cabeçalho4.fw

A Exatidão da Astrologia

A Exatidão da Astrologia

Milhões de vocábulos foram usados para argumentar se a astrologia é exata e científica ou não. O grupo anti-astrologia (os não estudantes, os mal informados, os religiosos exotéricos de mente pouca aberta), valem-se de argumentos que se reduzem simplesmente a considerações desdenhosas sobre as habilidades pessoais daqueles que leem horóscopos. Segundo eles, se a astrologia é cientificamente exata, isso deve ser comprovado através de um parecer uniforme de todos os astrólogos sobre um dado assunto.

Tal argumento é falso e, ater-se longamente sobre ele seria uma infeliz perda de tempo, pois, não se relaciona em nada com a essência básica do tema.

(Uma breve pausa para inquirir sobre estes "antis": se todos os cristãos se entendem quanto ao significado da mensagem do Mestre; se todos os músicos concordam quanto à interpretação correta de uma sinfonia de Brahms; se todos os médicos estão de acordo quanto ao tratamento correto da poliomielite; e se todos os pais mantêm opiniões idênticas com respeito ao sistema ideal de educar as crianças).

Cada astrólogo difere do outro na habilidade de interpretar um horóscopo. Cada um difere de seus colegas na compreensão da simbologia, na exatidão dos cálculos matemáticos, na capacidade de intuir a essência dinâmica do horóscopo, no entendimento dos problemas psicológicos e nas potencialidades para sua solução. Esta é a "variação humana".

A astrologia é uma ciência exata porque: cada fator em um horóscopo calculado corretamente é uma representação simbólica de efeito exato e imparcial de uma causa específica. Representa a lei cósmica e imutável de causa e efeito operando nas circunstâncias e experiências de um ser humano, num processo evolutivo de muitas encarnações. Em um horóscopo calculado corretamente, nada existe por "azar" ou capricho de um destino cego.

Cada posição astral e cada Aspecto é um fator do Corpo-Alma do indivíduo, uma fase de sua consciência, uma pedra miliária em sua jornada espiritual.

Conforme o astrólogo identifique seus descobrimentos horoscópicos, com o preceito: "Tudo aquilo que o homem semear, isso também colherá", estará capacitado para sintetizar corretamente o mapa em sua totalidade, para deduzir causas passadas de condições presentes e para determinar as soluções potenciais.

(Publicado na Revista 'Serviço Rosacruz' – 03/73 – Fraternidade Rosacruz – SP)