cabeçalho4.fw

A Lua, os Signos e a Saúde

A Lua, os Signos e a Saúde

Dentro do Filosofia Rosacruz, a Astrologia é considerada uma ciência Divina, Sagrada. E, como tal, é investigada, sob três aspectos básicos: o aspecto espiritual, o educativo e o de saúde.
Neste número convidamos os leitores e, principalmente, os estudiosos da matéria, a acompanhar-nos neste artigo, que é fundamental sob o aspecto saúde.

Apesar da Lua não ser um Planeta (pois é o satélite da Terra) nem ter uma natureza básica própria, exerce uma influência muito forte sobre a saúde de todas nós. Isto é devido a que a Lua serve de foco das forças angélicas que promovem a gestação e o crescimento, através dos Signos do Zodíaco. Outro fato digno de consideração é que, por haver sido expelida do corpo da Terra, levando consigo e albergando os atrasados humanos (que se haviam cristalizado em tal medida que não podiam mais permanecer no seio materno (Terra), sendo prejudicados com nossas vibrações e prejudicando-nos com as suas, em nosso progresso normal), irradia, desde então, esses efeitos cristalizantes para a Terra.

Vemos, pois, que a Lua tem muito a ver com a morte e o nascimento físico. O corpo lunar está representado e simbolizado por meio círculo (a forma do quarto crescente) que representa a alma. Como refletora do Sol, que rege a individualidade, a Lua está associada à personalidade, essa parte complexa da natureza do ser humano, composta dos diversos veículos que evoluem durante a permanência na Terra, em cada vida, por meio das variadíssimas experiências obtidas através das emoções e sentimentos. Como se ensina dentro do Filosofia Rosacruz, "o primeiro germe da individualidade foi implantado na parte mais elevada do Corpo de Desejos, pelos Senhores do Mente, na última parte da Revolução Lunar do Período Terrestre" e, portanto, a Lua tem particular influência sobre o Corpo de Desejos, o corpo de natureza emocional.

A Filosofia Rosacruz também nos expõe que os antigos alquimistas designavam aos Anjos Lunares, ou da Lua, que rege as mares de água salgada (o mar) com o termo "Sal". Concluíram que certa quantidade a mais de sal no organismo, produz a loucura, como ficou provado pelas experiências em barcos ou navios, cujos tripulantes ficando sem água doce, transtornaram-se mentalmente por beber água salgada em demasia, que continha o elemento lunar: sal. Esta é a razão do por que estabeleceram a estreita relação entre a Lua e a Mente.

Como a Lua percorre todo o Zodíaco, em pouco menos de um mês, gera vibrações repetidas e maiores que qualquer outro corpo astral. Não apenas gera e recolhe como transmite as vibrações do Sol, dos Signos e dos Planetas com os quais vai formando ângulos de influência.
Há quatro fases com relação às vibrações solares: Lua Nova, quarto crescente, Lua Cheia e quarto minguante. Estas fases mantém estreita relação com a vibração de cada Astro e são fatores importantes na saúde. Essa influência é particularmente forte quando coincide com o mesmo Aspecto no tema natal ou no progredido de cada mês. Estimula, com seus aspectos, a cada uma destas posições e também dinamiza ativando os assuntos regidos pelas diversas Casas terrestres por que passa.

Considerando apenas os quatro pontos principais de seu ciclo (o começo de cada fase acima), a Lua forma trinta e seis Aspectos com os corpos celestes em trânsito, outro número igual de posições radicais e outro tanto com os Astros e pontos progredidos, além de aspectar com o Ascendente, o Meio do Céu e a própria posição lunar do nascimento. Um Aspecto de movimento lento, como entre os Astros maiores, pode ser culminante, quando a Lua alcança Aspecto em graus exatos. Por ser mais veloz que os demais corpos celestes, a Lua pode criar um clímax maior por uma sucessão de configurações de natureza semelhante. Por exemplo: Júpiter e Saturno poderão estar em Quadratura, porém, faltando alguns graus para ser exata; se a Lua está em Quadratura com estes dois Astros, ao mesmo tempo, precipitará a completa realização e expressão das consequências indicadas por essa Quadratura.

A maior parte dos seres humanos, atualmente, responde mais fortemente às influências relacionados com sua personalidade do que às da Individualidade ou do Ego, ficando, pois, mais afetado pelas vibrações lunares do que pelas do Sol. A maior parte das pessoas, atualmente, não percebe este fato. Quando chega e ter consciência dele dá o primeiro e importante passo para mudar esta condição.

Depois virá o despertar e iniciará a luta consciente pelo domínio da personalidade ou a parte inferior de si próprio. É a condição proposta por Cristo para sermos Seus discípulos: a renúncia de velhos hábitos, no sentir e no pensar. Tal esforço continuado de renúncia provoca sempre uma diminuição inicial de saúde; essa sensibilidade corporal é o sinal, para os que iniciaram o caminho, de um passo dado para um estado mais elevado de consciência.

Muitos estudantes acham que é uma ajuda dedicar-se ao exercício metódico de anotar suas reações diárias, ao trânsito da Lua. Notam que os estados negativos, produzidos por maus Aspectos, provocam correntes depressivas no corpo. Todavia, se conhecemos as datas astrológicas em que os mesmos se verificarão, podemos sobrepor-nos conscientemente a seus efeitos. Sobre o assunto, somos de parecer que a melhor atitude é a de não nos preocuparmos com tais influências, mantendo, todavia, um estado permanente de alerta a que a Bíblia cita de: "orar e vigiar", pois, quanto mais elevado e equilibrado é o indivíduo, tanto menos afetado é pelas influências externas, gozando de uma "perfeita liberdade".

(Revista: Serviço Rosacruz – 09/61 – Fraternidade Rosacruz – SP)