cabeçalho4.fw

Algumas Correlações do Signo de Sagitário

 

SIGNO: Sagitário, o centauro.

QUALIDADE: comum; ou consciência dirigida maravilhosa e experimentalmente para o entendimento e integração de novas experiências e conceitos.

ELEMENTO: fogo, ou uma orientação aspirada e entusiástica da consciência. Entre outras coisas, o elemento fogo corresponde aos éteres, o Corpo Vital e o Espírito.

NATUREZA ESSENCIAL: Inspiração.

ANALOGIA FÍSICA: umidade.

PLANETA REGENTE: Júpiter é o seu regente, porque ele é capaz de expressar sua função livremente quando está em Sagitário. Júpiter representa o meio para expressar o regozijo, a gratidão e o otimismo, para experimentar o conhecimento do bem em todas as coisas e para se esforçar para uma fé maior em alguma coisa além de si mesmo.

CASA CORRESPONDENTE: a 9° casa e representa o desejo para expandir o horizonte de consciência.

ANATOMIA ESOTÉRICA: representa o Espírito Divino.

ANATOMIA EXOTÉRICA: específica: costelas, coxa, nervos ciáticos, artérias e veias ilíacas, fêmur, sacro e cóccix. Geral: artérias, tecido adiposo e as vísceras.

FISIOLOGIA: Júpiter governa os seguintes processos fisiológicos: pressão do sangue, circulação arterial (note como a qualidade de Júpiter de expansão é refletida na expansão do sangue no coração, no centro do corpo, para todas as outras partes do corpo); funções das adrenais e do fígado, formação de tumor e inchação.

TABERNÁCULO NO DESERTO: Sagitário corresponde a Glória de Shekinah, que brilhava sobre o Propiciatório na parte mais ocidental do Salão Oeste. A Glória de Shekinah foi a mais alta manifestação da presença de Deus no ser humano nos tempos Atlantes. Somente ao Sumo Sacerdote era permitido entrar no Salão Oeste e permanecer nessa Presença, e somente uma vez ao ano. Para nós, isso corresponde ao Espírito Divino, que encontra seu assento na raiz do nariz. Não há nenhum modo de penetrar nesse lugar, nem o maior dos clarividentes existentes consegue penetrar nesse ponto, nem do ser humano menos evoluído. Somente o próprio Espírito pode penetrar nesse ponto, que é o Sumo Sacerdote do seu próprio Tabernáculo (seu corpo e seu ser). Sagitário é o signo do idealismo e da aspiração e representa o constante esforço do Ego para alcançar seu objetivo espiritual, da mesma forma que os Semitas Originais se esforçaram para alcançar os ideais dados a eles por Jeová, através do Sumo Sacerdote. Esse signo mostra incessante, a aspiração vibrante do Deus interno para alcançar a perfeição e a total consciência. De fato, esse fogo espiritual interno é inextinguível, e independente se você ignora-o, nega-o ou extingui-o, mais cedo ou mais tarde ele se manifesta e o dirige para aquela realização. Quanto mais você resiste em trabalhar com ele, maior dor você experimentará.

MITOLOGIA GREGA: Júpiter era conhecido na mitologia grega como Zeus, o deus dos deuses do Olimpo, simbolizando o mais alto princípio espiritual do ser humano – o Espírito Divino. Zeus depositou seus favores generosamente naqueles que encontraram sua aprovação e, esses eram normalmente aqueles que eram fortes e poderosos nas batalhas e que se esforçaram para proteger os fracos e defender os princípios. Por outro lado, ele poderia, às vezes, ser mais inconsistentes em seu comportamento, voltar-se para os favorecimentos pessoais, ao invés de permanecer imparcial ou induzir suas paixões através de métodos desleais. Sagitariano é meio homem, meio animal. Isso simboliza que o ser humano deve se elevar acima de sua natureza inferior.

CRISTANDADE CÓSMICA: Quando o Sol passa por Sagitário o Espírito de Cristo trabalha para despertar no ser humano o mais alto dos seus princípios espirituais. Esse é o tempo do “espírito natalino” quando, mais que em qualquer outro tempo de ano, as pessoas se esforçam  para serem amigas, hospitaleiras, caridosas e prontas para ajudar aos outros. Elas se tornam menos egoístas e mais interessadas no bem estar dos outros. (traduzido da Revista: Rays from the Rose Cross – Nov/76 e 77)