cabeçalho4.fw

Usando um cão que sabia fazer truques como ventriluquo para ajudar um pai de família

Usando um cão que sabia fazer truques como ventriluquo para ajudar um pai de família

 

Aqui está uma história incomum que trata de um Auxiliar Invisível que utilizou um cão com ventríloquo para ajudar um homem e sua família.

Certa noite, dois Auxiliares Invisíveis passavam por uma cidade do leste e viram que uma mulher estava parada em frente a uma taberna com dois filhos e um cachorro da raça Collie. Os Auxiliares Invisíveis desceram e foram até eles. E um dos Auxiliares Invisíveis perguntou à mulher o que havia acontecido, e ela disse: "Estou esperando meu marido sair para que eu possa pedir algum dinheiro para ele para comida. Do contrário, ele irá beber até não poder mais".

O Auxiliar Invisível perguntou a alguém à distância, por meio do pensamento, se ele poderia ajudar a mulher, e então, foi autorizado a fazê-lo.

- O cachorro pode fazer alguns truques? – Perguntou o Auxiliar Invisível

- Sim – respondeu o menino.

O Auxiliar Invisível descobriu que o cão sabia vários truques. "Isso é tudo que eu quero saber", disse ele. Então o Auxiliar Invisível disse ao cão para ir até o seu dono. O cão entrou na taverna e foi até o pai do menino. O Auxiliar Invisível disse ao cão para se sentar, e ele obedeceu. "Senhor, por favor, pare de beber e volte para casa", disse o Auxiliar Invisível que estava perto do cachorro. "Eles precisam de você e de seu dinheiro, e eu gostaria de obter mais ossos".

O Auxiliar Invisível havia somente materializado o suficiente de seu corpo físico para falar, e o homem não o viu.
O marido da mulher virou-se e olhou para o cão sentado. Então, o Auxiliar Invisível falou novamente e disse: "Senhor comerciante – o dono da taverna - você está errado em levar todo o dinheiro desse homem que tem uma família e você sabe disso. Venha, senhor, estamos esperando por você lá fora".

O homem saiu e viu sua família, e se sentou na entrada da taverna. Ele deu para sua esposa todo o seu dinheiro, e depois se levantou e foi para casa.

Este homem estava bêbado antes que o cachorro falasse, mas a experiência o deixou sóbrio rapidamente. Quando os Auxiliares Invisíveis chegaram a sua casa, ele já estava lá, e se encontrava tremendo como uma folha. O cachorro aproximou-se dele, e o Auxiliar Invisível disse: "Obrigado, senhor, por voltar para casa, agora posso ter mais ossos", e ele foi embora.

O homem ficou pálido. Um Auxiliar Invisível pediu a outra Auxiliar Invisível que dissesse a ele que tinha sido avisado para parar de beber e que ele deveria tomar conta de sua família. A Auxiliar Invisível disse ao homem, e ele prometeu que o faria.

"O que fez o cachorro falar? – a esposa perguntou ao visitante.

"Ele foi usado como um meio para fazer o seu marido saber que estava na hora de parar de beber e cuidar de sua família", disse o Auxiliar Invisível. "Ele não acreditaria em nenhum ser humano".

O Auxiliar Invisível disse à esposa de que se ele bebesse novamente, ele poderia ter um derrame.

Os Auxiliares Invisíveis pensaram que ele poderia ter um acidente vascular cerebral a qualquer momento, ou que ele poderia ter delirium tremens .

"O que aconteceu com o homem que estava com você?, perguntou a esposa à Auxiliar Invisível. "Ela ficou assustado e fugiu?"

"Não – disse a Auxiliar Invisível. "Ele tinha outro trabalho a fazer." Depois disso, a Auxiliar Invisível brincou por alguns minutos com o Collie, e depois partiu.