cabeçalho4.fw

Vênus na Casa da dor, a décima-segunda, não é onde "Nela o sorriso do amor é afogado em lágrimas"?

Pergunta: Notei na Revista de Abril que tenho em mãos ("Rays from the Rose Cross"), que recebem com alegria as indagações relacionadas às discrepâncias nos levantamentos astrológicos, por isso, ficaria agradecido se pudessem esclarecer a linha de pensamento que faria com que os exemplos seguintes concordassem. No horóscopo de Doris A., na revista de fevereiro, lemos que ela irá ter uma vida fácil, pois não há um único Aspecto adverso na configuração. Porém, Vênus está na décima-segunda Casa, e no Livro A MENSAGEM DAS ESTRELAS é declarado, ao falar de Vênus na Casa da dor, provavelmente a décima-segunda: "Nela o sorriso do amor é afogado em lágrimas".

Resposta: Quando avaliamos o efeito dos Astros em qualquer horóscopo, devemos sempre lembrar, e em primeiro lugar, que nenhum Aspecto ou posição isolada é suficiente para produzir quaisquer efeitos importantes na vida, mas é o teor geral do horóscopo que deve sempre ser levado em consideração. Em segundo lugar, é importante lembrar que os Aspectos entre os Astros têm um efeito maior do que a simples posição de uma Casa ou de um Signo. Se as indicações gerais de um horóscopo mostram uma vida boa e fácil, Vênus, colocada na décima-segunda Casa, não irá sozinha mudar e invalidar esse julgamento. Se ela estivesse afligida por uma Quadratura ou Oposição de Saturno, o caso seria diferente, e o julgamento geral deveria ser modificado de acordo com este fato. Não obstante, se estivesse em Trígono com o Sol ou Júpiter, o simples fato de estar colocada na décima-segunda Casa seria quase nula, se considerarmos os efeitos de Aspectos tão poderosos. Portanto, tenhamos sempre em mente que a influência de um Astro sem Aspecto é fraca, independentemente de sua posição no horóscopo, e que, em nenhum momento, um Aspecto isolado pode ser decisivo. Assim, não existe dificuldade em reconciliar as nossas afirmações.

(Perg. 119 do Livro Filosofia Rosacruz em Perguntas e Respostas – Vol. II – Max Heindel – Fraternidade Rosacruz SP)