cabeçalho4.fw

Seria sempre arriscado colocar a tentação no caminho de uma pessoa cujo horóscopo indica Mercúrio ou Netuno afligidos por Saturno, apesar de haver influências que contrabalancem essas provas?

Pergunta: Seria sempre arriscado colocar a tentação no caminho de uma pessoa cujo horóscopo indica Mercúrio ou Netuno afligidos por Saturno, apesar de haver influências que contrabalancem essas provas?

Resposta: É esse exatamente o motivo pelo qual estamos aqui, para enfrentarmos a tentação. Precisamos entender que a tentação é uma das maiores bênçãos que podemos ter, porque se resistirmos a ela teremos vencido e adquirido uma virtude definitiva. Caso contrário, sofreremos as consequências e aprenderemos por meio da dor que nos será infligida.

Encontramos na Bíblia um exemplo elucidativo. Em determinada passagem, lemos que o Rei Davi foi tentado por Satanás a numerar seu povo e, quando ele o fez, coisas terríveis aconteceram-lhe; um grande número de pessoas morreu de peste. Em outro trecho, lemos que Deus tentou Davi a numerar seu povo e, em seguida, disse: "Eu te punirei. Tu serás derrotado por teus inimigos ou haverá uma epidemia de peste ou a morte assolará toda a região" e Davi disse: "Deixai antes que eu caia nas mãos de Deus". Então, milhares de filhos de Israel foram ceifados pelo anjo da morte. Esses dois relatos são idênticos. Um afirma que foi Satanás que tentou Davi, e o outro diz que foi Deus. À primeira vista parece ser muito, muito estranho que Deus tenha tentado Davi, ou lhe ordenasse fazer uma determinada coisa para em seguida castigá-lo por ter obedecido sua ordem. Entretanto, se formos analisar o caso mais atentamente, veremos que se trata simplesmente de um caso semelhante ao do professor que incita seu aluno a fazer algo errado, lhe armando uma cilada, com o objetivo de verificar se determinada lição foi ou não aprendida.

(Perg. 127 do Livro Filosofia Rosacruz em Perguntas e Respostas – Vol. II – Max Heindel – Fraternidade Rosacruz SP)