podemos ser ativos, mental e fisicamente.

Que conseguimos dirigir o nosso sangue para o cérebro, quando necessitamos utilizar esse instrumento para ter informações para pensar ou para os órgãos digestivos quando precisamos digerir uma alimentação. E é por volta dos 21 anos que nasce a nossa Mente.

Começa a luta entre:

  • nossa Mente, voando de uma descoberta material para outra ansiosa, satisfazendo apenas com explicações materialmente demonstráveis sobre o mundo e
  • o nosso coração, que sente, instintivamente, que algo de maior existe e, aspira aquilo que pressente como verdade.

Resultado disso: essa nossa busca incessante do equilíbrio entre cabeça e coração.

Só a Mente ampla e um grande Coração podem proporcionar-nos este conhecimento.

Estamos equipados para tomarmos a rédea dessa nossa existência!

 

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ