cabeçalho4.fw

5 - Nosso Trabalho para Renascer - A Entrada no Corpo Materno

Nosso trabalho para renascer – a entrada no corpo materno

 

Depois de:

  1. Assimilarmos tudo que podíamos da vida passada durante a nossa estada no Purgatório e Primeiro Céu.
  2. Alterarmos a aparência arquetípica do Planeta Terra a fim de nos proporcionar o ambiente necessário para a próxima existência terrena e aprendermos, pelo trabalho nos corpos dos outros, a construir corpos para funcionarmos nos Mundos: Físico, do Desejo e do Pensamento, durante a nossa estada no Segundo Céu.
  3. Permanecermos no Terceiro Céu sem nenhum véu que nos obscurece a certeza do verdadeiro propósito da existência física.

E, lá no Terceiro Céu compreendermos quanto erramos e o que fazer para corrigirmos e para evoluirmos mais em direção à nossa meta real: “tornarmos perfeitos, como perfeito é o nosso criador, Deus”.

E, ainda, depois de nascer em nosso íntimo um desejo sincero e honesto de voltar a renascer nesse Mundo Físico; de obter novas experiências; de fazer algo novo, original, criativo como colaborador consciente no Plano de nosso Deus Pai.

Depois de contarmos com a ajuda de grandes Seres de incomensurável Sabedoria, conhecidos, na Religião Cristã, como os Anjos do Destino ou os Anjos Relatores, ou os Senhores do Destino ou os Anjos Arquivadores, que trabalham arduamente para que cada um de nós tenha a maior quantidade de experiências possíveis.

E que por terem esta função, nos ajudam a escolher o melhor tipo para a nova existência terrestre, existência esta que nos proporcione duas coisas, a saber:

  1. sermos testados nas lições que aprendemos;
  2. adquirirmos maiores experiências nas nossas relações interpessoais;

Depois de escolhermos o sexo que nasceremos; pela Lei das Alternações, que diz que em uma vida física viemos como ser masculino e na próxima como ser feminino (isso para termos a esperiência dos dois polos sexuais, durante o tempo emque o Sol transita, por precesão, num deteminado signo zodiacal); ou modificando essa lei em virtude de circunstâncias específicas e individuais para cumprir a próxima vida que escolhemos.

Pela utilização das duas Leis Cósmicas, quais sejam: qualquer ser só pode funcionar em um Mundo se tiver um veículo composto de material desse Mundo; e “Semelhante atrai semelhante” e, através delas, partirmos para construir os veículos.

Depois de mergulharmos no Mundo do Pensamento e construirmos uma nova Mente, pronto para fazer parte do conjunto dos 3 Corpos e um veículo necessários para essa nova peregrinação. Uma Mente que sintetiza tudo que aprendemos até aqui de como lidar com a matéria mental e mais uma expressão individual original, não determinada pelas ações passadas e que nos garante a nossa Epigênese; aquela capacidade típica de um Espírito Virginal e inaugurar uma coisa completamente nova e não uma simples escolha entre dois cursos de ação. E, que, portanto, torna a nossa Mente com aquele algo mais e a composição do passado.

Depois de mergulharmos no Mundo do Desejo e construirmos um novo Corpo de Desejos. Um Corpo de desejos que reúne tudo que aprendemos até aqui de como lidar com a matéria de desejos e mais uma expressão individual original, não determinada pelas ações passadas e que nos garante a nossa Epigênese em termos de sentimentos, emoções e desejos originais, nada tendo a ver com o passado. E, que, portanto, torna o nosso Corpo de Desejos com aquele algo mais da composição do passado.

E então, estamos no seguinte ponto de constituição: nós, o Espírito Virginal manifestado (Ego) com os veículos Espírito Humano, Espírito de Vida, Espírito Divino, Mente e com o Corpo de Desejos. Sendo que os últimos, Mente e Corpo de Desejos, ainda não assumiram sua forma final.

Ainda estão sob uma forma semelhante ao de um sino com duas camadas, aberto em baixo e tendo em sua cúspide o Átomo-semente da Mente pelo lado externo; e o Átomo-semente do Corpo de Desejos pelo lado interno.

A composição de cada um desses dois veículos recém confeccionados: a Mente e o Corpo de Desejos é de materiais existentes até a última existência material, menos o mal expurgado no Purgatório mais a Quinta-essência do bem praticado assimilado no Primeiro Céu.

Continuando na nossa jornada de preparação para um novo aparecimento nesse Mundo Físico partimos para a confecção de um novo Corpo Vital. Entretanto, devido ao nível de organização do nosso Corpo Vital comparado com o da Mente e do Corpo de Desejos o processo não é tão simples como foi a confecção desses dois.

A aquisição do material obedece o mesmo princípio: atração e semelhança, mas a construção e organização dos materiais dentro do Corpo Vital é muito diferente.

Uma vez deixada a região mais inferior do Mundo do Desejo, a Região das Paixões e Desejos Inferiores, mergulhamos na subdivisão mais elevada da Região Etérica do Mundo Físico, conhecida como a Sétima Região, ou Região do Éter Refletor. As forças do Átomo-semente do Corpo Vital entram em ação atraindo todo o material que haja afinidade.

O nosso Corpo Vital é construído pelos Anjos do Destino, pelos habitantes que estão no Segundo Céu e pelos espíritos elementais. É esse Corpo Vital, modelado pelos Anjos do Destino que dará a forma ao nosso Corpo Físico. Ou seja: o nosso Corpo Físico é átomo a átomo cópia do nosso Corpo Vital. Obviamente, formado por Sólidos, Líquidos e Gases, enquanto o Corpo Vital é formado por éter.

O que nós agregamos de novo no nosso Corpo Vital, já que ele é construído por outros seres, lembrando a regra de formação de novos corpos: “composto dos materiais existentes até a última existência material, menos o mal expurgado no Purgatório mais a quinta-essência do bem praticado assimilado no Primeiro Céu”. E mais uma expressão individual original, não determinada pelas ações passadas e que nos garante a nossa Epigênese em termos a capacidade de lidar com a Matéria Etérica, nada tendo a ver com o passado. E, que, portanto, torna o nosso Corpo Vital com aquele algo mais da composição do passado.

De uma parte da matéria etérica atraída pelo Ego, os Anjos do Destino fazem uma matriz ou modelo etérica que servirá como molde para o novo Corpo Físico e depositam tal modelo no útero materno.

Nesse mesmo momento, os Anjos do Destino depositam na cabeça triangular de um dos espermatozoides do sémen paterno o Átomo-semente do Corpo Físico. Somente esse espermatozóide possibilita a fertilização. Sem a presença desses dois fatores nenhuma união sexual produzirá resultados.

Lembremos que o nosso sexo já está determinado quando escolhemos a nossa próxima existência. Assim, se escolhemos vir como sexo feminino essa matriz etérica colocada no útero materno é feita unicamente de átomos etéricos positivos. Esses átomos etéricos positivos atrairão, infalivelmente, átomos físicos negativos e o Corpo Físico torna-se feminino. Agora, se escolhemos vir com sexo masculino a matriz colocada no útero materno é composta de átomos etéricos negativos e, assim, atrairá átomos físicos positivos, resultando em um Corpo Físico masculino.

Assim que o Corpo Vital é depositado, nós, envolto no nosso Corpo de Desejos, nossa Mente (ambos ainda em forma de sino), Espírito Humano, Espírito de Vida e Espírito Divino ficamos orbitando em volta da nossa futura próxima mãe terrestre.

Essa nossa futura próxima mãe terrestre, através do seu Corpo de Desejos trabalha sozinha na construção do nosso próximo Corpo Físico nos primeiros dezoito a vinte e um dias após a fertilização. Após esse período entramos no corpo materno.

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ