cabeçalho4.fw

Uma Síntese Astrológica

Uma Síntese Astrológica

Parece-nos conveniente fazer uma síntese da mensagem estelar, astrológica, pois a falta desse conhecimento ocasiona, com frequência, alguma confusão no estudante novo.

Sabe-se que os novos astrólogos se impressionam com as contradições. Quanto mais brilhante seja a sua inteligência, tanto mais profundo é o seu sentimento de mal-estar e de impotência diante delas.

Algumas vezes, na impossibilidade de conciliar uma influência indicada no horóscopo com outra diametralmente oposta, eles se tornam sarcásticos e céticos. Por exemplo: o Sol está em Leão, em Conjunção com Vênus; ao mesmo tempo Saturno se encontra na 5ª Casa. Segundo a Conjunção do Sol com Vênus, o nativo deveria ser de uma natureza ardente e apaixonada, com grande magnetismo para atrair o afeto das pessoas do sexo oposto. Ao mesmo tempo, a presença de Saturno na 5ª Casa prevê desenganos no amor. À primeira vista essas indicações parecem contraditórias.

Outro exemplo: se Vênus está fortificado por um Trígono com Urano, indica uma pessoa com a pureza de um Anjo. Mas se, ao mesmo tempo, Vênus está em Quadratura com Marte, ficamos desconcertados com a tendência a um extremo sensualismo.

A Filosofia Rosacruz nos dá a chave desses prognósticos contraditórios e a arte da síntese astrológica nos ensina a avaliar e a extrair o que há de verdade no simbolismo horoscópico. Se fosse possível achar um horóscopo sem indicações contraditórias, isto significaria que a pessoa nascida sob tal gênero de influência perseguiria durante sua vida inteira um certo modo de agir, inteiramente bom ou inteiramente mau, sem possibilidade de desviar-se dessas influências. Se as estrelas o impulsionassem ao caminho da retidão, sua integridade seria tão forte que, sequer por um instante, a tentação para agir mal jamais teria guarida em seu consciente. Mas, pelo contrário, se as estrelas o impelissem a vis ideais, as aspirações elevadas nunca poderiam penetrar em sua alma tenebrosa.

Os terrores da horrível teoria da escolha e da predestinação, por certo nada seriam comparados com esta condição. Se ela realmente existisse, o desenvolvimento da alma se tornaria impossível, pois, nesse caso, não havendo tentações para cometer o mal, não se adquiriria nenhum mérito em manter-se numa vida de retidão; igualmente, se fôssemos irresistivelmente empurrados para o mal, ninguém teria direito de censurar-nos.

A faculdade de livre arbítrio, o poder escolher livremente, é uma condição essencial no desenvolvimento da alma. Essa faculdade provém, justamente, das influências contraditórias inscritas no horóscopo. Graças a esse fator desconcertante e à VONTADE que nos sobrepõe ao horóscopo, é que existe um raio de esperança de vencermos as configurações, por mais aflitivas que sejam.

O Bem está sempre pronto para lutar contra o mal. A vitória conquistada contra as tentações, comunica um mérito maior ao Bem.

Assim, a Quadratura de Vênus com Marte nos incita à prática do mal, porém, o Trígono de Urano com Vênus nos provê da força necessária para dominar as paixões e adquirir a pureza.

Oxalá possamos utilizar as Quadraturas que nos afligem, como alavancas de progresso que nos ergam à formação dos Trígonos, cujo valor saberemos, então, apreciar.

(Por Max Heindel, Publicado na Revista Serviço Rosacruz de outubro/1978)