cabeçalho4.fw

4 - Nosso Trabalho para Renascer - Vestindo Novas Roupagens

Nosso trabalho para renascer – vestindo novas roupagens

 

Depois de termos:

  • assimilado tudo que podíamos da vida passada durante o Purgatório e Primeiro Céu;
  • alterado a aparência arquetípica do Planeta Terra a fim de proporcionar o ambiente necessário para a nossa próxima existência terrena;
  • durante a nossa estada no Segundo Céu termos aprendido, pelo trabalho nos corpos dos outros, a construir um corpo apropriado à nossa futura manifestação no Mundo Físico.

roda de nascimentos e mortes

Depois de estarmos:

  • no Terceiro Céu sem nenhum véu que nos obscurece a percepção do verdadeiro propósito da existência física. E, com isso, estarmos certos de quanto erramos e o que fazer para corrigirmos e, também, para desenvolvermos mais em direção à nossa meta real que é “ser perfeito como Deus, nosso criador, é perfeito”
  • lá ansiosos para ressarcir os prejuízos que causamos aos nossos irmãos e ao plano traçado pelo nosso Deus Pai
  • conscientemente envergonhados de, mesmo recebendo a ajuda de tantos seres, insistirmos aqui em sermos:egoístas, ignorantes, hipócritas e negligentes.

 

Deste modo, nasce em nosso íntimo um desejo sincero e honesto de voltar a renascer; para obter novas experiências; demonstrar a nossa gratidão a todos esses seres e ao nosso Pai de que, realmente, aprendemos as lições que assimilamos no Purgatório e no Primeiro Céu e tudo que aprendemos a construir no Segundo Céu e, quem sabe, que aspiramos no Terceiro Céu.

Seguindo, então, escolhermos o que queremos fazer na nova existência. Essa escolha é realizada com a orientação de seres de incomensurável sabedoria, conhecidos nas Escolas de Mistérios Ocidentais como os Anjos do Destino (ou Anjos Relatores, ou os Senhores do Destino ou, ainda, os Anjos Arquivadores). São eles que nos auxiliam a transformar e canalizar nossos fortes sentimentos na direção de obter novas experiências; a mostrar gratidão a todos esses seres e ao nosso Pai. Escolhendo o melhor tipo de existência terrestre que nos proporcionará extrairmos estas experiências.

relao dos mundos em que divide o universo

Estamos prontos para deixar, mais uma vez, o mundo espiritual, nosso verdadeiro lar e, consequentemente, renascer no Mundo Físico, onde somos peregrinos. Este processo é conduzido pelos Anjos do Destino.

Regozijos e felicitações nos são dados pela nossa coragem e determinação de mais uma vez tentar acertar.

Primeiramente, o que decidimos fazer?

Seguindo a Lei Cósmica de que qualquer ser só pode funcionar em um determinado Mundo se possuir um veículo composto do material deste Mundo, teremos que veículos que sejam compatíveis aos Mundos pelos quais estaremos peregrinando.

Mas quais são estes Mundos?

Recordemos: estamos no Terceiro Céu, que fica na Região Abstrata do Mundo do Pensamento, onde há material Mental.

Na nossa subida quais foram os veículos que descartamos?

  1. Corpo Denso (Físico)
  2. Corpo Vital
  3. Corpo de Desejos
  4. Mente

 

Quais os veículos que não descartamos?

  1. Espírito Humano
  2. Espírito de Vida
  3. Espírito Divino

Portanto, esses 3 últimos veículos não precisam ser construídos. Os outros 4 necessitam ser construídos novamente.

Assim, poderemos voltar a funcionar nesses Mundos respectivos:

  1. Região Química do Mundo Físico
  2. Região Etérica do Mundo Físico
  3. Mundo do Desejo
  4. Região Concreta do Mundo do Pensamento

Comecemos, então, o processo de descida.

Da Região Abstrata do Mundo do Pensamento descemos à primeira subdivisão mais elevada da Região Concreta do Mundo do Pensamento conhecida como: região das Forças Arquetípicas.

E deste Mundo que colheremos os primeiros materiais para a confecção da nova Mente.

E como é feita essa colheita?

Lembremos que, durante a nossa subida, no trabalho de descarte dos nossos veículos sempre sobrou, de cada um deles, um átomo, conhecido como Átomo-semente, portanto:

  1. Átomo-semente do Corpo Denso
  2. Átomo-semente do Corpo Vital
  3. Átomo-semente do Corpo de Desejos
  4. Átomo-semente da Mente

Assim, o Átomo-semente da nossa Mente possui quinta-essência de todos os Corpos Mentais que já construímos. E é ele que constitui o núcleo da nova Mente, que construiremos durante a descida.

Então, assim que entramos na Região Concreta do Mundo do Pensamento as forças, então latentes, no Átomo-semente da Mente entram em ação e começam a agir por meio da Força de Atração, atraindo todo o material necessário para a formação da nova Mente.

Junto com a Lei de Atração, também entra em ação outra Lei Cósmica que diz: “Semelhante atrai semelhante”. Portanto, só conseguimos colher aquilo que nos assemelha com o que temos afinidade, bem como na quantidade exata, nem mais, nem menos.

Resumidamente: a espécie de material que utilizamos nas nossas existências físicas anteriores e mais aquela que tenhamos aprendido a usar em nossa última existência material.

Esse material atraído toma a forma de um sino aberto na base e com o Átomo-semente da Mente no topo.

Com essa matéria atraída o sino “fica mais pesado” e desce de subdivisão da Região do Mundo do Pensamento para subdivisão inferior tomando de cada uma o material que lhe semelhante, atraente e na dose exata.

Quando chega à subdivisão mais inferior da Região Concreta do Mundo Pensamento, conhecida como Região Continental uma novamente está formada e pronta para fazer parte do conjunto dos veículos necessários para essa nova peregrinação.

Daqui partimos para a formação de um novo Corpo de Desejos. O processo é o mesmo utilizado na confecção da Mente.

Da região Concreta do Mundo do Pensamento, entramos no Mundo do Desejo, precisamente, na subdivisão mais elevada desse mundo, a sétima, conhecida como Região do Poder Anímico.

As forças, então latentes, no Átomo-semente do nosso Corpo de Desejos entram em ação e começam a agir pela Força de Atração, atraindo todo o material necessário para o nosso novo Corpo de Desejos, ou seja, colhendo todo o material necessário para essa nova construção.

Esse material atraído também toma a forma de um sino aberto na base e com o Átomo-semente do Corpo de Desejos no topo. Esse sino se encaixa no sino formado pela confecção da Mente.

De modo a termos um sino com duas capas:

¨      a capa externa formada por matéria mental tendo o Átomo-semente da Mente na cúspide;

¨      a capa interna formada por matéria de desejos tendo o Átomo-semente do Corpo de Desejos também na cúspide, só que pelo lado de dentro.

Deste ponto, submergimos na Sexta subdivisão, depois na Quinta e na Quarta. Com isso construímos a metade superior do nosso Corpo de Desejos. Sentimentos, emoções e desejos superiores formam essa metade que é formada pela quantidade de material que pudermos atrair. Isso revela o quão superiores tenderão a ser nossos sentimentos, emoções e desejos. Do mesmo modo, mergulhamos na metade inferior do Mundo do Desejo, composto pelas três próximas subdivisões. Partimos para a Terceira, depois na Segunda até chegarmos à primeira subdivisão do Mundo do Desejo. E assim, compomos a metade inferior do nosso Corpo de Desejos.

O quanto de matéria retiramos dessas regiões, mostrarão a tendência de termos desejos, emoções e sentimentos inferiores, egoístas, paixões, impressões por fenômenos, atração por desgraças, infelicidades, inveja, etc.

Com isso, confeccionamos o nosso próximo Corpo de Desejos.

Nesse ponto como estamos? Nós, o Espírito Virginal, manifestado como Ego, com os seguintes veículos:

¨      Espírito Humano

¨      Espírito de Vida

¨      Espírito Divino

¨      Mente

¨      Corpo de Desejos

Sendo que os dois últimos, a Mente e Corpo de Desejos, ainda não assumiram a sua forma final.

Ainda estão sob a forma de Sino com duas capas, aberto em baixo e tendo em sua cúspide:

¨      o Átomo-semente da Mente pelo lado externo

¨      o Átomo-semente do Corpo de Desejos pelo lado interno.

Qual é a composição de cada um desses dois veículos recém-confeccionados: a Mente e o Corpo de Desejos?

Podemos resumir dizendo: é composto dos materiais existentes até a última existência material, menos o mal expurgado no Purgatório mais a Quinta-essência do bem praticado assimilado no Primeiro Céu, acrescido de alguma coisa original (Epigênese).

Continuando na nossa jornada de preparação para um novo aparecimento nesse Mundo Físico partimos para a confecção de um novo Corpo Vital.

Entretanto, devido ao nível de organização do nosso Corpo Vital, comparado com o do nosso Corpo de Desejos e Mente, o processo não é tão simples como foi a confecção desses dois.

A aquisição do material obedece ao mesmo princípio: atração e semelhança, mas a construção e organização dos materiais dentro do Corpo Vital são muito diferentes.

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ